Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

UFLA e Auburn University formalizam parceria e avançam em estudos sobre aprendizagem motora humana

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Terça, 06 Outubro 2015 08:32 | Última Atualização: Quarta, 23 Setembro 2015 09:04
[caption id="attachment_102032" align="alignleft" width="249"]Assinatura do protocolo de intenções entre UFLA e Auburn University. Sentados da esquerda para a direita: prof. Marco Antônio, prof. Alessandro Bruzi e a signatária pela School of Kinesiology Dr. Betty Lou Whitford, diretora do College of Education da Auburn University. De pé: Matthew Miller e Mary Rudisill, professor e diretora da School of Kinesiology, respectivamente. Assinatura do protocolo de intenções entre UFLA e Auburn University. Sentados da esquerda para a direita: prof. Marco Antônio, prof. Alessandro Bruzi e a signatária pela School of Kinesiology Dr. Betty Lou Whitford, diretora do College of Education da Auburn University. De pé: Matthew Miller e Mary Rudisill, professor e diretora da School of Kinesiology, respectivamente.[/caption] Os professores do Departamento de Educação Física da Universidade Federal de Lavras (UFLA) Alessandro Teodoro Bruzi e Marco Antônio Gomes Barbosa, estiveram na Auburn University (Auburn – AL, EUA) para a formalização de uma parceria entre a UFLA e a School of Kinesiology (Escola de Ciência do Movimento Humano). O encontro durou 14 dias, entre 28 de agosto e 15 de setembro. A assinatura do protocolo de intenções permitirá que haja intercâmbio acadêmico de professores, técnicos administrativos e discentes em diferentes tipos de ações. Em termos de estrutura e inovação científica, a School of Kinesiology da Auburn University está ranqueada entre as principais instituições de pesquisa e formação acadêmica nos Estados Unidos. “A parceria poderá render bons frutos em ações de pesquisa, mobilidade estudantil e na formação docente em nível de pós-doutorado”, relata o professor Alessandro. O professor Alessandro também destaca o excelente desempenho acadêmico dos estudantes Mariane Bacelar e Paulo Mesquita, ambos do curso de bacharelado em Educação Física, durante a participação no Programa Ciências sem Fronteiras, na School of Kinesiology da Auburn University. Esse desempenho foi um ponto bastante considerado pela diretora da unidade para a formalização do convênio. Para o diretor de Relações Internacionais, professor Antônio Chalfun Júnior, a parceria contribui para destacar a UFLA em novas àreas do conhecimento, diferente da temática agrária em que já é reconhecida. "A parceria com Auburn University fortalece nosso Programa de Internacionalização, ampliando as oportunidades para nossa comunidade acadêmica", considerou.   Intercâmbio Na avaliação do professor Marco Antônio, o intercâmbio de conhecimentos foi uma experiência importante para o seu aprimoramento técnico-científico, além de uma excelente oportunidade para o estabelecimento de parceiras e de cooperação entre as instituições. Os professores aproveitaram a ocasião para acompanharem o desenvolvimento de dois experimentos. O primeiro deles, delineado pelos professores Alessandro Bruzi e Keith Lohse, do Motor Learning Lab. “Trata-se de uma investigação sobre os efeitos do controle do aprendiz em relação aos níveis de dificuldade da tarefa que está sendo aprendida em um ambiente virtual”, afirma o professor Alessandro. Ele explica, que a opção do ambiente virtual pelo professor Lohse deve-se a essa condição ter sido muito explorada no treinamento militar e em situações de reabilitação. Já o segundo experimento é desenvolvimento pelo professor Matthew Miller e seu orientado brasileiro Marcos Daou, relacionado à compreensão do processo de aprendizagem motora de indivíduos cuja expectativa é aumentada em função da necessidade de ensinar o conteúdo aprendido para outro indivíduo. Como tudo começou [caption id="attachment_102031" align="alignleft" width="249"]Prof. Alessandro Bruzi e duas orientadas do professor Lohse conduzindo o experimento que trata do autocontrole do nível de dificuldade da tarefa virtual que está sendo aprendida Prof. Alessandro Bruzi e duas orientadas do professor Lohse conduzindo o experimento que trata do autocontrole do nível de dificuldade da tarefa virtual que está sendo aprendida[/caption] O estudo da parceria teve início em 2014, quando o professor Alessandro Bruzi esteve em Auburn, por 25 dias, desenvolvendo uma pesquisa experimental com o professor Matthew Miller, no Psychophysiology Exercise Performance Lab, envolvendo os processos subjacentes à aprendizagem motora humana. Posteriormente, o manuscrito descrevendo todo o experimento foi publicado na principal revista da área denominada Human Movement Science, cujo JCR dos últimos cinco anos é de 2.255. “O estudo, que envolveu análise da atividade cerebral dos aprendizes, inovou significativamente o conhecimento da área ao concluir que seres humanos aprendem melhor novas habilidades motoras por realizarem operações cognitivas distintas quando estão no controle de determinado aspecto da prática”, comenta o professor Alessandro Bruzi. O artigo pode ser acessado na íntegra por meio do seguinte endereço: http://dx.doi.org/10.1016/j.humov.2015.06.013 [caption id="attachment_102030" align="alignnone" width="558"]estudos-atividade-motora A figura da esquerda ilustra o contexto experimental e a da direita evidencia a superioridade no envolvimento cognitivo dos aprendizes da condição de prática autocontrolada em relação aos demais.[/caption]
Texto: Camila Caetano – jornalista, bolsista/UFLA

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
Coronavírus Covid-19: É importante de informar e prevenir. ufla.br/coronavirus
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.