Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

I Virada Cultural foi realizada no fim de semana – apesar do frio intenso, público superou as expectativas

Publicado: Segunda, 13 Julho 2015 13:52 | Última Atualização: Segunda, 29 Junho 2015 15:03
[caption id="attachment_88867" align="alignleft" width="249"]Com entrada gratuita e aberta a toda comunidade, a Virada Cultural foi realizada no Campo da Associação Atlética Ferroviária Com entrada gratuita e aberta a toda comunidade, a Virada Cultural foi realizada no Campo da Associação Atlética Ferroviária[/caption] A noite deve ter sido a mais fria registrada no ano. Mas a I Virada Cultural, organizada pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE - Gestão “Na Pegada”) com o apoio da Universidade Federal de Lavras (UFLA) atingiu o objetivo: proclamar a arte e a cultura para um público diversificado de Lavras e região. Foram 18 horas de programação, a cada hora uma nova apresentação reuniu diferentes estilos musicais, teatro, intervenções de poesia e dança. No palco principal, o show do cantor, compositor e multi-instrumentista Beto Guedes, atraiu a atenção do público composto de fãs e jovens estudantes que ouviram pela primeira vez os sucessos que embalaram a geração anos 70, no antológico LP “Clube da Esquina”. Uma oportunidade para resgatar a admiração dos que já conheciam a sua obra e apresentar o músico mineiro aos mais jovens, que poderão pesquisar sua trajetória musical ao lado de uma turma talentosa, como Milton Nascimento, Wagner Tiso, Ronaldo Bastos e Toninho Horta. [caption id="attachment_88868" align="alignright" width="249"]No palco principal, o show do cantor, compositor e multi-instrumentista Beto Guedes No palco principal, o show do cantor, compositor e multi-instrumentista Beto Guedes[/caption] Com entrada gratuita e aberta a toda comunidade, a Virada Cultural foi realizada no Campo da Associação Atlética Ferroviária, na zona norte da cidade. Com público flutuante durante a programação, cerca de quatro mil pessoas participaram do evento. Viva a diversidade! O evento começou às 18 horas do sábado (27/6) e finalizou às 11h15 do domingo (28/6). Para afastar o frio, muita música, para todos os gostos!  A primeira atração foi do “Maracatu Baque do Morro”, seguida das seguintes apresentações: Trivinil (rock), Juaneiros (pop rock e MPB), CIA Causart (teatro), Ziriguidum (MPB e Samba), V de Ventura (Indie Rock), Beto Gudes ( MPB – palco principal), Sax and Beats, MCS BBoys ( Hip Hop), Pira e os Meliantes (Pop rock e MPB), Gastos Operários (Soul – regaae), Formiga Dub, Câmera Menta (Indie Rock), Cabelinho da Lua (samba Rock e Forró) e Grupo N’Atividade (Samba – Pagode). [caption id="attachment_88869" align="alignleft" width="249"]Banda Ziriguidum, formada por estudantes da UFLA: qualidade musical e repertório de primeira! Banda Ziriguidum, formada por estudantes da UFLA: qualidade musical e repertório de primeira![/caption] O reitor da UFLA, professor José Roberto Scolforo, fez questão de assistir ao show principal do evento, Beto Guedes, e considerou a iniciativa dos estudantes de incentivo à cultura muito bem-vinda. “Temos que enfrentar os excessos típicos da juventude com a oferta sistemática de eventos culturais e esportivos. O equilíbrio entre educação e cultura colabora para a formação de um profissional diferenciado para o mercado de trabalho”, considerou. Para a estudante Bruna Alvarenga Pontes, uma das organizadoras do evento no DCE, a avaliação é extremamente positiva. Não houve nenhuma ocorrência e as atrações foram muito bem recebidas pelo público, que superou a expectativa do grupo organizador. Ela comentou que a ideia de promover atividades culturais, em sintonia com a Direção Executiva da UFLA, só tendo a beneficiar a comunidade acadêmica e lavrense. Destaques [caption id="attachment_88870" align="alignright" width="249"]No palco da I Virada Cultural, Companhia de Teatro CausArte  apresentou o espetáculo Cordel Estradeiro No palco da I Virada Cultural, Companhia de Teatro CausArte apresentou o espetáculo Cordel Estradeiro[/caption] Todas as atrações foram bem elaboradas e agradaram a um público definido. Destaque para a qualidade musical da Banda Ziriguidum, formada por estudantes da UFLA e para a Companhia de Teatro CausArte. Elas representam a diversidade cultural da comunidade acadêmica, em especial, dos estudantes que chegam a Lavras, de diferentes regiões do País. A Companhia de Teatro CausArte tem pouco mais de um ano, formada por atores amadores da Universidade que se juntaram para disseminar a arte da encenação. No palco da I Virada Cultural, o grupo independente apresentou o espetáculo Cordel Estradeiro, uma colagem de textos do próprio grupo inspiradas em peças de Ariano Suassuna, poemas do poeta paraibano Manoel Xudu Sobrinho (1932 – 1985) – mestre do repente e outros representantes da literatura de cordel. “Estamos caminhando com esforço do próprio grupo. Essa é uma oportunidade para que a cidade possa conhecer o grupo e que possa ter mais atividades culturais na cidade, pois sentimos muita falta disso aqui”, avaliou Lorrayne Gabrielle, estudante e integrante do grupo. [caption id="attachment_88871" align="alignleft" width="249"]Primeira edição foi realizada com sucesso, segurança e boa música para todos os gostos! Primeira edição foi realizada com sucesso, segurança e boa música para todos os gostos![/caption] Depoimentos  “Eu canto sozinho há uns dois anos, a banda Trivinil tem apenas um mês de formação. Essa foi nossa primeira apresentação em público. Gostamos bastante da experiência, e o som estava com muita qualidade”. Ricardo Oliveira, 23 anos, vocalista da banda Trivinil (primeira a se apresentar na Virada Cultural) “Gostei muito da iniciativa, porque em Lavras geralmente não tem muito incentivo à cultura. A Virada Cultural me proporcionou uma experiência diferente, com diversos tipos de atrações”. Isabela Almeida, 16 anos, estudante  “É interessante ter em Lavras eventos desse porte, que além de bandas musicais também conte com apresentações culturais, como o Maracatu, peças teatrais, e até mesmo exclamação de poesias. Apesar do frio, fiquei o máximo que consegui e gostei de tudo que presenciei”. Maria Aparecida de Souza, administradora, 45 anos
Texto produzido com a colaboração de Camila Caetano (jornalista – bolsista/ASCOM
Fotos: Cibele Aguiar, Camila Caetano (Bolsista/ASCOM) e Leonardo Assad (Bolsistas/ASCOM). Clique na galeria correspondente, clique na primeira foto e siga a seta para abrir as demais em tamanho expandido. As fotos são postadas com baixa resolução para democratização do acesso. Caso queira alguma foto em especial, mande e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Fotos Cibele Aguiar (atrações) Fotos Leonardo Assad (público) Fotos Camila Caetano

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.