Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Estudante da UFLA é premiada como melhor resumo apresentado em Congresso Brasileiro de Zootecnia

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Sexta, 17 Junho 2016 14:41 | Última Atualização: Terça, 14 Junho 2016 14:40
Zootec 2016 A estudante do curso de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras (UFLA) Fernanda Pereira foi premiada pelo melhor resumo, na área de forragicultura e pastagens, apresentado no Congresso Brasileiro de Zootecnia - Zootec 2016. O resumo teve como tema a "Distribuição vertical dos componentes morfológicos e botânicos dos dosséis de pastos consorciados". O resumo é parte da dissertação de mestrado do estudante Pedro Vergani Puntel Garcia. Com a coordenação do professor Daniel Rume Casagrande, também participaram do resumo os estudantes Juliana de Cássia Pereira, Igor Machado Ferreira, Iury Augusto de Freitas Cruvinel, Michael David Batista Luaemar de Oliveira, e Fernanda de Kássia Gomes. “O trabalho teve a finalidade de manejar o pasto consorciado de uma forma que a leguminosa persista, mantendo-se a produtividade, sendo a leguminosa de extrema importância na ciclagem de nutrientes devido à fixação biológica de nitrogênio. Objetivou-se estudar a estrutura do dossel, quanto a sua composição botânica e morfológica, de pastos consorciados de Arachis pintoi cv. Mandobi com Brachiaria brizantha cv. Marandu”, explica Fernanda. Segundo o estudo, a introdução de leguminosas em pastagens é uma alternativa para inserir o nitrogênio no sistema solo-planta de uma maneira mais sustentável, proporcionada pela fixação biológica de nitrogênio atmosférico. Neste sentido, conhecer a estrutura do dossel forrageiro é fundamental para o manejo adequado de sistemas pastoris, uma vez que determina as respostas de plantas e animais. “A presença de duas espécies com diferenças fisiológicas, morfológicas, estruturais e nutricionais, provoca competitividade entre elas, gerando uma gama de respostas que definirão sua produtividade, qualidade, vigor e persistência de cada planta”, relata a estudante. Ainda de acordo com a pesquisa, para “pastos consorciados com leguminosas de hábito de crescimento prostrado, como o Arachis pintoi, espera-se que a estratégia de manter o dossel com alturas mais baixas contribua com a persistência da leguminosa, em virtude da maior entrada de luz no dossel, favorecendo uma condição de desenvolvimento harmônico do consórcio”. Nesse sentido, a estudante afirma que conhecer ecofisiologicamente as leguminosas dentro dos sistemas produtivos é de fundamental importância para traçar metas de uso, favorecendo a persistência das leguminosas nas pastagens com retorno lucrativo por meio da produtividade animal. O prêmio pelo resumo dá o direito a todos os autores de participarem do London International Youth Scientific Forum (LIYSF), o maior e mais prestigiado fórum científico juvenil organizado no mundo. O evento ocorre na sede do Imperial College, a terceira maior universidade do Reino Unido e uma das melhores do mundo. Além da participação no Fórum, a estudante fará uma apresentação do seu trabalho a todos os participantes. Fernanda participa do PET Zootecnia e do Núcleo de Estudos em Forragicultura (Nefor) da UFLA, aos quais ela se sente agradecida. "Sem a ajuda deles não teria ido ao evento, também tenho muito a agradecer a todos que trabalharam comigo no resumo". Acesse aqui o resumo completo
Texto: Camila Caetano – jornalista/ bolsista UFLA. Sugestão de pauta: Thays Alves – bolsista Proat/Ascom

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.