Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Exposição “O Patrimônio de Ciência e Tecnologia da UFLA: histórias e memórias” terá início na segunda-feira (5/9)

Publicado: Quinta, 01 Setembro 2016 10:07 | Última Atualização: Segunda, 29 Agosto 2016 13:10
exposicao-bi-moreiraContemporaneamente, as instituições de ensino superior colocam-se como espaços estratégicos para guarda e preservação de acervos de Ciência e Tecnologia (C&T). Resgatar esse acervo é oferecer às novas gerações a oportunidade de conhecer os objetos e bens que participaram do cotidiano dos laboratórios de pesquisa e contribuíram para o desenvolvimento da ciência e tecnologia no Brasil. Atualmente obsoletos ou em desuso, esses objetos compõe o patrimônio preservado desde a antiga Escola Superior de Agricultura de Lavras (ESAL), hoje Universidade Federal de Lavras (UFLA), possibilitando um resgate histórico da própria Instituição. A partir da próxima segunda-feira (5/9), o Museu Bi Moreira - localizado no Câmpus Histórico da Universidade Federal de Lavras (UFLA), convida para a exposição temporária “O Patrimônio de Ciência e Tecnologia da UFLA: histórias e memórias”. A exposição faz parte da programação da Semana de Ciência, Cultura e Arte, em comemoração aos 108 anos da Instituição. Aberta a todos os públicos, a mostra do patrimônio científico e tecnológico da UFLA é uma oportunidade para o reconhecimento desses importantes testemunhos histórico-científicos da nossa memória. Trata-se de uma atividade prevista no projeto “A importância do Patrimônio de C&T da Universidade Federal de Lavras (UFLA): mapeamento, política de preservação e musealização”, aprovado na demanda Universal da Fapemig. Esse projeto visa a identificar e pesquisar o patrimônio de C&T não musealizado e promover um conjunto de ações preservacionistas consolidando esses testemunhos materiais como fontes primárias para pesquisas interdisciplinares, através de uma perspectiva biográfica que abarca o estudo das trajetórias dos objetos. No dia da abertura (5/9), haverá visitas livres à exposição e apresentação de Capoeira e Maracatu, às 15 horas, na Praça do Câmpus Histórico da UFLA. Trajetória recontada Ao longo dos 108 anos, a Instituição acumulou e preservou diversos artefatos utilizados, inicialmente, nos laboratórios de ensino e pesquisa e aulas práticas. Essa ação de preservação do Patrimônio de C&T pode ser percebida inicialmente devido à coleção proveniente da antiga ESAL, que foi incorporada ao acervo do Museu Bi Moreira (MBM); além de outros aparatos e máquinas agrícolas em exposição em diferentes áreas do câmpus universitário. Destaca-se ainda, nessa perspectiva, o denominado câmpus histórico da UFLA, que evidencia parcela significativa da memória da ciência e da tecnologia, integrada ao patrimônio histórico nacional, no qual as edificações foram produzidas com a funcionalidade de atender às necessidades dos processos científicos e de ensino, e atualmente abrigam espaços culturais e administrativos da Universidade. Neste conjunto arquitetônico, convivem gerações históricas e estilísticas de edificações do século XX e XXI, que expressam as transformações da universidade, sendo o berço de seu primeiro curso. Local: Museu Bi Moreira - Campus Histórico da UFLA Abertura: 05/09/2016 Funcionamento: de segunda à sexta-feira Horário: 09h às 12h/ 14h às 17h30 Visitas escolares agendadas no telefone: (35) 3829-1205
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
Coronavírus Covid-19: É importante de informar e prevenir. ufla.br/coronavirus
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.