Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Estudantes da UFLA recebem menção honrosa em Competição Nacional de Design de Sistemas Interativos

Publicado: Segunda, 23 Novembro 2015 07:29 | Última Atualização: Quarta, 18 Novembro 2015 08:52
[caption id="attachment_104935" align="aligncenter" width="528"]Os estudantes Henrique Teixeira, Raphael Ávila, Hérlon Guedes, Alexandre Dias e Lucas Carvalho recebem menção honrosa pelo desenvolvimento do aplicativo ecoApp Os estudantes Henrique Teixeira, Raphael Ávila, Hérlon Guedes, Alexandre Dias e Lucas Carvalho recebem menção honrosa pelo desenvolvimento do aplicativo ecoApp[/caption] Cinco estudantes do curso de Ciência da Computação da Universidade Federal de Lavras (UFLA) receberam menção honrosa na competição de Design de Sistemas Interativos, na maior conferência de Interação Humano-Computador do País. O aplicativo “EcoApp - uma proposta para conscientização ambiental através do uso de smartphones” foi um dos destaques do XIV Simpósio Brasileiro sobre Fatores Humanos em Sistemas Computacionais (IHC 2015),  organizado pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC). O evento foi realizado entre 3 e 6 de novembro, em Salvador - Bahia. Além das sessões científicas com pesquisadores do Brasil e do exterior, o simpósio conta com uma Competição de Design, na qual estudantes são convidados a desenvolver propostas de sistemas interativos utilizando métodos de Design Centrado no Usuário com foco em um tema definido por uma comissão. Nesse ano, o tema proposto foi “Visualização pública para tornar as cidades melhores”, com o conceito de utilizar dados inteligentes para promover melhorias em cidades e engajar os cidadãos para que participem dessa melhoria. [caption id="attachment_104936" align="alignleft" width="249"]o aplicativo ecoapp se propõe a auxiliar na notificação a autoridades e a conscientizar melhor a população. o aplicativo ecoapp se propõe a auxiliar na notificação a autoridades e a conscientizar melhor a população.[/caption] A partir dessa proposta, os estudantes Henrique Jensen Teixeira, Raphael de Souza Ávila, Hérlon Manollo Cândido Guedes, Alexandre Henrique Teixeira Dias e Lucas Pedroso de Carvalho desenvolveram o “ecoApp - uma proposta para conscientização ambiental através do uso de smartphones”.  A proposta foi desenvolvida como projeto prático da disciplina GCC121 – Interface Homem-Máquina, ministrada pelo professor André Pimenta Freire, do Departamento de Ciência da Computação (DCC). Através do aplicativo, é possível obter informações do ambiente em que o usuário está inserido, como a localização das lixeiras de coleta seletiva, pontos de descarte de lixos específicos e também fazer denúncias e visualizar pontos mais críticos em uma região no mapa.  A partir dessa visualização, o aplicativo se propõe a auxiliar na notificação a autoridades e a conscientizar melhor a população. Na Competição de Design do IHC 2015, foram submetidas 32 propostas de projetos de todo o Brasil, das quais somente cinco foram classificadas para a final, dentre elas o ecoApp.  Além do projeto ecoApp, foram classificados projetos de instituições renomadas e com forte tradição de pesquisa na área de Interação Humano-Computador. Segundo o professor André Pimenta, a classificação para a final dessa competição foi uma grande conquista para os alunos e para a UFLA, o que demonstra o avanço da universidade rumo à busca de excelência no ensino, pesquisa e extensão.  “Esta é a primeira vez que um grupo da UFLA é classificado para essa competição, e esse resultado é fruto de um trabalho de vários semestres com a preparação dos alunos e utilização de metodologias ativas baseadas em problemas nas aulas, capacitando-os para o desenvolvimento de projetos práticos com aplicação na sociedade”, considerou o professor. André Pimenta aprovou um projeto no Programa de Apoio aos Primeiros Projetos (PAPP), que possibilitará a aquisição de novos equipamentos e software especializados para a realização de testes de usabilidade, dando ainda mais oportunidades para a realização desse tipo de projetos pelos estudantes. O professor considerou ainda que a conquista nessa competição tem ainda maior relevância quando considerada a participação de alunos de graduação, já que os grupos classificados em primeiro e segundo lugar dentre os cinco finalistas eram compostos por estudantes de mestrado e doutorado. Para os estudantes, essa foi a primeira participação num dos maiores eventos promovidos pela Sociedade Brasileira de Computação. “O IHC 2015 superou nossas expectativas em termos de conteúdo e de novos contatos com representantes da indústria. Quando apresentamos nosso trabalho na Competição de Design, na qual ficamos entre os cinco finalistas, tivemos a oportunidade de receber o feedback de profissionais e acadêmicos da área e de discutir melhorias no nosso projeto para promover soluções práticas e criativas em nossas cidades. Esperamos poder participar novamente no ano que vem, ingressando em novas competições e estreitando novos laços com a Sociedade Brasileira de Computação.” Após essa classificação, o professor André Pimenta aponta possibilidades para que os estudantes possam concorrer a outros objetivos ainda mais altos.  Nesse semestre, alunos da disciplina GCC121 - Interface Homem-Máquina e da eletiva GCC223 – Acessibilidade em Sistemas Computacionais desenvolvem projetos para concorrer na Competição de Design da maior conferência do mundo na área de Interação Humano-Computador, o ACM Symposium on Human Factors in Computing Systems (CHI), que será realizado em San José, California em 2016.  

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.