Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

UFLA sediou o Encontro Regional do Fórum de Pró-Reitores de Extensão da Região Sudeste

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Quarta, 04 Novembro 2015 14:52 | Última Atualização: Terça, 03 Novembro 2015 14:26
Forproex geralO 46º Encontro Regional do Fórum dos Pró-Reitores de Extensão das Instituições Públicas de Educação Superior da Região Sudeste (Forproex – Sudeste) foi realizado na Universidade Federal de Lavras (UFLA) na quinta e na sexta-feira (29 e 30/10). Pela primeira vez, a UFLA esteve à frente da realização do evento, que foi conduzido pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proec). Estiveram presentes pró-reitores e servidores ligados às atividades de extensão. Fazem parte do Fórum universidades federais, estaduais e municipais, além de Institutos Federais de Educação de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo. Durante o Encontro, ocorreram apresentações culturais, mesas de diálogo e de debates. A avaliação do impacto social da extensão universitária, A avaliação da extensão pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e A construção de indicadores/ avaliação de programas e projetos de extensão foram assuntos que nortearam as atividades. Para o pró-reitor de Extensão da UFLA, professor José Roberto Pereira, é preciso ter uma consciência crítica sobre a extensão universitária, e por isso [caption id="attachment_103925" align="alignright" width="249"]A programação do Encontro incluiu apresentações culturais. A programação do Encontro incluiu apresentações culturais. Foto: Marcelo Goulart.[/caption] é fundamental um Fórum de pró-reitores de extensão para discutir os grandes desafios presentes nas instituições. Durante a abertura, ele citou o crescimento da UFLA na Extensão. Atualmente são 148 núcleos de estudos registrados; 13 empresas júniores; uma incubadora tecnológica de cooperativas; 911 convênios de estágio; 2.480 termos de compromisso de estágio estabelecidos; e 182 projetos extensão, que contemplam 400 bolsistas. A realização do evento UFLA de Portas Abertas também foi lembrada, por ter promovido a participação de 5 mil estudantes de ensino médio. Foram apresentadas, ainda, as ações culturais realizadas no câmpus da UFLA (Coral Vozes no Câmpus; Orquestra da Câmara; Concurso Literário; Caça Talentos; Semana de Ciência, Cultura e Arte; Virada Cultural; exposições nos museu), além da criação do Portal de Estágios e do Catálogo dos Cursos de Extensão. [caption id="attachment_103922" align="alignleft" width="249"]Professor José Roberto apresentou informações sobre a Extensão na UFLA Professor José Roberto apresentou informações sobre a Extensão na UFLA[/caption] Na ocasião, a presidente do Forproex-Sudeste e professora da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Dalva Maria de Oliveira Silva, ressaltou que é extremamente necessário o fortalecimento da extensão nas universidades, de maneira que todos compreendam o quanto essas atividades são fundamentais na formação dos estudantes, para que tenham compromisso social. “É preciso mostrar como o dinheiro público investido na extensão traz resultados”, afirmou Dalva.   Mesa de abertura: o Corredor Cultural Sudeste Os trabalhos do 46º Encontro Regional do Forproex Sudeste tiveram início com a troca de informações sobre o Corredor Cultural Sudeste, um projeto da Diretoria de Cultura do Forproex Sudeste, idealizado em 2013, que prevê o intercâmbio de ações culturais entre as universidades integrantes do Fórum. Pela proposta, que já foi desenvolvida em projeto piloto a partir de 2014, as produções culturais de uma instituição circulam por outras, promovendo a difusão da cultura no Sudeste e ampliando a oferta de opções culturais às comunidades. A apresentação do estágio atual do Projeto foi feita pela coordenadora geral das ações no Forproex Sudeste, Margareth do Carmo Junqueira, e pela coordenadora administrativo-financeira, Telma Valéria de Resende. A busca, no momento, é por parcerias que possam viabilizar a consolidação das atividades. Por isso, esteve presente na mesa o superintendente de Interiorização e Ação Cultural da Secretaria do Estado de Minas Gerais, João Batista Miguel, que reconheceu a importância do projeto e indicou possibilidade de parceria com o Governo do Estado de Minas. “Estamos preocupados em construir uma política efetiva de cultura, e isso será possível com parcerias como essa”, avaliou. Outra participação foi do coordenador geral de Relações Estudantis da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (SESu/MEC), [caption id="attachment_103923" align="alignright" width="249"]Momento de interação entre os participantes, durante a mesa de abertura (Corredor Cultural Sudeste). Momento de interação entre os participantes, durante a mesa de abertura (Corredor Cultural Sudeste).[/caption] Vicente de Paula Almeida Júnior, que fez questão de compreender toda a dinâmica do Corredor Cultural e dialogar com os envolvidos, para que possa levar à equipe do MEC as demandas por parcerias. Para a coordenadora da mesa, professora Dalva, a articulação entre o Forproex Sudeste, os governos dos quatro estados e os ministérios da Cultura e da Educação poderá resultar em um somatório de forças capaz de transformar o Corredor Cultural Sudeste em uma política. Leia matéria de julho deste ano, publicada na Unicamp, que exemplifica ação do Corredor Cultural Sudeste.
Texto: Camila Caetano (jornalista - bolsista/UFLA) e Ana Eliza Alvim (jornalista Ascom/UFLA).
 

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
Coronavírus Covid-19: É importante de informar e prevenir. ufla.br/coronavirus
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.