Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Professor da Universidade de Lancaster realiza visita técnica durante a semana na UFLA

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Segunda, 05 Outubro 2015 15:09 | Última Atualização: Sexta, 02 Outubro 2015 09:08
[caption id="attachment_102336" align="aligncenter" width="612"]O pesquisador John Quinton (Lancaster Environmental Centre) ministra palestra no DCS/UFLA O pesquisador John Quinton (Lancaster Environmental Centre) ministra palestra no DCS/UFLA[/caption] O chefe de pesquisa do Lancaster Environmental Centre (Universidade de Lancaster, Reino Unido), John Quinton, visita a Universidade Federal de Lavras (UFLA) nesta semana. John, que passou os últimos 25 anos trabalhando na compreensão dos processos de erosão do solo que degradam suas funções, ministrou a palestra “Soil water: at the nexus of food production and environmental quality”, na manhã de terça-feira (29/9), no Anfiteatro do Departamento de Solos (DCS/UFLA). A visita integra as ações de internacionalização do Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo (PPCS). “O pesquisador está retribuindo a visita que realizamos em Lancaster em outubro de 2014, em que tive a oportunidade de fazer contato com vários professores da área de Ciência do Solo, do Lancaster Environmet Centre. Atualmente estamos orientando alunos de pós-graduação na modalidade de dupla titulação UFLA/Lancaster”, explica o professor do DCS da UFLA Marx Leandro Naves Silva. [caption id="attachment_102337" align="alignleft" width="249"]Participaram da palestra docentes e discentes interessados nos conhecimentos do pesquisador. Mais de cem pessoas compareceram à palestra, realizada no anfiteatro do DCS. Participaram da palestra docentes e discentes interessados nos conhecimentos do pesquisador. Mais de cem pessoas compareceram à palestra, realizada no anfiteatro do DCS.[/caption] Em sua palestra, John Quinton apresentou a importância da interação da água com o solo para a produção de alimentos e manutenção da qualidade dos recursos hídricos. “Armazenamento de água no solo é fundamental para a produção agrícola. A capacidade do solo de armazenar água para uso posterior por plantas tem sido utilizada por agricultores há muitos anos”, comenta, ressaltando que em muitos países a extração da água é quase toda voltada para o uso agrícola. John Quinton enfoca em suas pesquisas que os sistemas de captação de água da chuva, como os usados ??pelos nabateus, há mais de 2 mil anos, ainda são encontrados em uso hoje. “Exemplos reforçam o crescimento da cultura, devido à melhoria do abastecimento de água, que são encontrados em todas as partes semiáridas e áridas da Terra”. Além disso, para o pesquisador, novas abordagens para a gestão de compactação em pastagens são urgentemente necessárias. “Recente trabalho no Reino Unido demonstrou a prevalência de danos estruturais na superfície do solo, provocados por máquinas e animais que o atravessam em condições pobres. O dano reduz as taxas de infiltração e aumenta o escoamento superficial”, explica em seus trabalhos. Ele relatou ainda que o solo é um filtro vital, que evita danos aos ecossistemas e reduz de maneira significativa o custo do tratamento da água. Para garantir que os solos sejam capazes de continuar a cumprir essas funções vitais são necessárias ações em todos os níveis: “Investigação para apoiar a nossa compreensão das interações de água no solo; medidas de gestão concretas para melhorar o funcionamento de água no solo; e o desenvolvimento de ferramentas de previsão que podem fornecer avaliações da condição do solo e seu potencial”. John Quinton esteve na Universidade durante toda a semana. Na ocasião, ele visitou as instalações do Laboratório de Conservação do Solo e Água, conheceu as áreas de pesquisa da UFLA com relação ao Manejo e Conservação do Solo e da Água; Física do SoloQuímica do Solo; Microbiologia do Solo, dentre outras. Conheceu também o Programa Conservador de Águas em Extrema/MG. Professor John Quinton O professor possui mais de 75 publicações em revistas (ver link), incluindo um dos trabalhos mais citados na área, que descreve o modelo de erosão do solo Europeia (Eurosem). Além disso, artigos mais recentes do pesquisador examinam as relações globais entre a erosão do solo e a ciclagem de nutrientes e carbono.Os estudantes de doutorado supervisionados por John trabalham sobre uma série de temas relacionados com o funcionamento do solo, como a poluição difusa, o rastreamento e a degradação. Sua equipe de pesquisa atual inclui alunos do Brasil, Irã, Malásia e Reino Unido. Parceria entre UFLA e Lancaster A UFLA e a Lancaster University mantém o programa de Titulação Simultânea, que consiste na orientação conjunta de estudantes brasileiros e ingleses em nível de doutorado, por parte de pesquisadores de ambas as instituições. Os estudantes envolvidos no Programa desenvolvem obrigatoriamente um ano de seu doutorado na instituição estrangeira, sendo considerado oficialmente estudante e com diploma reconhecido pelas duas instituições. No Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo, em dupla titulação com a Lancaster, o professor Marx Leandro relata que o estudante Pedro Lima, já está com sua defesa agendada para este ano. Além disso, outros dois estudantes já estão com viagens agendadas (Bernardo Cândido e Diego Bispo) e há mais três potenciais candidatos com linha de estudo em discussão. “Os estudos estão relacionados ao uso de Drones no estudo de erosões, uso da técnica de Fingerprint no rastreamento da erosão hídrica, modelagem da erosão hídrica em Sub bacias hidrográficas, assoreamento de reservatórios por erosão hídrica e perdas de nutrientes por erosão hídrica em sistemas de manejo de oliveiras e no Programa Produtor de Águas de Extrema, MG”, explica o professor Marx.
Texto: Camila Caetano – jornalista, bolsista/UFLA
 

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.