Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Estudantes da UFLA criam site para facilitar adoção de animais

Escrito por DCOM | Publicado: Segunda, 16 Novembro 2015 12:27 | Última Atualização: Quinta, 12 Novembro 2015 11:20
Aníbal Catheringer e Thiago MaiaÉ difícil andar por Lavras/MG e não encontrar cães e gatos vagando pelas ruas, mexendo em lixos e correndo atrás dos carros, colocando suas vidas em risco. Alguns são portadores de doenças que podem ser transmitidas ao homem, como é o caso da raiva. Muitos foram abandonados por seus antigos donos, deixados nas ruas sem a esperança de dias melhores. Pensando em mudar esta situação, os estudantes Aníbal Catheringer e Thiago Maia - ambos cursam Sistema de Informação na Universidade Federal de Lavras (UFLA) - criaram a página Adote Lavras: www.adotelavras.com. Acessando a página, os internautas podem colocar cães e gatos para adoção, sendo necessário apenas fazer um cadastro gratuito do animal. Os responsáveis deverão preencher uma ficha contendo informações importantes, para que as pessoas possam saber se já foi vacinado, castrado, vermifugado e, até mesmo, conhecer os traços de comportamento do animal. Segundo Aníbal Catheringer, a ideia do Adote Lavras é fazer com que as pessoas organizem as informações sobre o animal e disponibilizem na página, facilitando a adoção. “Conversando, chagamos à conclusão de que não havia uma plataforma única de adoção de animal. Se eu quisesse adotar um cão, teria que entrar no Facebook, ou procurar saber por meio do boca-boca, ou compartilhar essa vontade no Facebook. Daí surgiu a ideia de criar uma plataforma única para isso, tudo centralizado e organizado”, diz Aníbal. Embora o foco da página sejam cães e gatos, outros animais também poderão ser colocados para adoção. “Se a pessoa tem, por exemplo, um coelho para oferecer em adoção, pode entrar em contato com a gente, que vamos auxiliar”, concluiu Aníbal. Aníbal e Thiago disponibilizaram links para compartilhamento no Facebook e WhatsApp. Assim, outros usuários poderão ter o conhecimento e aumentam-se as chances de o animal conseguir um novo lar. Parque Francisco de Assis Localizado às margens da BR-265, km 341, um antigo matadouro de bovinos e suinos foi reformado e, em 2010, tornou-se o Parque Francisco de Assis (PFA), principal canil de Lavras, que conta atualmente com 420 cães. Nas manhãs de domingo, é tradição entre os lavrenses as idas à Praça Dr. Augusto Silva, no Centro, onde visitam as barraquinhas que vendem comidas típicas e artesanatos; acompanham apresentações culturais e observam os cães que são levados para adoção por voluntários do Parque. Entre as voluntárias está Adriana Bispo, conhecida em Lavras pelo trabalho que desenvolve na área, inspirando muitas outras pessoas. Segundo Adriana, não é possível estimar um número exato de adoções que são concretizadas durante a semana, já que há uma variação. “É difícil ter uma média de cães por semana, porque é muito irregular. Talvez sejam cinco por semana”, disse. Ela considera que as redes sociais são ferramentas importantes para o trabalho de adoção. “Se a propaganda estiver em alta no Facebook, o pessoal procura mais”, falou Adriana, sem deixar de citar o ajuda que o Adote Lavras trará a esse processo. “Eu acho que o site deles contribuirá muito, porque vai se tornar um banco de dados. Poderemos ir acrescentando os cadastros dos cães, até que todos os animais do canil estejam divulgados”, concluiu. Abandonar animais é crime A lei n° 9.605, presente no código civil brasileiro e sancionada em 12 de fevereiro de 1998, no artigo 32, prevê detenção de três meses a um ano e multa para quem praticar atos de abuso, maus-tratos, ferir ou multilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos.
Leonardo Assad, jornalista e bolsista Ascom/UFLA.