Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Workshop Internacional sobre criopreservação foi realizado na UFLA

Escrito por Joyce | Publicado: Quarta, 18 Novembro 2015 12:03 | Última Atualização: Segunda, 16 Novembro 2015 12:41
CRYO_UFLAPela segunda vez, a Universidade Federal de Lavras (UFLA) recebeu pesquisadores da área da criopreservação no International Workshop on in vitro Conservation and Cryopreservation of Plant Genetic Resource (CryoUFLA), realizado entre os dias 11 e 13 de novembro. A segunda edição do CryoUFLA promoveu a difusão e a atualização de ténicas e conceitos relacionados à criopreservação de espécies vegetais, com uma programação voltada  para estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e profissionais atuantes na área. O evento também permitiu o intercâmbio e a transferência de conhecimentos científicos e tecnológicos na área de conservação in vitro e criopreservação de recursos genéticos vegetais. O Workshop é pioneiro no País e se destaca pelo alto nível de seus palestrantes. Para abordar o assunto, pesquisadores estrangeiros com grande conhecimento na área foram convidados para explanar temas associados ao uso adequado dos processos de criopreservação e debater questões técnicas relacionadas às tecnologias empregadas. Na ocasião, foi possível apresentar aos participantes técnicas de criopreservação utilizadas nos melhores centros de pesquisa do mundo. Ressalta-se que representantes da Bélgica e da Itália estiveram no evento, apresentando o que há de novo na área, com a participação dos professores Bart Panis (cientista no Centro de Excelência para Cryobiology, do Laboratório de Melhoramento da colheita Tropical de Leuven, Bélgica), Maurizio Lombardi (responsável pelo Laboratório de In Vitro Tecnologias e Criopreservação do Conselho Nacional da Itália - CNR), Elif AylinOzudogru (especialista em biotecnologia vegetal no CNR) e Miguel Pedro Guerra (da Universidade Federal de Santa Catarina -UFSC - e responsável pelo Laboratório Fisiologia do Desenvolvimento e Genética Vegetal). [caption id="attachment_104860" align="alignright" width="249"]CRYO_prof_BartPanis_adireita Professor Bart Panis, da University of Leuven, está à direita.[/caption] O professor do Departamento de Biologia (DBI/UFLA) Renato Paiva explica que o progresso recente na área da biotecnologia criou novas possibilidades para a conservação de recursos genéticos de espécies vegetais usando técnicas de conservação in vitro sob crescimento lento ou a criopreservação. Apesar de existirem esforços individuais de utilização dessa metodologia no Brasil, a criopreservação ainda não foi plenamente utilizada como uma ferramenta alternativa de conservação, em virtude da reduzida difusão de sua importância e aplicabilidade. Professor Renato relata que a expectativa é de se estruturar na UFLA um criobanco com tecidos de plantas frutíferas nativas, o que possibilitaria novas pesquisas. Além, disso, Renato ressalta a importância das parcerias com outras universidades, como a University of Leuven (KUL), uma colaboração no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Fisiologia Vegetal, em que seis estudantes da UFLA já participaram do intercâmbio (sendo três do doutorado sanduíche, um do doutorado pleno, um de graduação e um de pós-doutoramento). A UFLA também já recebeu cinco estudantes belgas.
Texto: Camila Caetano – jornalista, bolsista/UFLA e Cibele Aguiar – jornalista ASCOM/UFLA.

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.