Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Premiação de Mostra Cultural sobre violências sexuais foi marcada por apresentações de dança e teatro na UFLA

Escrito por Ana Eliza Alvim | Publicado: Segunda, 08 Junho 2015 06:49 | Última Atualização: Segunda, 01 Junho 2015 14:50
image157Na sexta-feira (29/7), foram conhecidos os trabalhos vencedores da I Mostra Cultural sobre o “18 de maio” – Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A divulgação foi feita no Salão de Convenções da Universidade Federal de Lavras (UFLA). Estavam inscritos 210 trabalhos, distribuídos entre as modalidades poesia, slogan e desenho. Primeiro e segundo lugares de cada modalidade e de cada segmento de participantes foram premiados. Segundo a professora do Departamento de Educação (DED) que coordenou as atividades, Cláudia Ribeiro, as produções recebidas foram de alta qualidade. “Tivemos uma participação muito grande das escolas, com trabalhos maravilhosos”, afirmou. Foram inscritos trabalhos ligados a 21 escolas públicas de sete municípios da região. Além deles, houve participação de profissionais de Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e do Programa Trilhas Educativas de Alfenas. [caption id="attachment_87102" align="alignright" width="249"]image100 Apresentação de dança de grupo do Ceacad.[/caption] Antes do anúncio dos resultados, o público presente, superior a cem pessoas, participou de uma dança circular na área externa do Salão de Convenções. Na sequência, ocorreram apresentações de teatro e dança, protagonizadas por crianças e jovens do Centro de Atenção à Criança e ao Adolescente de Lavras (Ceacad). O professor Ailton de Mello, que atua em uma escola de Perdões (MG), deu continuidade às atividades, conduzindo as discussões sobre a questão das violências sexuais.  Na programação esteve também a apresentação de um peça encenada por alunos da Escola Estadual Dora Matarazzo. A organização do concurso foi feita pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid Pedagogia) e pelo grupo de pesquisa Relações entre a Filosofia e a Educação para a Sexualidade na Contemporaneidade – a problemática da formação docente (Fesex), mantendo relação com as atividades do Projeto Borbulhando, lançado na UFLA em 13/3. A Mostra foi promovida em parceria com o grupo de pesquisa Sexualidade e Escola da Universidade Federal do Rio Grande (Gese/Furg), no contexto do projeto “Observatório Brasileiro de Políticas Públicas de Promoção de Equidade de Gênero e Cidadania de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT) em Educação”. A coordenação geral foi feita pela professora Cláudia Ribeiro e a vice-coordenação pela professora Carolina Faria Alvarenga (DED). Modalidades e participantes da Mostra O concurso envolveu três modalidades (desenho, slogans e poesias) e cinco grupos de participantes: estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental, estudantes dos anos finais do ensino fundamental, estudantes do ensino médio, profissionais que atuam na educação básica/rede pública e profissionais do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e do Conselho Tutelar. [caption id="attachment_87101" align="alignright" width="249"]image064 Trabalhos selecionados receberam troféus, medalhas e prêmios, com apoio de parceiros do Projeto.[/caption] Avaliação e premiação A seleção dos melhores trabalhos foi realizada em caráter reservado, no DED, pelas comissões  julgadoras de cada modalidade. Foram cinco participantes em cada comissão, envolvendo representantes da comunidade externa, do Pibid e do Fesex. Os dois trabalhos classificados nas primeiras colocações de cada modalidade e de cada grupo de participantes foram premiados, recebendo, respectivamente, um tablet 7” (acompanhado de troféu) e um pen drive (acompanhado de medalha). Sobre o projeto Borbulhando O projeto Borbulhando – Enfrentamentos às violências sexuais nas infâncias no Sul de Minas Gerais - lançado em março deste ano na UFLA, é coordenado pela professora do Cláudia Maria Ribeiro e foi aprovado pelo edital do Programa de Extensão Universitária do Ministério da Educação (Proext/MEC/2015). Entre as ações do projeto está a formação técnica e política de professores da rede pública municipal de cidades que integram o Fórum Sul-Mineiro de Educação Infantil, e também de Conselheiros Tutelares dos respectivos municípios, tendo o combate à pedofilia como questão norteadora. De março até o momento, sete encontros já foram realizados com esse grupo. As capacitações são realizadas quinzenalmente, na UFLA. Ao todo, serão 80 horas de curso de formação, com encontros presenciais, atividades a distância, seminários, confecção de jogos e atividades com as crianças. A I Mostra Cultural sobre o “18 de maio” está inserida no Projeto. Os trabalhos inscritos ainda serão utilizados para compor exposições e outras ações que colaborem para as reflexões e o enfrentamento à violência e à exploração sexual de crianças e adolescentes. Conheça os trabalhos vencedores: MODALIDADE DESENHO [caption id="attachment_87104" align="alignright" width="249"]Trabalho premiado em 1º lugar na modalidade Desenho, de autoria de Mikaella Cristina Silva, da E.M. José Serafim - Anos finais do Ensino Fundamental. Trabalho premiado em 1º lugar na modalidade Desenho, de autoria de Mikaella Cristina Silva, da E.M. José Serafim - Anos finais do Ensino Fundamental.[/caption] Anos iniciais do Ensino Fundamental: 1º lugar - Mirela Dayane Jesuino (E.E Geraldo de Andrade Vilela, de Carmo do Rio Claro) e 2º lugar Alexandre dos Reis Silva (E. M. Manuel Pereira Ramalho, de Ribeirão Vermelho). Anos finais do Ensino Fundamental: 1º lugar - Gabriel Augusto Carvalho (E.E Azarias Ribeiro, de Lavras) e Mikaella Cristina Silva (E.M. José Serafim, Lavras). 2º lugar – Igor Fernando Hilário de Almeida (E.E. Geraldo de Andrade Vilela, de Carmo do Rio Claro), Fernanda Reis (E.M. Umbelina Avellar, de Lavras), Ana Laura Moreti de Souza Rosa (E.E.Tiradentes, de Lavras). Ensino Médio: 1º lugar – Jaine Aparecida Teixeira de Morais (E.E.Cinira Carvalho, de Lavras), Mizael Abdon de Jesus Miranda (E.E Cinira Carvalho, de Lavras) e Dener Gabriel do Carmo (E.E. Dora Matarazzo, de Lavras). 2º lugar – Jamilly Danielle (E.E. Azarias Ribeiro, de Lavras). MODALIDADE SLOGAN Anos iniciais do Ensino Fundamental: 1º lugar – Hian Vitor de Almeida Martins (E.E. Geraldo de Andrade Vilela, de Carmo do Rio Claro). 2º lugar – Mariana Dias Nascimento Vilela (E.M. Álvaro Botelho, de Lavras) e Ana Clara Pereira (Carmo do Rio Claro). Anos finais do Ensino Fundamental: 1º lugar – Junia Petra Oliveira Silva (E.M. Dra. Damina, de Lavras). 2º lugar – Giovana Mara Souza (E.M. Dra. Damina, de Lavras), Camila Santos Carvalho (E.M Pe. Dehon, de Lavras). Ensino Médio: 1º lugar – Mizael Abdon de Jesus Miranda (E.E. Cinira Carvalho, de Lavras). 2º lugar - Elizângela Aparecida de Oliveira Augusto (Escola Estadual João Batista Hermeto, de Lavras). MODALIDADE POESIA Anos iniciais do Ensino Fundamental: 1º lugar – Grabriel Andrade Chaves (E.E. Geraldo de Andrade Vilela, de Carmo do Rio Claro). 2º lugar – Henrique Silva Esteves (E.E. Geraldo de Andrade Vilela, de Carmo do Rio Claro) e Kaique Osvaldo Ferreira Nunes (E.E. Geraldo de Andrade Vilela, de Carmo do Rio Claro). Anos finais do Ensino Fundamental: 1º lugar – Bianca Moreira Lima (E.M.José Serafim, de Lavras) e Jéssica Aparecida Mariano (E.M. José Serafim, de Lavras). 2º lugar – Daniela das Dores Alves (E.M. José Serafim, de Lavras). Ensino Médio: 1º lugar – Fabrício Souza Andrade e Pâmela Patriarca Raimundo Campos (E.E. Dora Matarazzo, de Lavras). 2º lugar – Felipe Souza Soares (Colégio Tiradentes, de Lavras) e Sabrina Maria da Silva (E.E. de Macuco de Minas). Profissional da Educação Básica: Amanda Jackeline Santos da Silva (E.M. José Serafim, de Lavras).
Veja abaixo as fotos produzidas por Meysner Cristian Tavares.