Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Semeando Saúde na Praça orientou sobre plantas medicinais

Publicado: Segunda, 26 Outubro 2015 10:19 | Última Atualização: Quinta, 22 Outubro 2015 13:35
semeando1Na manhã dessa terça-feira (21), membros dos Núcleos de Estudo em Plantas Medicinais, Aromáticas e Condimentares (Nemac) e em Produtos Naturais (Nepron) estiveram na Praça Dr. Augusto Silva, no Centro de Lavras, orientando a população sobre o uso de plantas medicinais. Além de explicarem sobre os mitos relacionados a essas espécies, eles distribuíram 300 mudas e 100 brindes durante o evento Semeando Saúde na Praça. “O principal mito que envolve as plantas medicinais é o de que elas não possuem funcionalidade terapêutica”, afirma a presidente dos Núcleos, Fernanda Ventorim Pacheco: “Pesquisas feitas na UFLA, e em outras instituições nacionais e internacionais, comprovam a eficiência terapêutica das plantas medicinais para uma grande variedade de doenças”. O grupo distribuiu mudas (orégano, alfazema, céu-estrelado, atroveran, tomilho e menta) e orientou sobre a aplicação. Também realizou um questionário para traçar o perfil de uso de plantas medicinais pela população, a fim de conhecer quais as espécies mais utilizadas, a forma de aquisição e os hábitos de uso. O evento também chamou a atenção para outro mito: o de que as plantas medicinais não são capazes de causar efeitos colaterais. “Se usadas incorretamente – em grande quantidade ou para uma finalidade diferente daquela para a qual são indicadas, por exemplo – podem ocasionar intoxicação e outros males”, alerta Fernanda. semeando3Por isso, também foi falado sobre como identificar as espécies. Há plantas fisiologicamente parecidas, mas que têm propriedades distintas. Como a citronela, que pode ser usada como inseticida, e o capim-limão, calmante. Outro ponto ressaltado no evento foi que a aplicação das espécies com propriedades medicinais vai além dos chás, como por meio de aromaterapia e de emplastros.   Ciclo de Palestras Os Núcleos realizarão, de 25 a 26 de novembro, o 8º Ciclo de Palestras em Plantas Medicinais, que abordará desde o processo de obtenção das espécies até a produção de medicamentos derivados delas.  

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.