Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Confira os lançamentos das editoras universitárias

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Domingo, 30 Setembro 2007 21:00 | Última Atualização: Domingo, 30 Setembro 2007 21:00

“Fragmentos órficos”, Gabriela Guimarães Gazzinelli – reúne fragmentos órficos de cunho esotérico que se preservaram até os nossos dias. São eles o Papiro de Derveni, o Papiro de Gurob, as lâminas de ouro e as placas de osso de Ólbia. Encontram-se nos fragmentos temas da religião de mistério que serão acolhidos pela filosofia grega, em especial aqueles relativos à alma e ao seu destino post mortem. Os fragmentos revelam, pois, e de maneira indubitável, a expressiva contribuição do orfismo para o pensamento antigo. (UFMG)

“Movimento estudantil brasileiro e a Educação Superior”, Michel Zaidan Filho e Otávio Luiz Machado (orgs) – O presente volume reúne textos importantes que tratam da memória do movimento estudantil brasileiro sob a ótica de diversos profissionais, tais como: historiadores, sociólogos, psicanalistas, antropólogos, cientistas políticos, críticos de arte, jornalistas e pesquisadores. (UFPE)

´Método Meir Schneider de Autocura (Self-Healing)”, Jussara de Mesquita Pinto e Léa Beatriz Teixeira Soares – O método Meir Schneider de autocura enfatiza a consciência corporal, os recursos terapêuticos utilizados pelas pessoas em tratamento e a alteração em seus modos de vida. O nome do método utilizado no Brasil deriva do seu desenvolvedor, o ucraniano Meir Schneider.O objetivo é ativar as vias neurais, criar melhores condições para o funcionamento fisiológico e, com isto, possibilitar a recuperação de deficiências ou compensar perdas que já aconteceram. (UFSCAR)

“Gênero & Sexualidade: Perspectivas em Debate”, Charliton Machado e Maria Lúcia Nunes – O livro foi elaborado sobre três eixos: o epistemológico conceitual, o historiográfico e o literário, segundo as explicações do professor Charliton Machado. Desenvolvida a partir de debates em fóruns internacionais, nacionais e regionais, o livro Gênero & Sexualidade: Perspectivas em Debate reúne autores de universidades federal e estadual da Paraíba. (UFPB)

“Brasil como Império Independente: analisado sob o aspecto histórico, mercantilístico e político”, Georg Anton von Shäfer, tradução Artur Blásio Rambo – a obra retrata um país que supera a condição de colônia de Portugal, para tornar-se um Império Independente. Uma transformação de tamanho alcance e profundidade que veio acompanhada de tensões e conflitos, manifestações inevitáveis de ressentimento, descontentamento e revolta contra os colonizadores. Publicada originalmente em alemão, em 1824, a obra ganha sua primeira tradução para o português através do trabalho de Arthur Bl. Rambo, que também a apresenta e anota. (UFSM)

“De escravo a cozinheiro: colonialismo e racismo em Moçambique”, Valdemir Zamparoni – a obra teve seu primeiro lançamento em Salvador, no Centro de Estudos Afro-Orientais, em junho deste ano, através da Editora da Universidade Federal da Bahia (Edufba). A narrativa situa o sul de Moçambique entre 1890 e 1940. O autor, através de documentos históricos e, principalmente, da imprensa moçambicana, mostra como foi o processo de desagregação dos africanos e aponta as convergências e as divergências do colonialismo. (UFBA)

´Metamorfose de um corpo andarilho: busca e reencontro do algo melhor´, Carlos Alberto Coelho – o livro é resultado da tese de doutorado do professor Carlos, cursada no programa de Pós-Graduação em Psicologia Social na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e defendida em 2005. A obra traz contribuições para o universo da pesquisa tanto nos cursos de graduação como nos cursos de pós-graduação. (UFJF)

“Decida você como e quanto viver”, Renato Maia Guimarães – A partir dos 25 ou 30 anos de vida, o ser humano perde 1% da capacidade funcional a cada ano. Mas uma alimentação saudável e a prática de exercícios físicos retardam esse processo natural de envelhecimento. Já a obesidade e o sedentarismo o aceleram. Essas questões são analisadas no livro. (UnB)

“Olhar, saber, representar – sobre a representação em perspectiva”, Cláudia Flores – o livro nos brinda com os momentos mágicos da história da arte na formação de nosso modo de olhar e representar em perspectiva. Com muita acuidade teórica e delicadeza narrativa, cerca de setenta obras clássicas do Renascimento são desmontadas e remontadas para focalizar a emergência do regime de representação que se instaurou como modo de perceber e dar a conhecer o mundo real. A questão central é o reconhecimento de que a elaboração e a transmissão de saberes têm se beneficiado enormemente do recurso das imagens. (UFSC)

“Gastos e consumo das famílias brasileiras contemporâneas”, Tatiane Menezes (Org.) – reúne estudos sobre as mudanças no gasto e no consumo das famílias brasileiras, baseados nas três Pesquisas de Orçamento Familiar (POF) e reunidos no livro lançado pelo Ipea, no mês de junho. O livro, em dois volumes, está disponível na internet, no site do Ipea – www.ipea.gov.br , reunindo conjunto de artigos sobre os hábitos de consumo do brasileiro. (UFPE)

(Lilian Saldanha - Assessoria de Comunicação da Andifes)

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.