Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Confira os lançamentos das editoras universitárias

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Domingo, 11 Novembro 2007 22:00 | Última Atualização: Domingo, 11 Novembro 2007 22:00

“Estudantes Noturnos - Um olhar de quem observa e vivencia”, Adriana Carvalho, Claudete Lima, Maria Melo, Roberto Oliveira e Sidney Costa – a pesquisa resulta ta do diálogo e reflexões embasadas , acerca de alguns aspectos que permeiam esse universo, como: o homem a pedagogia; a situação sócio-econômica dos estudantes; a mulher pedagoga e suas ambigüidades. (UFPE)

“Estâncias – a palavra e o fantasma na cultura ocidental”, Giorgio Agamben – A partir da questão do lugar próprio dos produtos do fazer humano, este livro propõe a reconstrução de quatro momentos fundamentais da cultura européia: a teoria do fantasma na poesia de amor do século 13; o conceito de melancolia, desde os pais da Igreja até Freud; a obra de arte frente ao domínio da mercadoria; a forma emblemática, desde o século 16 até o nascimento da semiologia. (UFMG)

“Computação, cognição, semiose”, João Queiroz, Ângelo Loula e Ricardo R. Gudwin (Orgs.) – são abordados neste livro problemas teóricos, empíricos e metodológicos, e são apresentados novos modelos computacionais. Cientistas cognitivos, atuando em novos frameworks (por exemplo, nouvelle AI), tomam seriamente em consideração autores como Jakob von Uexkull e Charles S. Peirce. Alguns dos trabalhos do livro discutem a idéia de ´semiose genuína´, e de Umwelt, em sistemas artificiais, outros, as idéias de emergência de semiose e de ´mundo fenomenal´ nestes sistemas. Os capítulos definem e relacionam as noções de semiose, aprendizagem, símbolo, máquina semiótica, inteligência estendida e computacional. (UFBA)

“Cristal dos Verões – poemas escolhidos”, Sérgio de Castro Pinto – o livro é uma antologia que celebra os 60 anos de idade do autor e 40 de poesia. Entre os trabalhos da antologia está o poema “Zôo imaginário”, de 2005, que recebeu o Prêmio de Poesia Guilherme de Almeida, da União Brasileira de Escritores (UBE) no Rio de Janeiro. (UFPB)

“O Cotidiano dos Trabalhadores de Buenos Aires”, Norberto Osvaldo Ferreras – fruto da tese de doutorado em História Social pela Unicamp do professor Norberto Ferreras, a obra descreve a ascensão de Buenos Aires ao status de metrópole no período de transição do século XIX para o XX, cujo ar cosmopolita contrasta com as precárias condições de vida de muitos de seus habitantes. (UFF)

“Tráfico de Pessoas e Violência Sexual”, Maria Lucia Pinto Leal (Org.) – tem o intuito de divulgar intervenções, pesquisas e experiências na área, possibilitando reflexão a respeito dos conceitos, metodologias e estratégias para o enfrentamento desses fenômenos. A idéia é que a publicação possa subsidiar as ações dos profissionais que atuam na área. (UnB)

'Cultura e Instituições Sociais', Gilberto Barbosa Salgado (Org.) – A obra consiste numa coletânea de artigos, ensaios e pesquisas de professores do mestrado em Ciências Sociais da UFJF. Entre os diversos assuntos tratados no livro transdisciplinar estão: trajetória da política social brasileira; democracia; comunismo; instituição militar; medicina de família; samba, corpo e cultura; e terapias alternativas. Por isso, a publicação contribui nos estudos de áreas diversas como Antropologia, Sociologia, Ciência Política e Ciências Humanas em geral. (UFJF)

“A Arte da Cantaria”, Carlos Alberto Pereira (Org.) – aborda a história e a arte desta técnica milenar de entalhar a pedra. O livro ilustra, através de registros históricos e fotográficos, a trajetória da cantaria no mundo e no Brasil, com destaque para as obras que integram as paisagens de Ouro Preto. (UFOP)

“Diálogos com a Literatura Brasileira”, 2º volume, Marco Vasques – traz entrevistas com 14 escritores do Sul do Brasil – Adolfo Boos Jr., Edla van Steen, Godofredo de Oliveira Neto, Luiz Antonio de Assis Brasil, Miguel Sanches Neto, Miro Morais, Péricles Prade, Ricardo Hoffmann, Rodrigo de Haro, Rodrigo Garcia Lopes, Ronald Augusto, Sergio Faraco, Silveira de Souza e Wilson Bueno. (UFSC)

“O Sono na sala de aula- tempo escolar e tempo biológico”, Fernando Louzada e Luiz Menna-Barreto – o objetivo do livro é chamar a atenção dos professores, para que comecem a pensar no assunto e passem a tratar o sono de uma maneira mais aberta e adotem práticas que despertem a atenção dos alunos, principalmente nos primeiros horários. Outro fator que os autores querem chamar a atenção é quanto às diferenças individuais, que precisam ser respeitadas. Cada aluno tem uma necessidade diferente em relação às horas de sono. Os autores também sugerem que as escolas passem a desenvolver programas de educação sobre o sono. (UFPR)

“Caio Prado Jr. – Dissertações sobre a Revolução Brasileira”, Raimundo Santos (org.) – Oriundos dos seus principais livros e da sua ensaística política, os textos caiopradianos foram agrupados nas seções: ‘A Formação Social’, ‘A Revolução na Periferia’, ‘A Política Contemporânea’ e ‘A Reforma do Mundo Rural’. (UFRRJ)

'Hierba Buena / Erva Boa -Trinta Poemas para Cuba', em edição bilíngüe Português/Espanhol, Roberto Pontes – Pontes produziu os poemas após participar do 12° Festival de Poesia de Havana, realizado no final de maio. Na ocasião, ele integrou a mesa diretiva da Junta Mundial de Poesia em Defesa da Humanidade. (UFC)

“Um mar de identidades: A imigração brasileira em Portugal”, Igor José de Renó Machado (Org.) – Brasil, um país de imigrantes historicamente, tornou-se também exportador de emigrantes mundo afora. No contexto dessa transformação, esta coletânea de textos, de autoria de jovens pesquisadores do Brasil e de Portugal, apresenta, por meio de múltiplos ângulos, temas e perspectivas analíticas, um amplo panorama da imigração brasileira no Portugal pós-colonial. Para além de discernir as variedades e especificidades dessas experiências brasileiras em Portugal, esta coletânea fornece subsídios comparativos para um retrato das migrações internacionais na atualidade. (UFSCar)

'Álvaro Lins: Ensaios de Crítica Literária e Cultural', Lourival Holanda e Humberto França (Orgs.) – o livro é prefaciado pelo reitor Amaro Lins, que destaca a figura do caruaruense, que atuou como secretário de Governo em Pernambuco, chefe da Casa Civil do presidente Juscelino Kubitschek, crítico literário, embaixador e professor da professor da cadeira de Estudos Brasileiros na Faculdade de Filosofia e Letras da Universidade de Lisboa, em missão oficial do Ministério das Relações Exteriores do Brasil (1952 a 1954), além de ter sido professor catedrático de literatura do Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro. (UFPE)

“Poetas do atlântico – Fernando Pessoa e o modernismo anglo-americano”, Irene Ramalho Santos – Fernando Pessoa (1888-1935) é, neste livro, posicionado num contexto literário transatlântico, apontando as ricas interconexões entre sua obra e as dos modernistas anglo-americanos, de Walt Whitman a Hart Crane e Adrienne Rich. (UFMG)

“O eterno e o provisório”, Antônio Marcus Alves de Souza – o livro reúne poemas escritos pelo autor no decorrer de quase 20 anos. São trabalhos inéditos que compõem a trajetória do escritor e pesquisador de cultura que viveu entre João Pessoa, Minas Gerais e Brasília. (UFPB)

“Poéticas da transgressão – vanguarda e cultura popular nos anos 20 na América Latina”, Viviana Gelado – Terceiro lugar na categoria Teoria/Crítica literária do 49º Prêmio Jabuti, a obra estabelece uma série de analogias, contrastes e impasses ao relacionar os movimentos vanguardistas latinos com as diversas manifestações da cultura popular. (UFF)

“Políticas de Comunicação: buscas teóricas e práticas”, Murilo César Ramos e Suzy dos Santos (Orgs.) – a publicação reúne, em artigos de 18 especialistas, análises que contemplam especificidades empíricas das políticas de comunicação no cenário brasileiro. (UnB)

“Digerindo a bipolaridade”, Alexandre Fiúza – Ao ser diagnosticado como portador do Transtorno Afetivo Bipolar, embora sentisse um alívio por saber que não se tratava de uma falha de personalidade ou de caráter e sim de sintomas de uma doença, Alexandre Fiúza fez então uma pesquisa cujo resultado foi o livro. Nele, relata suas experiências e as de outros bipolares para facilitar o entendimento dessas questões. (UFSC)

“Velhos trabalhos, novos dias: modos atuais de inserções de antigas atividades laboriais”, Izabel Cristina Ferreira Borsoi e Rosemeire Aparecida Scopinho – A diversidade encontra-se presente em vários aspectos: o dos problemas apresentados; o das visadas adotadas, o dos atalhos e articulações construídas; o dos recortes de gênero e etário; o dos setores estudados (industrial, serviços, extrativista e agrícola); o das mudanças e permanências, dentre outros. Tal diversidade é potencializada por ter como autores dos capítulos que compõem essa coletânea, pesquisadores com as mais diversas formações e estarem eles comprometidos com suas realidades locais e regionais. (UFSCar)

(Lilian Saldanha - Assessoria de Comunicação da Andifes)

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.