Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Relatório de Avaliação Institucional aponta avanços e inovações na metodologia

Publicado: Segunda, 18 Mai 2015 11:35 | Última Atualização: Quinta, 14 Mai 2015 14:19
[caption id="attachment_86104" align="alignright" width="249"]O técnico admnistrativo Adriano Higino faz a apresentação da metodologia utilizada na aplicação dos questionários O técnico administrativo Adriano Higino faz a apresentação da metodologia utilizada na aplicação dos questionários[/caption] O Relatório de Avaliação Institucional referente ao ano de 2014, apresentado nesta semana (11/5) para a comunidade acadêmica, trouxe algumas mudanças importantes para o processo democrático e para auxiliar o direcionamento estratégico da Universidade. Pela primeira vez, a pesquisa realizada com todos os segmentos da comunidade acadêmica – professores, técnicos e estudantes, também incluiu a avaliação da comunidade externa, de Lavras e região. Além disso, os pontos que receberam menor pontuação nessa avaliação foram enviados aos setores responsáveis para o prévio apontamento de ações e melhorias. Dessa forma, o relatório apresenta resposta imediata aos participantes da pesquisa. O trabalho foi realizado pela Comissão Própria de Avaliação da UFLA (CPA/UFLA), iniciado com uma ampla pesquisa no período de 10/11/2014 a 10/12/2014 (comunidade interna) e de 5 a 31 de janeiro 2015 (comunidade externa). O resultado deste questionário e a avaliação realizada em diferentes setores embasaram o documento final, composto por 211 páginas, disponibilizado para consulta no site www.cpa.ufla.br. [caption id="attachment_86105" align="alignleft" width="249"]A professora Carolina Carvalho, presidente da CPA, expõe os benefícios do processo democrático de avaliação A professora Carolina Carvalho, presidente da CPA, expõe os benefícios do processo democrático de avaliação[/caption] De acordo com os membros da CPA, a apresentação do Relatório representou uma oportunidade para apontar as principais ações implantadas para a evolução e o desenvolvimento da instituição, assim como as iniciativas que ainda precisam ser realizadas ou observadas, fornecendo subsídios para que a Universidade possa desenvolver seu planejamento, contribuindo para embasar o Projeto Pedagógico Institucional (PPI) e a construção do novo Plano de Desenvolvimento Institucional PDI – 2016/2020. Alto conceito Ao todo, foram elaboradas 94 questões para estudantes de graduação, 90 para pós-graduação, 124 para docentes, 91 para técnicos administrativos e 20 para a comunidade externa. Em uma escala intervalar de 1 a 5, para questões quantitativas, todos os segmentos da universidade avaliaram todos os itens como regular, bom e ótimo, não havendo nenhum registro para ações qualificadas como ruins ou muito ruins. Dessa avaliação, os estudantes de graduação consideraram 71,64% com médias acima de 3,5, nas categorias: bom e ótimo.  Para os estudantes de pós-graduação essa avaliação foi ainda mais positiva (90,91%). Os docentes apontaram 62,22% das questões entre bom e ótimo e os técnicos administrativos 61,67%. Para a comunidade externa, apenas o serviço da Ouvidoria foi considerado regular, apresentando todas as demais em alto conceito. Diferente de outras edições, as ações que tiveram média inferior a 3,5 pontos na escala, foram reavaliadas e apontadas ações para sua melhoria. Por exemplo, no caso da Ouvidoria, já está sendo direcionado mais uma servidor para complementar os serviços do setor. Outro ponto que já deu resultado é a avaliação de todos os segmentos como sendo regular os serviços de internet wireless e, neste caso, foi apontada ação de melhoria e novos equipamentos estão sendo licitados. [caption id="attachment_86106" align="alignright" width="249"]Professor Alysson  Carvalho: evolução em diversos aspectos Professor Alysson Carvalho: evolução em diversos aspectos[/caption] Avanços consolidados A responsabilidade social da Instituição no que se refere à inclusão, ao desenvolvimento e ao bem-estar social da comunidade acadêmica e não acadêmica têm sido um dos pilares da administração. Neste sentido, tomando como exemplo as ações de assistência estudantil e comunitária, o documento destaca a realização de 2458 atendimentos no Ambulatório da UFLA, 1211 servidores beneficiados com a campanha de vacinação e 3733 medicamentos disponibilizados aos servidores, ações que não existiam antes de 2014. Os atendimentos odontológicos também deram um salto significativo, passando de 1676, para 3465 no período avaliado. Para o professor Alysson Massote Carvalho, membro representante da sociedade civil na CPA, o relatório 2014 aponta uma evolução em diversos aspectos, em especial no que se refere aos cuidados com a comunidade acadêmica, à preocupação com a qualidade aliada à ampliação de cursos e vagas e ao processo internacionalização. Ele destacou em sua apresentação que a UFLA saiu de 22 cursos em 2010, para 35 cursos em 2015. Os discentes com vínculo em programas de Iniciação Científica saiu de 851 para 1135 no mesmo período. Na pós-graduação, também houve aumento significativo de programas, sobretudo Mestrado, que passou de 20 em 2010, para 33 em 2015, incluindo 7 programas na modalidade Mestrado profissional. [caption id="attachment_86107" align="alignleft" width="249"]IMG_0016[1] Cleber Sales, representante dos técnicos administrativos na CPA[/caption]CPA A Comissão Própria de Avaliação, também denominada CPA, órgão de assessoramento da Reitoria, tem como atribuições, nos termos do artigo 11 da Lei no 10.861, de 14 de abril de 2004, a condução dos processos de avaliação internos da Instituição, a sistematização e a prestação das informações solicitadas pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP. A CPA é formada por membros eleitos, com representantes técnicos administrativos, estudantes, professores e da sociedade civil, sob a presidência da professora Carolina Valeriano de Carvalho. A existência da CPA é uma exigência legal (Lei n 10.861/2004), sendo um dos pré-requisitos do Ministério da Educação que compõem o Sistema de Avaliação do Ensino Superior (Sinaes), utilizado para autorização, reconhecimento de cursos e recredenciamento institucional. Presidente Carolina Valeriano de Carvalho Representantes do corpo docente Alessandro Teodoro Bruzi Fernanda Gomes e Souza Borges Representantes do corpo técnico-administrativo Adriano Higino Freire Cleber Tavares de Sales Representantes do corpo discente Wylcker Silva (graduação) Iberê Marti Moreira da Silva (pós-graduação) Representantes da sociedade civil Alysson Massote Carvalho Maria Imaculada de Almeida Curi    

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.