Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Estudante de Nutrição da UFLA alcança reconhecimento de destaque em instituição americana

Escrito por Ana Eliza Alvim | Publicado: Segunda, 16 Novembro 2015 14:43 | Última Atualização: Terça, 03 Novembro 2015 12:56
loyolaVencer as dificuldades de se comunicar o tempo todo em outro idioma, estar aberto a experimentar um sistema novo de ensino, conviver com as inseguranças de viajar para outra parte do mundo sozinho e, muitas vezes, pela primeira v ez: esses desafios vividos pelo estudante que participa do Programa Ciência sem Fronteiras (CsF) somam-se à expectativa e à empolgação com as novas experiência que virão. As histórias ficam ainda mais ricas quando o aluno alcança um reconhecimento de destaque na instituição de ensino que frequenta no exterior. É o caso da estudante de Nutrição da Universidade Federal de Lavras (UFLA) Aline Cristina Diogo. Por seu desempenho acadêmico, ela acaba de ter seus méritos reconhecidos na Loyola University Chicago, nos Estados Unidos. Aline será a primeira aluna brasileira a fazer parte da The Society for Collegiate Leadership & Achievement (SCLA), uma organização que congrega estudantes, homenageando seu desempenho e capacitando-os para serem líderes. Ela foi indicada para integrar a SCLA pela Loyola University Chicago com base em seus resultados acadêmicos (GRA, equivalente ao Coeficiente de Rendimento Acadêmico na UFLA - CRA). Esse índice leva em consideração as notas que ela tem obtido nas disciplinas cursadas na instituição americana, trabalhos realizados e também participação em projetos voluntários na área de Nutrição. “Já participei de ações voluntárias em escolas públicas de Chicago e também  com moradores de rua”, relata Aline. Para a coordenadora do curso de Nutrição da UFLA, professora Sandra Bragança Coelho, o reconhecimento alcançado por Aline reflete seu esforço pessoal, e também o esforço de todo o corpo docente do Departamento de Nutrição (DNU). “É com grande alegria e admiração que os professores do curso receberam essa notícia. Esperamos que a vitória de Aline inspire ainda mais nossos alunos a se esforçarem para levar o nome do DNU e da UFLA o mais longe possível”, comentou. A estudante também não se esqueceu de dividir a conquista com a comunidade da UFLA. “Fiquei muito feliz ao ser nomeada. Sinto imensa gratidão pelo apoio que sempre tive dos meus familiares, amigos e professores da UFLA. Os professores Sandra Coelho, Michel D’Angeles e Carolina Valeriano confiaram em mim e se propuseram a escrever cartas de recomendação para que eu fosse aceita por uma universidade americana.” Um pouco mais sobre a experiência da estudante Aline, que é do município de Andradas (MG), ingressou na UFLA no segundo período letivo de 2010. Conta que sempre teve o sonho de fazer intercâmbio, o que se tornou realidade por meio do CsF. As atividades no exterior começaram em agosto de 2014 e vão até dezembro deste ano. Ela relata grande aprendizado com a participação no Programa, tanto no campo acadêmico, quanto pessoal. “Posso afirmar que foi umas das melhores escolhas que poderia ter feito. Passamos a conviver não só com a cultura  americana, como também com outras culturas, e isso nos enriquece muito.” A estudante conta que a rotina de estudos tem sido intensa e exige muita dedicação.  “Tenho testes todas as semanas, o que mantém todos os estudantes em um ritmo constante de estudo; os testes são realizados em um curto espaço de tempo, o que leva os alunos a serem muito práticos e objetivos. Há também um ambiente bastante competitivo dentro de sala de aula”, diz. Mesmo com todos os desafios que precisam ser vencidos - como adaptação ao clima, ao idioma, à cultura – Aline incentiva outros alunos a viverem a experiência. “Encorajo todos estudantes, que tenham vontade e oportunidade, a fazerem intercâmbio. Você terá uma experiência incrível quando decidir sair da sua zona de conforto. Porém, haverá uma consequência inevitável: prepare-se para querer conhecer sempre mais do mundo”.