Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

I Feira de Marketing Social e Mídias Alternativas foi realizada na segunda (15/6)

Escrito por Ana Eliza Alvim | Publicado: Quinta, 18 Junho 2015 14:58 | Última Atualização: Terça, 16 Junho 2015 14:45
marketing-social-femasAo chegarem nessa segunda-feira (15/6) ao Salão de Convenções da Universidade Federal de Lavras (UFLA), os participantes da I Feira de Marketing Social e Mídias Alternativas (I Femas) retiravam uma senha na entrada. No papel, não estava um número para sorteio ou para uma ordem de atendimento. O que o leitor encontrava eram fases sobre a importância da doação de medula óssea e da doação de sangue. A mensagem, inscrita em um suporte incomum, fazia com que as causas em questão despertassem mais a atenção do público. A ação foi apenas uma entre outras apresentadas durante o evento pelos alunos da disciplina Marketing Público, do curso de Administração Pública. As mídias não convencionais são suportes estratégicos para a promoção do marketing social, que objetiva gerar mudanças de hábito e comportamento na população, sempre com fins benéficos ao interesse público. Nesse sentido, a I Femas foi coordenada pelo  professor do Departamento de Administração e Economia (DAE) Denis Renato de Oliveira com o propósito de iniciar a discussão sobre o tema no ambiente acadêmico e apresentar o trabalho dos grupos de estudantes que cursaram a disciplina de Marketing Público neste semestre. Cada um dos dez grupos escolheu a temática social com a qual desejava trabalhar. Entre as propostas retratadas nos trabalhos estavam a parceria entre prefeituras e empresas privadas para manutenção de praças públicas, a conscientização para a importância da coleta seletiva e reciclagem do lixo, o cultivo de hortas comunitárias em áreas urbanas, a criação de aplicativo para mapeamento e combate à dengue, dentre outras. Além da exposição dos trabalhos, a Feira teve uma abertura oficial, com a presença do professor Denis; do subchefe do DAE, image004professor Luiz Marcelo Antonialli; e do pró-reitor de Extensão e Cultura, professor José Roberto Pereira, que representava o reitor da Universidade. Denis relatou que a realização a Feira era um projeto antigo, que veio sendo amadurecido ao longo dos anos e hoje se tornou realidade. “Agradeço aos estudantes da disciplina, que aceitaram o desafio e ajudaram a tornar o evento realidade”. Ele também realçou a importância do marketing social e das mídias alternativas para a modernização da gestão pública. [caption id="attachment_87728" align="alignright" width="249"]image028 Coordenadora do Projeto OI Kabum BH – Escola de Arte e Tecnologia, Paula Gontijo Martins, durante palestra na I Femas.[/caption] O professor Antonialli disse acreditar que a Femas será mais um evento de sucesso no calendário da UFLA. Ele parabenizou a todos pela organização e enfatizou a importância do tema. “A tentativa de mudar comportamentos em prol do bem público é muito louvável”, defendeu. “Com tantas causas de interesse social, esse é um campo aberto ao trabalho de vocês”, disse aos estudantes da Administração Pública. Antes de declarar a abertura dos trabalhos, o professor José Roberto lembrou que as mídias alternativas têm desempenhado função importante no país. “Essas mídias têm contribuído para o bem público, influenciando até mesmo decisões políticas”. Ele finalizou destacando a importância da reflexão sobre o papel e a responsabilidade social das instituições públicas. Na sequência, a coordenadora do Projeto OI Kabum BH – Escola de Arte e Tecnologia, Paula Gontijo Martins, proferiu palestra sobre os desafios e as limitações do marketing social, tendo como base sua experiência com gestão social e economia solidária. Para o estudante Diego Mutti Ferreira Cremasco, que participou das atividades da disciplina, a experiência valeu a pena. “É uma boa oportunidade para colocarmos em prática o que aprendemos sobre o marketing público”. Outra estudante, Eloisa Boanerges, realça a relevância do marketing social para a profissão. “No campo de públicas, é essencial que o administrador se preocupe com questões sociais. Esse foi um bom exercício”, relatou.