Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

PET na Praça do último domingo (31/5) abordou "Mitos e Verdades da Produção Animal"

Escrito por Ana Eliza Alvim | Publicado: Segunda, 08 Junho 2015 12:36 | Última Atualização: Terça, 02 Junho 2015 11:19
Pet-na-praca-2Leite desnatado tem água? O ovo caipira é mais nutritivo que o de granja? Frango recebe hormônio? Muitas pessoas que passaram pela Praça Dr. Augusto Silva, no domingo (31/5), ouviram essas perguntas e puderam conhecer as respostas corretas. Com o desafio de falar sobre os mitos e as verdades da produção animal, membros do Programa de Educação Tutorial de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Lavras (PET MV/UFLA) montaram um estande no local para interagir com a população. Essa foi a segunda edição do “PET na Praça”, uma iniciativa que ocorrerá sempre no último domingo de cada mês, com o objetivo de desmistificar crenças equivocadas e levar informações corretas à população. Na primeira edição, o tema foi a guarda responsável de animais. Desta vez, com apoio de microscópio, material informativo, placas de cultura bacteriana, demonstração de parasitas e outros recursos, puderam orientar a população quanto ao consumo de produtos de origem animal. O tutor do PET-MV, professor Henrique Ribeiro Alves de Resende, acompanhou as atividades na praça e falou sobre o surgimento da Pet-na-praca-1iniciativa. “A ideia foi de estudantes do PET. O objetivo é tornar acessíveis à sociedade informações relevantes que, muitas vezes, ficam confinadas ao ambiente acadêmico. Como o PET trabalha com ensino, pesquisa e extensão, a criação desse canal de interação com a população foi oportuno”, disse. Para os organizadores, o objetivo tem sido atingido. “Quando preparávamos esta edição, um senhor nos procurou para dizer que as informações que recebeu no mês passado foram muito úteis a ele no trato com seus animais e que havia repassado todas elas à sua família. Com esses comentários, percebemos retorno positivo do público”, diz o professor Henrique.Pet-na-praca-3 O integrante do PET-MV Guilherme Chaves, que atuava no local, contou que uma boa parte das pessoas abordadas desconhecem as informações e ficam surpresas ao receber o material. “Esse é um sinal de que a informação realmente precisa circular mais. Estamos aqui para colaborar para isso”, comentou. A próxima edição do PET na Praça será em 28/6 e trabalhará com o tema “Doenças Veiculadas por Produtos de Origem Animal". Algumas respostas Confira as respostas às três perguntas da introdução deste texto. O conteúdo foi extraído do material informativo divulgado pelo PET-MV. Leite desnatado tem água? Não, o leite desnatado tem baixo teor de gordura, o que faz com que ele tenha, proporcionalmente, mais água que o leite integral ou semidesnatado. Mas essa água é do próprio leite. O ovo caipira é mais nutritivo que o de granja? Muitos acham que sim, principalmente pela diferença na cor da gema, mas em termos nutricionais, eles são idênticos. Frango recebe hormônio? Não! Além de não compensar financeiramente, a aplicação de hormônios teria que ser feita individual e diariamente, tornando o trabalho improdutivo. Fora essas questões, o frango não precisa de hormônio. O melhoramento genético empregado, e os avanços da nutrição desses animais, fizeram com que eles tivessem uma excelente capacidade de engorda, chegando ao peso de abate aos 42 dias.