Ir direto para menu de acessibilidade.
DICAS DE PORTUGUÊS

Dicas e curiosidades da Língua Portuguesa

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Quarta, 28 Outubro 2020 13:06 | Última Atualização: Quinta, 20 Julho 2023 08:39
Gentileza solicitar descrição da imagem

1. Às micro/ às micros

Erro: O pacote de tributos refere-se às micro e pequenas empresas

Forma correta: O pacote de tributos refere-se às micros e pequenas empresas

Explicação: Por se tratar de adjetivo, micro é variável e por isso deve ser grafada no plural quando for o caso.

 

2. Através/ por

Erro: Fui avisada através de um email de que a reunião está cancelada.

Forma correta: Fui avisada por email de que a reunião está cancelada.

Explicação: “Para muitos gramáticos, através se refere ao que atravessa”, diz Vivien Chivalski, do Instituto Passadori. Prefira “pelo e-mail”, “por email”.

 

3. Auferir/ aferir

Erro: No fim do expediente, o gestor deve auferir se os valores pagos conferem com os números do sistema.

Forma correta: No fim do expediente, o gestor deve aferir se os valores pagos conferem com os números do sistema.

Explicação: Os verbos aferir e auferir têm sentidos distintos. Aferir: conferir de acordo com o estabelecido, avaliar, calcular. Auferir: colher, obter, ter. Exemplo: O projeto auferiu bons resultados.

 

4. Aumentar ainda mais/ aumentar muito

Erro: Precisamos aumentar ainda mais os lucros.

Forma correta: Precisamos aumentar muito os lucros.

Explicação: Aumentar é sempre mais, não existe aumentar menos, conforme explica Laurinda Grion, no livro “Erros que um executivo comete ao redigir (mas não deveria cometer)”, da editora Saraiva. Portanto são formas redundantes: aumentar mais, aumentar muito mais e aumentar ainda mais.

 

 5. Bastante/ bastantes

Erro: Eles leram o relatório bastante vezes.

Forma correta: Eles leram o relatório bastantes vezes. 

Explicação: Para saber se bastante deve variar conforme o número é preciso saber qual a classificação dele na frase. Quando é adjetivo (como no caso acima) deve variar. Exemplo: Já há provas bastantes para incriminá-lo (= provas suficientes).
Se for advérbio é invariável. Exemplo: Compraram coisas bastante bonitas (= muito bonitas).
Se for pronome indefinido é variável. Exemplo: Vimos bastantes coisas (= muitas coisas).
Se for substantivo, não varia, mas pede artigo definido masculino: Os animais já comeram o bastante (= o suficiente).

 

Fonte: exame.abril.com.br

 

Paulo Roberto Ribeiro

Revisor de textos / Coordenadoria de Comunicação

 
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.