Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

UFLA celebra acordo internacional para pesquisas na área de ecomobilidade urbana

Escrito por Ana Eliza Alvim | Publicado: Sexta, 11 Março 2016 06:58 | Última Atualização: Quarta, 02 Março 2016 11:07
foto-assinatura-vedecomA Universidade Federal de Lavras (UFLA) firmou compromisso com projetos e pesquisas que buscam soluções para a mobilidade urbana sustentável. Os problemas de trânsito das cidades e a necessidade de iniciativas mais sustentáveis trazem desafios à geração de tecnologias e inovações. Reconhecendo essa demanda de impacto social, a instituição formalizou na segunda-feira (29/2) um protocolo de intenções com o instituto francês Vedecom (Vehicule Decarbone et Communicant et de as Mobilité) - uma fundação da Universidade de Versailles Saint-Quentin-en-Yvelines. A parceria envolverá, por exemplo, desenvolvimento e teste de veículos descarbonizados, autônomos e conectados à infraestrutura urbana. Os trabalhos caminham para um futuro em que carros e outros veículos poderão se deslocar pelas vias sem a intervenção de um motorista, o que aumentaria a segurança no trânsito, já que, segundo estatísticas da Organização Mundial da Saúde (OMS), o condutor é responsável por 90% dos acidentes. Até que se chegue a esse cenário, os resultados da iniciativa vão somar ganhos para o planejamento viário das cidades, para as condições de acessibilidade de grupos específicos (como as pessoas com deficiência física e os idosos), entre outros benefícios. Na UFLA, as atividades serão desenvolvidas pelo Laboratório de Mobilidade Terrestre (LMT), ligado ao Departamento de Engenharia (DEG) e representado pelo professor Arthur de Miranda Neto. Durante a solenidade de celebração do convênio, ele apresentou o projeto que está sendo desenvolvido, com a participação de diferentes professores e pesquisadores, para a estruturação, no câmpus, de uma pista de testes para veículos e tratores inteligentes. A pista terá 21 mil metros quadrados. O professor enfatiza que, valorizando a tradição da instituição na área de Ciências Agrárias, a pista será também estratégica para projetos relacionados à agricultura de precisão. Outras organizações acadêmicas são parceiras do LMT nos trabalhos, como a empresa Robótica Júnior, a equipe de robótica Troia, o Núcleo de Estudos em Eficiência Energética (NE3), a equipe Baja UFLA, além do DEG e do Departamento de Ciência da Computação (DCC). A UFLA foi a primeira instituição fora da França a formalizar acordo com o Vedecom. Nesta quinta-feira (3/3), o parque tecnológico Techno Park de Campinas também assina protocolo de intenções com o Instituto e a UFLA, formando um grupo que irá estruturar as bases para a criação do Instituto Brasileiro de Eco-Mobilidade (Ibem), seguindo o modelo do francês do Vedecom – uma parceria público-privada que une esforços de atores da academia, do governo e da indústria. De acordo com o professor Arthur, no Brasil, o Ibem já nascerá com o apoio da indústria, representada pelo Grupo PSA Peugeot e Citroën e pela Companhia Dpaschoal de Participações. “O momento é de incorporação de novos parceiros à iniciativa”. Após a cerimônia realizada da UFLA, o professor e representantes da Vedecom cumprem agenda de negociações em São Paulo, Curitiba e Rio de Janeiro. Com o Ibem, será possível adaptar as pesquisas e as soluções tecnológicas, já em andamento na França, à realidade brasileira, que tem legislação e características urbanas diferentes. De acordo com o diretor-geral do Vedecom, Antoine Mullender, a expectativa é de que o fruto do trabalho desenvolvido no Brasil possa contemplar aspectos que representem o cenário de toda a América Latina. [caption id="attachment_108210" align="alignright" width="249"]foto-assinatura-vedecom-2 Durante sua apresentação, professor Arthur apresentou estatísticas que demonstram a necessidade de investimentos na busca de soluções para a mobilidade urbana.[/caption] Cerimônia A assinatura do protocolo de intenções foi realizada no Salão dos Conselhos, prédio da Reitoria, com a presença de professores, técnicos administrativos da Universidade, estudantes e outros convidados. Na mesa de honra estavam a reitora em exercício da UFLA, professora Édila Vilela de Resende Von Pinho; o diretor geral do Instituto Vedecom, Antoine Mullender; o diretor Científico do  Vedecom, professor Victor Etgens; a adida de Cooperação e Ação Cultural da França em Minas Gerais, Christine Masson; o diretor de Relações Internacionais da UFLA, professor Antônio Chalfun Júnior; o professor Arthur (que representa o acordo na UFLA); o gerente de Pesquisa e Engenharia Avançada da PSA Peugeot e Citroën no Brasil, Emmanuel Hédouin e o diretor de Contratos e Convênios da UFLA, Fábio Costa Lasmar. [caption id="attachment_108209" align="alignright" width="249"]foto-assinatura-vedecom-3 A assinatura do acordo contou com a presença de autoridades da UFLA, do Instituto Vedecom, da PSA Peugeot e Citroën no Brasil e da Embaixada Francesa no Brasil.[/caption] Édila destacou a importância da parceria para o desenvolvimento de produtos que atenderão às necessidades da sociedade. “Da mesma forma como a UFLA contribuiu para o agronegócio no país, também estará empenhada no suporte a outras áreas da economia. O importante é que esse projeto, ao mesmo tempo em que colabora com o avanço de outras áreas, não está desconectado das Ciências Agrárias – nossa tradição. Contemplando também a agricultura de precisão, os benefícios dos resultados do trabalho serão amplos”. Para o diretor geral do Vedecom, que conheceu o câmpus na segunda-feira (29/2), a UFLA oferece as condições ideais para contemplar os projetos que vêm sendo estruturados na área. “Para receber os veículos inteligentes, as cidades precisam passar por adaptações. O tema mobilidade não está desconectado do território. Por tudo que observei aqui, a UFLA tem grande capacidade para lidar com esse desafio”. Ele explicou que o Ibem precisará estar preparado para apresentar às cidades o modelo de estrutura necessária para o futuro. Já o professor Victor ressaltou a importância do movimento que o Vedecom vem promovendo, unindo esforços do governo, da indústria e da academia. “Sinto-me muito feliz ao ver que esse legado do Vedecom se reproduz também no Brasil”. O gerente de Pesquisa e Engenharia Avançada da PSA Peugeot e Citroën no Brasil também enalteceu o acordo. “É muito importante para nós termos parceiros internacionais de excelência como a UFLA, que irá atuar com competência em projetos que trarão reflexos para toda a América Latina”. A  Pegeot é uma das fundadoras do Vedecom e considera que os temas tratados pelo Instituto são essenciais ao futuro de suas marcas. Ressaltando as relações da UFLA com a França em outros programas, a representante da embaixada francesa disse que a proposta do Ibem e a colaboração com o Vedecom atende a duas prioridades atuais da embaixada: o compromisso com questões ambientais, firmada a partir da Conferência do Clima (COP21), realizada na França em 2015; e a aproximação entre empresas francesas e universidades. “Por isso, fico muito feliz em participar deste momento”. Como resumiu o professor Chalfun durante a solenidade, o acordo é a expressão do avanço contínuo da internacionalização da Universidade, que contempla além do ensino, outros grandes projetos. Início da programação Na segunda-feira (29/2), pela manhã, uma equipe da UFLA recebeu os representantes do Instituto Vedecom e da PSA Peugeot e Citroën. Foi realizada reunião na Diretoria de Relações Internacionais (DRI) para tratar assuntos relativos aos projetos a serem desenvolvidos, e visitas às obras do Parque Tecnológico e do novo prédio das Engenharias. O grupo também foi conhecer o local onde deverá ser construída a pista de testes para veículos e tratores inteligentes. Confira abaixo as fotos (Cibele Aguiar):