Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Reitor participa da cerimônia de posse do diretor do SFB com a presença da ministra do Meio Ambiente

Escrito por Cibele | Publicado: Sexta, 10 Abril 2015 07:16 | Última Atualização: Quarta, 08 Abril 2015 14:58
[caption id="attachment_83086" align="alignleft" width="249"]Novo diretor-geral do SFB, Raimundo Deusdará,; ministra do MMA, Izabella Teixeira; professor Scolforo e o senador Jorge Viana Novo diretor-geral do SFB, Raimundo Deusdará,; ministra do MMA, Izabella Teixeira; professor Scolforo e o senador Jorge Viana. Foto: Gilberto Soares - Giba (Casa da Imagem - Produção Fotográfica)[/caption] O engenheiro florestal e agrônomo Raimundo Deusdará Filho assinou, na tarde dessa terça-feira (7/4), o cargo de diretor-geral do Serviço Florestal Brasileiro (SFB), órgão vinculado ao Ministério do Meio Ambiente (MMA). O reitor da Universidade Federal de Lavras (UFLA), professor José Roberto Scolforo, participou da cerimônia, que teve a presença da ministra Izabella Teixeira e do senador Jorge Viana. O novo diretor assume a missão de concluir a implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR) em todo o território nacional e implementar o novo Código Florestal Brasileiro (Lei nº 12.651/2012) em articulação com os estados. No discurso de posse, Raimundo Deusdará Filho enumerou como desafios a retomada do programa federal de manejo florestal comunitário, em parceria com os movimentos sociais e os Ministérios do Desenvolvimento Agrário (MDA) e do Desenvolvimento Social (MDS); a inserção das atividades florestais na assistência técnica e extensão rural; e, ainda, a intensificação das ações de fomento e recuperação do cerrado. “Será prioridade, também, a implementação de outros dispositivos do novo Código Florestal, como o manejo florestal, manejo e uso do fogo, e reposição florestal”, destacou. [caption id="attachment_83087" align="alignright" width="249"]Ministra faz elogios à UFLA durante o seu pronunciamento na cerimônia de posse do novo diretor do SBF Ministra faz elogios à UFLA durante o seu pronunciamento na cerimônia de posse do novo diretor do SBF. Foto: Gilberto Soares - Giba (Casa da Imagem - Produção Fotográfica)[/caption] Durante a solenidade, a ministra Izabella Teixeira desafiou o novo dirigente do SFB, servidor de carreira da pasta ambiental, a inovar com ousadia e coragem. “A sociedade precisa evoluir e temos de dar novos passos, pois precisamos de instituições fortes”, destacou, citando ainda o CAR como tarefa essencial. “Hoje o CAR é uma unanimidade em todos os setores do país”, considerou. Em seu pronunciamento, a ministra citou a UFLA como uma parceira fundamental para projetos estratégicos, ressaltando publicamente a eficiência da Instituição no desenvolvimento do sistema operacional do CAR e também do Curso de Capacitação (CapCAR). Para Scolforo, a parceria com o Ministério do Meio Ambiente é sempre motivo de orgulho para a UFLA, já que os projetos envolvem todo o território nacional e repercutem no planejamento estratégico para a preservação ambiental de forma efetiva. “A partir do CAR, será possível o planejamento sustentável das remanescentes de vegetação nativa; áreas de preservação permanente e reserva legal. O mapeamento de todas as áreas permitirá o melhor planejamento e proteção da biodiversidade”, enfatizou. Sobre a cerimônia, o reitor da UFLA considerou ainda a alegria de ouvir diversos elogios sobre a gestão e as ações da Universidade. “O desempenho da UFLA reforça a sua credibilidade em diferentes ministérios e os depoimentos de diversas autoridades sinalizam que estamos no caminho certo para consolidar a Instituição como referência em diferentes áreas do conhecimento”. Além do reitor, a UFLA foi representada na cerimônia de posse pelo diretor de Tecnologia da Informação do Laboratório de Estudos e Projetos em Manejo Florestal – Lemaf, Samuel Campos.