Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Fapemig lança novos editais, incluindo chamada que visa à recuperação da Bacia do Rio Doce

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Segunda, 11 Janeiro 2016 12:46 | Última Atualização: Quinta, 07 Janeiro 2016 04:46
nova_logo-fapemigA Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) lança hoje (7/1) quatro editais, com investimento total de R$37 milhões, abrangendo diversas áreas, entre elas o desenvolvimento de tecnologias necessárias para a recuperação das áreas afetadas pelo rompimento da barragem em Bento Gonçalves (MG), em que serão destinados R$4 milhões. Nesta chamada há quatro linhas temáticas: Recuperação do solo, Recuperação da água, Recuperação da biodiversidade e Tecnologias sociais. De acordo com a Fapemig, as linhas foram definidas após debates com pesquisadores de diferentes áreas que, durante um workshop realizado no início de dezembro, apresentaram sugestões e demandas que atenderiam com maior eficácia a área impactada. Neste sentido, esperam-se produtos e tecnologias que busquem soluções para problemas que atingem as regiões afetadas. O prazo de execução dos projetos contratados é de até 24 meses. As propostas podem ser submetidas até 7 de março de 2016. Chamadas Segundo a Fapemig também foram lançados outros três editais. O Edital Universal, que apoia pesquisas em todas as áreas do conhecimento – com prazo para submissão até 28 de março e investimentos de mais de R$23 milhões. O edital do Programa Pesquisador Mineiro (PPM), que financia, por meio da concessão de apoio financeiro mensal (grants), os planos de trabalho coordenados por pesquisadores vinculados a projetos de pesquisa científica, tecnológica ou de inovação em desenvolvimento – cujas propostas devem ser enviadas até 14 de março e prevê aporte de R$ 8 milhões. E o edital de Incentivo ao Pesquisador Público Estadual (BIPDT), que apoia pesquisadores, servidores públicos estaduais a desenvolver projetos de pesquisa científica e/ou tecnológica em áreas de conhecimento de interesse do Estado, que receberá inscrições até o dia 21 de março e conta com recursos que chegam a R$4 milhões. Todas as chamadas deste ano devem prever a elaboração de um Pitch (material de divulgação em vídeo voltado ao público leigo), conforme as diretrizes contidas na página da FAPEMIG. Camila Caetano – jornalista, bolsista/UFLA, com informações da Fapemig

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.