Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Reitor da UFLA recebe homenagem da Sociedade Mineira de Engenheiros Florestais

Publicado: Terça, 08 Dezembro 2015 13:01 | Última Atualização: Sexta, 04 Dezembro 2015 09:20
[caption id="attachment_105668" align="alignright" width="249"]Professor José Roberto Scolforo, o presidente da Smef, Gabriel Junqueira e o reitor da UFVJM, prof. Gilciano Nogueira Professor José Roberto Scolforo, o presidente da Smef, Gabriel Junqueira e o reitor da UFVJM, prof. Gilciano Nogueira[/caption] Na terça-feira (1º/12), o reitor da Universidade Federal de Lavras (UFLA), professor José Roberto Scolforo, foi homenageado em cerimônia da Sociedade Mineira de Engenheiros Florestais (Smef) e das entidades de classe do Conselho Regional de Engenharia (Crea – Mg), em Belo Horizonte. O professor Scofloro recebeu a homenagem pela destacada trajetória profissional, juntamente com o reitor da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), professor Gilciano Saraiva Nogueira. De acordo com o presidente da Smef, Gabriel Moreira Junqueira, a escolha dos magníficos reitores se justifica pela trajetória dos profissionais, que se destacaram como engenheiros florestais, professores e, hoje, reitores de universidades federais, fazendo assim um paralelo com o que preconiza a Smef, que é enaltecer a Engenharia Florestal por meio de profissionais destacados. “Somos infinitamente gratos à presença dos reitores, tanto na cerimônia de homenagem, como no sistema educacional mineiro”, reforçou. [caption id="attachment_105669" align="alignleft" width="249"]Cerimônia da Sociedade Mineira de Engenheiros Florestais (Smef) e das entidades de classe do Conselho Regional de Engenharia (Crea – Mg), em Belo Horizonte. Cerimônia da Sociedade Mineira de Engenheiros Florestais (Smef) e das entidades de classe do Conselho Regional de Engenharia (Crea – Mg), em Belo Horizonte[/caption] Ainda segundo Gabriel Moreira, “a entidade está imbuída da missão de construir um melhor sistema de ensino, acolhendo as opiniões dos estudantes, professores e da sociedade em geral; visando a formação de um profissional mais qualificado e um melhor ser humano para tratar de nossa terra”. Para o professor Scolforo, um prazer e honra receber o reconhecimento das entidades de classe que representam a sua profissão. “Como engenheiro florestal, professor, pesquisador e, na atual condição de gestor de uma universidade federal, torna-se uma grande honra ser destacado com essa homenagem. O reconhecimento à nossa trajetória profissional nos anima a seguir lutando o bom combate, com muito trabalho e confiança na formação de engenheiros que dignifiquem a profissão”, considerou. A entidade A Sociedade Mineira de Engenheiros Florestais - Smef, criada em 20 de setembro de 1966, tem o objetivo de congregar e representar os Engenheiros Florestais no estado de Minas Gerais. Sua história tem inicio com a criação da Escola Nacional de Florestas, da Universidade Rural do Estado de Minas Gerais, UREMG, atual Universidade Federal de Viçosa, UFV, no ano de 1964. Com a graduação das primeiras turmas de Engenheiros Florestais no País e com a criação da profissão do Engenheiro Florestal (Lei ? 4.643, de 31 de maio de 1965), surgiu a necessidade de se criar uma entidade representativa e corporativa, objetivando a promoção e valorização profissional, bem como a defesa da profissão do Engenheiro Florestal.