Ir direto para menu de acessibilidade.

Dicas de Português: Bom dia ou bom-dia, qual é o certo?

Na nossa Língua, o hífen serve para gerar novos significados às expressões; serve para que não haja o entendimento literal, ao “pé da letra”. Vejamos alguns exemplos: Caixa preta: caixa literalmente da cor preta; Caixa-preta: gravador das aeronaves. Cachorro quente: o animal literalmente quente;Cachorro-quente: o famoso sanduíche. Certamente poucas pessoas têm a curiosidade de pesquisar as expressões “BOM-DIA”, “BOA-TARDE” ou “BOA-NOITE” no dicionário. E agora? Como devo usar? Com ou sem o hífen? Depende. O conhecido dicionário Houaiss assim registra: Bom-dia Substantivo masculino: cumprimento que se dirige a alguém na parte da manhã; bons-dias. Ex.: cumprimentou-o com um bom-dia caloroso. Esclarece, assim também, o dicionário eletrônico Aurélio: Bom-dia Substantivo masculino: saudação que se dirige a alguém na primeira metade do dia, na parte da manhã; bons-dias. Ex.: Deu-me um bom-dia afetuoso. Nas formas desejosas, de um dia literalmente bom, não há uso de hífen. “Fulano passa, diz e escreve: – Bom dia! Bom feriado a todos!” Havendo determinante (artigo, pronome, numeral, adjetivo), a expressão passa a ser encarada como substantivo e a situação é diferente: “Fulano é tão mal-educado que nunca me disse um bom-dia, um boa-tarde ou um boa-noite!” Mais uma vez: com determinante (artigo, pronome, numeral, adjetivo), “bom-dia”, “boa-tarde” e “boa-noite” são substantivos e usam hífen. Meras saudações, sem o determinante, são mensagens destituídas de hífen, uma vez que a leitura é literal. Boa leitura a todos!   Fonte:  https://exame.abril.com.br/carreira/bom-dia-ou-bom-dia-qual-e-o-certo/   Paulo Roberto Ribeiro DCOM
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
Coronavírus Covid-19: É importante de informar e prevenir. ufla.br/coronavirus
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.