Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Oportunidade para estudar a formação da sociedade e do Estado brasileiros: curso de extensão é aberto à comunidade

Escrito por Ana Eliza Alvim | Publicado: Segunda, 02 Mai 2016 05:04 | Última Atualização: Quarta, 27 Abril 2016 13:09
livrosUm curso de extensão a ser iniciado em maio promoverá a releitura de obras clássicas de interpretação da formação da sociedade e do Estado brasileiros. Podem participar tanto membros da comunidade acadêmica da Universidade Federal de Lavras (UFLA) quanto da comunidade externa. O objetivo dos organizadores é oferecer formação complementar especialmente a professores da região que lecionam conteúdos da área de Ciências Humanas (História, Geografia, Literatura, Sociologia, Filosofia). Foram disponibilizadas 90 vagas. Os interessados podem se inscrever gratuitamente pelo Sistema Integrado de Gestão, incluindo o termo “Repensando os clássicos de interpretação do Brasil” no espaço destinado ao Nome do Evento. Serão 90 horas/aula, divididas em dois módulos. O primeiro deles terá início em 10/5 e tratará de obras clássicas sobre o período que vai da Independência do País até a Revolução de 1930. O segundo módulo abordará obras produzidas para interpretação histórica e política dos acontecimentos registrados a partir da década de 1930. As atividades serão desenvolvidas às terças-feiras, das 14h às 17h, na sala 44 do Departamento de Ciências Humanas (DCH). A previsão é de que o encerramento do primeiro módulo ocorra em 23/8. O módulo seguinte será iniciado ainda no segundo semestre de 2016. O curso de extensão é ofertado pela primeira vez na UFLA. A organização é feita pelo Centro de Pesquisa sobre Política (Cepep), entidade de extensão criada em 2013 e coordenada pelos professores do DCH Marcelo Sevaybricker Moreira e Conrado Pires de Castro. Ambos são responsáveis pela condução das atividades do curso. Confira aqui as unidades de estudo do curso.