Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Genética e Melhoramento de Plantas: celebrados 20 anos do Simpósio Internacional e 30 anos da pós-graduação

Publicado: Segunda, 15 Agosto 2016 14:21 | Última Atualização: Terça, 02 Agosto 2016 08:04
[caption id="attachment_117023" align="alignright" width="249"]Abertura do evento Abertura do evento[/caption] A edição de 2016 do Simpósio Internacional de Atualização em Genética e Melhoramento de Plantas foi especial: marcou os 20 anos do evento e celebrou os 30 anos do Programa de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento de Plantas. O Simpósio foi realizado na UFLA entre os dias 27 e 29 de julho, com palestras, mesas-redondas e apresentação de trabalhos sobre o tema: “FENÔMICA: a nova era dos dados biométricos”. O tema diz respeito ao avanço do conhecimento científico e de novas técnicas de avaliação da fenotipagem das plantas. A visualização das características fenotípicas possibilita a predição do desempenho das plantas de acordo com as mais variadas condições ambientais, o que impacta na produção de alimentos: “Sem um avanço do conhecimento científico e tecnológico na área de fenotipagem, dificilmente será possível atender a toda a demanda de alimento e energia para as próximas décadas”, explica o coordenador geral do GEN, Mario Henrique Murad Leite Andrade. O Núcleo de Estudos em Genética e Melhoramento de Plantas (GEN) foi o organizador do evento. Esse foi o 20º Simpósio, que se iniciou em 1996 com abrangência regional. A importância foi crescendo ao longo do tempo, até que o evento adquiriu abrangência internacional. “No ano passado, o Simpósio teve 197 inscritos, entre estudantes de graduação e de pós-graduação, professores e pesquisadores, e recebeu 50 resumos. Neste ano, contamos com mais de 260 inscritos e 143 resumos, além de cinco palestrantes internacionais, o que mostra o contínuo crescimento”, analisa Mario Henrique, doutorando em Genética e Melhoramento de Plantas. Nos dias 27 e 28, as palestras foram realizadas no Salão de Convenções. 30 anos da Pós-Graduação No dia 29, uma solenidade no Anfiteatro Professor Magno Antonio Patto Ramalho (DBI) homenageou apoiadores, colaboradores, professores e gestores institucionais. Após uma apresentação sobre os 30 anos, o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa em MG (Fapemig), professor Evaldo Ferreira Vilela, enalteceu a parceria entre a Fundação e a UFLA e o empenho do Programa em criar soluções e se comunicar com a sociedade. O comprometimento com a sociedade também foi ressaltado pelo reitor da UFLA, professor José Roberto Scolforo. 30 anos em fatos [caption id="attachment_117024" align="alignleft" width="249"]Professor Magno Ramalho apresenta história do Programa Professor Magno Ramalho apresenta história do Programa[/caption] O professor Magno Antonio Ramalho fez uma apresentação destacando o estudo da Genética na UFLA, desde o que considerou ser um livro pioneiro no Brasil: “Apontamentos de Genetica Elementar e Applicada”, lançado em 1925 pelo professor Benedito Paiva. A rica história do Programa foi lembrada: iniciado em 1986, teve sua primeira dissertação defendida em 1987 e, com a consolidação do Mestrado, o Doutorado passou a ser oferecido em 1997. Dois anos depois, houve a defesa da primeira tese. Já em 2012, o Mestrado Profissional foi iniciado e sua primeira dissertação, defendida em 2014. Também foram apresentados dados sobre os egressos. Do Mestrado, 80% partiram para o doutorado, 10% estão em empresas privadas, 1% em empresa pública e 3% em universidades.  Do Doutorado, 34% estão em universidades, 26% em empresas públicas, 19% em empresas privadas, 17% em pós-doutorado. Com relação à internacionalização, o professor Magno frisou os 23 discentes que fizeram doutorado sanduíche no exterior, assim como os 11 discentes estrangeiros que participaram do programa, nos últimos cinco anos. Cinco docentes realizaram treinamento no exterior. No ramo das publicações científicas, os participantes do Programa contribuíram ou foram responsáveis por 1549 artigos científicos, 93 livros ou capítulos de livros, 315 dissertações, 15 dissertações do mestrado profissional e 143 teses. O Programa também apresenta como características a cooperação com empresas e programas de pós-graduação em outras instituições, e um projeto que busca novos talentos para a genética no Ensino Médio. “O programa será cada vez mais útil à sociedade brasileira”, concluiu o professor. Pioneirismo [caption id="attachment_117028" align="alignleft" width="249"]Coordenação do GEN Coordenação do GEN[/caption] O Núcleo de Estudos em Genética e Melhoramento de Plantas (GEN), vinculado ao programa de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento de Plantas da Universidade Federal de Lavras (UFLA), realiza anualmente o Simpósio, que já se consolidou como um espaço científico importante para discutir e refletir sobre temas relevantes para o conhecimento da área e para a sociedade. O GEN foi criado em 1993, sendo o primeiro criado na UFLA e o primeiro em sua área no Brasil. Promover o intercâmbio e atualização de conhecimentos entre estudantes, pesquisadores e profissionais é a meta principal do Núcleo.

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.
 
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.