Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

UFLA na Comunidade: animais do Parque São Francisco de Assis recebem cuidados com o projeto “Veterinário Aprendiz”

Escrito por Joyce | Publicado: Terça, 05 Mai 2015 04:53 | Última Atualização: Terça, 28 Abril 2015 14:48
veterinario-aprendizTeve início neste mês o projeto de extensão Veterinário Aprendiz, coordenado pela professora Josi Seixas, do Departamento de Ciências da Saúde da Universidade Federal de Lavras (DSA/UFLA). Com a iniciativa, a UFLA realiza um trabalho voluntário diário no Parque São Francisco de Assis. “O projeto proporciona um excelente campo de atuação em extensão universitária, uma vez que os estudantes tornam-se responsáveis por assistir os cães doentes, dar banhos e tosas, e qualquer outra atividade necessária”, relata a professora. Já são cerca de 30 estudantes do curso de Medicina Veterinária participando do projeto. De acordo com Josi, as atividades são de grande valor para a comunidade local, pois proporcionam mão-de-obra mais especializada para os cuidados diários com os animais e transformam os alunos em vigilantes da saúde pública. “Utilizamos ferramentas de apoio a diagnósticos, como citologia, biópsias ou necropsias, sendo possível identificar qual é a causa da doença do animal. Com o diagnóstico correto, otimiza-se o trabalho dos demais médicos veterinários voluntários, minimiza-se os custos destinados a tratamentos incorretos e evita-se que outros animais se contaminem”, comenta Josi. Até então, médicos veterinários realizavam visitas semanais ao Parque para fazer os procedimentos clínicos necessários a cada situação, e posteriormente, os funcionários do Parque (atualmente seis pessoas) davam prosseguimento aos curativos. Agora, com o projeto extensão Veterinário Aprendiz, esse quadro apresenta melhorias, visto que, todos os dias, duas equipes de quatro estudantes da UFLA se revezam, nos períodos da manhã e da tarde, para realizar os trabalhos, seguindo as orientações que são passadas pelos médicos veterinários. “Às vezes, os animais do Parque passam por cirurgias até bem complexas, e, por falta de acompanhamento, os resultados não são tão positivos como poderiam ser. Sendo assim, os estudantes poderão dar continuidade a esses trabalhos. É como se os alunos fossem enfermeiros desses animais”, complementa Josi. Outro fator relevante é o aprendizado adquirido pelos estudantes participantes. A partir do primeiro período, eles já podem ter contato direto com os animais, aprendendo o que deve ser feito em cada situação. “Além dos cuidados básicos, como limpar feridas e passar medicamentos, os alunos ainda terão contato diariamente com outros procedimentos, como a castração, além de poderem acompanhar outras cirurgias”, afirma a professora. Para que o trabalho possa ser realizado de maneira segura e responsável, todos os integrantes do projeto passaram por aulas teóricas e práticas, durante um curso de capacitação que teve a participação de dez alunos residentes na UFLA. “Também é importante frisar que, através do contanto desses estudantes com a atuação prática de profissionais envolvidos na área, eles poderão ter certeza da opção feita pelo curso, conhecer um pouco mais da prática em clínica em veterinária, aprender a lidar com os cães e definir a preferência por pequenos ou grandes animais”, comenta a professora. O projeto, que se iniciou neste ano, já tem perspectivas de crescimento. Segundo Josi, novos contatos estão sendo realizados. “Estamos avaliando a possibilidade de os alunos do curso de Medicina também atuarem, com trabalhos educativos nos Postos de Saúde de Lavras, passando orientações à população relativas às zoonoses, como a Leishmaniose, por exemplo. Além disso, há outras áreas em que sua colaboração também será bem-vinda, pois do que o Parque São Francisco de Assis mais necessita é mão-de-obra”, conclui Josi. Parque São Francisco O Parque São Francisco é uma Organização não Governamental (ONG), sem fins lucrativos, localizada no município de Lavras – MG, que atualmente abriga mais de 400 cães. Os funcionários e voluntários são responsáveis por realizar todas as tarefas necessárias, como cuidados com os animais doentes, alimentação, limpeza e manutenção do canil. Conheça mais sobre o Parque, visite a sua página: http://www.parquefranciscodeassis.com.br/site/
Texto: Camila Caetano – jornalista, bolsista ASCOM/UFLA
box_extensaoDepar

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.