Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Efeitos de corte seletivo de madeira (Amazônia) em espécies de besouros é tema de tese de dupla titulação

Publicado: Segunda, 07 Dezembro 2015 14:39 | Última Atualização: Quinta, 03 Dezembro 2015 13:22
filipe-franca-teseO doutorando Filipe Machado França, do Programa de Pós-Graduação em Ecologia Aplicada, defendeu ontem (2) a tese “Ecological impacts of selective logging in the Amazon: lessons from dung beetles” (Impactos ecológicos do corte seletivo na Amazônia: lições dos escarabeíneos). Com a defesa, ele adquirirá dupla titulação pela UFLA e pela Universidade de Lancaster (Inglaterra), seguindo acordo firmado entre as duas instituições. O corte seletivo da madeira é aquele no qual apenas algumas espécies de árvores são removidas, sobretudo as de grande porte. Uma justificativa para essa atividade é que a produção madeireira ocorre de uma forma que a estrutura florestal seja menos prejudicada; no entanto, o impacto desse tipo de manejo sobre a biodiversidade tem sido amplamente discutido em pesquisas. “O corte seletivo é um dos maiores agentes de degradação nas florestas tropicais, e o entendimento de seus impactos biológicos é essencial para elaborar estratégias de conservação associadas à produção madeireira”, considera Filipe em sua tese. Avaliando os impactos do corte seletivo na diversidade de besouros escarabeíneos (besouros rola-bosta), parte da sua pesquisa buscou demonstrar que diferentes abordagens utilizadas para detectar os impactos de distúrbios florestais na biodiversidade podem gerar diferentes conclusões – “o desenho amostral mais frequente na literatura pode estar levando à subestimação dos impactos da degradação florestal na biodiversidade”, ressalta Filipe. filipe-francaDe acordo com a pesquisa, o aumento da intensidade da exploração seletiva de madeira influencia diretamente na riqueza de espécies e biomassa de besouros, bem como na função ecológica de bioturbação do solo que esses besouros realizam. Além disso, parte das relações entre os processos ecológicos que esses besouros realizam e os componentes ambientais são alteradas, mesmo quando não são observado impactos diretos, por exemplo na taxa de consumo de detritos. O estudo foi pioneiro para avaliar os efeitos subletais do corte seletivo em invertebrados tropicais. Estudando três espécies de escarabeíneos em áreas da Amazônia, foi observado que besouros coletados em áreas de floresta cortada seletivamente apresentaram quantidade de gordura corporal superior aos coletados em florestas não perturbadas. Dessa forma, Filipe concluiu que distúrbios florestais podem induzir respostas fisiológicas em invertebrados. Essa conclusão contribui no apontamento de medidas para aprimorar estratégias de conservação e também para avaliar respostas de invertebrados à atividades humanas em ambientes tropicais. Durante a pesquisa, Filipe realizou trabalho de campo duas vezes na Floresta Amazônica; e também esteve por um ano na Universidade de Lancaster. Defesa Filipe foi orientado pelos professores Júlio Louzada (Departamento de Biologia - UFLA) e Jos Barlow (Universidade de Lancaster). A banca examinadora contou com os doutores Carla Ribas (UFLA), David Edwards (Universidade de Sheffield, Inglaterra), Luiz Fernando Magnago (UFLA) e Rosa Menéndez (Lancaster). A defesa foi realizada na tarde de ontem na sala de videoconferências do Departamento de Agricultura da UFLA. O acordo entre a UFLA e a Universidade de Lancaster foi firmado no final de 2009 e a primeira defesa de tese envolvendo a dupla titulação foi realizada em março de 2015, pela discente Cecília Gontijo Leal, do Programa de Pós-Graduação em Ecologia Aplicada. Embora esse programa tenha sido o primeiro contemplado, o acordo foi expandido para outras áreas da UFLA, como Ciência do Solo, Entomologia, Fitotecnia, e Fisiologia Vegetal.  
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
Coronavírus Covid-19: É importante de informar e prevenir. ufla.br/coronavirus
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.