Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

CBAgro discute o desafio do uso sustentável dos biomas brasileiros

Escrito por Ana Eliza Alvim | Publicado: Quinta, 03 Setembro 2015 09:08 | Última Atualização: Segunda, 24 Agosto 2015 15:22
estaA noite de domingo (23/8) foi de programação científica na Universidade Federal de Lavras (UFLA).  Teve início o XIX Congresso Brasileiro de Agrometeorologia (CBAgro 2015), com um público presente de mais de 300 pessoas. O evento terá duração de seis dias, período em que estará em pauta a inter-relação entre o clima e a agricultura. Guiados pelo tema Agrometeorologia no século 21: O desafio do uso sustentável dos biomas brasileiros, vinte e nove palestrantes – brasileiros e estrangeiros – darão suas contribuições às discussões. Além deles, outras dezenas de participantes enriquecerão as atividades por meio das apresentações de trabalhos e durante os workshops programados. O CBAgro é promovido a cada dois anos pela Sociedade Brasileira de Agrometeorologia (SBA) e, em 2015, a organização é feita pela UFLA, em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais (IFSuldeMinas) e com a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig). De acordo com a organização, 550 pessoas registraram suas inscrições no site do evento e, até o início das atividades, cerca de metade delas já havia confirmado a participação. A expectativa é de que durante a semana outras confirmações ainda ocorram. Participantes de diferentes regiões do país e do mundo estão presentes. A mesa de honra da cerimônia oficial de abertura foi composta pelo reitor da UFLA, professor José Roberto Soares Scolforo; pelo reitor do IFSuldeMinas, professor Marcelo Bregagnoli; pelo presidente do XIX CBAgro e professor do Departamento de Engenharia (DEG/UFLA), professor Luiz Gonsaga de Carvalho; pelo chefe da unidade regional da Epamig, Rogério Antônio Silva; pela presidente da SBA, Denise Cybis Fontana; pelo chefe do DEG/UFLA, Carlos Eduardo Silva Volpato e pelo presidente do Conselho Regional de Engenharia  e Agronomia (Crea-MG), Jobson Nogueira de Andrade. De maneira geral, as autoridades enfatizaram a importância do evento e do tema que está em debate. Professor Scolforo mencionou a dedicação da UFLA aos projetos de sustentabilidade e ressaltou que os benefícios desses investimentos se estendem à economia de recursos. Dessa forma, enfatizou a relevância da programação do evento e a satisfação em realizá-lo na instituição. “Essa universidade, que teve participação histórica no desenvolvimento da agricultura brasileira a partir dos conhecimentos nela gerados no decorrer do tempo, deve continuar sua caminhada para ajudar no desenvolvimento do país e no retorno à população”. Já o professor Marcelo, do IFSuldeMinas, relatou orgulho em participar, ao lado das demais instituições, da organização do Congresso. “Tenho certeza de que a escolha do tema não poderia ter sido mais acertada. Embora a preocupação com a alimentação da população mundial tenha despertado a atenção de Thomas Malthus há mais de 200 anos, o assunto permanece atual e nós permanecemos em débito com o planeta. Precisamos de ações proativas na construção do saber em relação aos recursos naturais. Esse evento tem muito a contribuir”, disse. Rogério também destacou a satisfação da Epamig por estar inserida na organização. Jobson, do Crea-MG, lembrou os desafios da sociedade atual no que se refere ao aumento populacional, à geração de energia elétrica, ao combate à pobreza, à produção de alimentos. Para ele, a comunidade acadêmica assume uma responsabilidade frente a esses desafios, e a realização do evento é parte importante de sua mobilização. De acordo com o professor Gonsaga, que preside a organização do CBAgro 2015, os trabalhos para a realização do Congresso na UFLA começaram em 2011, quando foi feita a proposta para que a Universidade sediasse esta edição do evento. Em 2013, na edição ocorrida em Belém (PA), a instituição foi escolhida. “Para que esse sonho fosse possível, trabalhamos intensamente nesses últimos quatro anos. Conseguimos vencer os desafios da crise econômica atual, captar recursos e mobilizar as pessoas. Por isso, agradecemos aos parceiros, apoiadores e toda a equipe ”. O CBAgro 2015 terá 362 trabalhos apresentados em pôster e 49 na modalidade oral. Homenagens [caption id="attachment_93407" align="alignleft" width="249"]image073 A professora Odete Cardoso (à esq.) foi uma das homenageadas. Ela está acompanhada da presidente da SBA, Denise Denise Cybis Fontana.[/caption] Durante a solenidade de abertura, cinco pesquisadores brasileiros e sócios da SBA - que se destacaram na área de Agrometeorologia pelos trabalhos realizados - foram homenageados com a Láurea Sérgio Wstphalen . A honraria foi instituída em 1993 durante a 18ª edição do CBAgro e seu título faz menção a um professor que ofereceu contribuição expressiva à área. Neste ano, foi homenageado um pesquisador de cada região brasileira: Homero Bergamaschi (UFRGS); Odete Cardoso de Oliveira Santos (UFPA); Gilberto Chodaku Sediyama (UFV); Silvando Carlos da Silva (Embrapa Arroz e Feijão) e Pedro Vieira de Azevedo (UFCG). Antes de entregar as  homenagens, a presidente da SBA enfatizou a grande expectativa para o evento. “Esta é uma oportunidade para que possamos diminuir as distâncias entre as ilhas de saber – que são as diferentes instituições – de maneira a encontrar caminhos para que o conhecimento chegue onde deve estar: à disposição das comunidades”, disse Denise. Finalizando as atividades de abertura, foi também realizada uma homenagem póstuma ao professor da Esalq/USP Nilson Villanova, falecido em abril deste ano. Primeira palestra [caption id="attachment_93408" align="alignleft" width="249"]image093 Primeiro palestrante do evento: Mannava Sivakumar.[/caption] O conteúdo científico do CBAgro2015 começou a ser abordado pelo editor chefe da revista Weather and Climate Extremes (Elsevier) e consultor sênior do Banco Mundial e Organização Meteorológica Mundial, Mannava Sivakumar.  Segundo o palestrante, o crescimento da população mundial a partir de 1950 e os impactos dos eventos climáticos são verdadeiros desafios. “A agricultura precisa responder bem a esses eventos, produzindo mais sem comprometer o meio ambiente. É particularmente importante que o conhecimento científico produzido possa ser útil ao agricultor, que deve estar inserido também nas discussões”.   Ao final do dia de abertura, foi promovido um coquetel de boas-vindas para todos os convidados e congressistas, com a presença da banda Preludium. Consulte a programação completa no site do CBAgro, assim como a relação de palestrantes e outras informações. Na programação, o dia 28/8 foi reservado para viagens culturais na região, pelas quais os participantes poderão optar.

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.