Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Pet Engenharia de Alimentos orienta empresas de Lavras e região

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Quarta, 28 Outubro 2015 14:29 | Última Atualização: Quarta, 28 Outubro 2015 06:44
[caption id="attachment_103476" align="alignright" width="249"]Integrantes do Pet Engenharia de Alimentos apresentam o Procedimento Operacional Padrão à empresa Galdino Alimentos Integrantes do Pet Engenharia de Alimentos apresentam o Procedimento Operacional Padrão à empresa Galdino Alimentos[/caption] Por meio do projeto extensão “Transferência de Conhecimento” a equipe do Pet Engenharia de Alimentos da Universidade Federal de Lavras (UFLA) realizou neste ano um Procedimento Operacional Padrão (POP) para a empresa Galdino Alimentos/Lavras e ainda um treinamento para seus colaboradores. O projeto tem como objetivo aumentar o contato entre os estudantes e as micro e pequenas empresas de Lavras e região, visando o compartilhamento de informações e inovações da UFLA nas empresas. Neste sentido, o conhecimento adquirido nas disciplinas do curso de Engenharia de Alimentos foi colocado em prática para solucionar os problemas da Galdino Alimentos. “O projeto beneficiou os petianos, que adquiriram experiência profissional e a empresa com elaboração de POPs e treinamentos para os colaboradores”, relata André Kobayashi, integrante do Pet Engenharia de Alimentos. O projeto ‘Transferência de Conhecimento’ tem como responsável e tutor, João de Deus Souza Carneiro, professor do Departamento de Ciência dos Alimentos na UFLA. Desde 2014, o projeto busca um intercâmbio entre universidade e empresas, realizando treinamentos e por consequência adquirindo um contato mais próximo com a indústria. “O projeto iniciou no começo de 2014, quando entramos em contato com algumas empresas, e dois membros do PET realizaram um estágio não-remunerado nas empresas Verde Campo e Nutrili”, comenta André. [caption id="attachment_103477" align="aligncenter" width="612"]pet_eng_galdino2 Petianos trocam informações práticas e teóricas com os integrantes da empresa Galdino[/caption]
Camila Caetano – jornalista, bolsista/UFLA

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.