Ir direto para menu de acessibilidade.
ATIVIDADE ON-LINE

Seminário especial será realizado na terça (2/2) para orientação aos estudantes de pós-graduação

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Quarta, 27 Janeiro 2021 14:18 | Última Atualização: Quinta, 28 Janeiro 2021 13:22 | Acessos: 999
Gentileza solicitar descrição da imagem

A Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PRPG), em parceria com a Associação de Pós-Graduandos (APG/UFLA), promovem na terça-feira (2/2), às 14h, o Seminário on-line "Gestão da vida acadêmica na pós-graduação: desafios e possibilidades".  O evento é voltado aos estudantes e professores dos programas de pós-graduação, especialmente estudantes ingressantes em 2020/1 e 2020/2. Para participar, basta acessar o link do Seminário.

Durante o evento, a PRPG apresentará as rotinas acadêmicas para os estudantes, de modo a contribuir para a melhoria das experiências formativas na pós-graduação, com impacto também para a qualidade da vivência acadêmica. Haverá ainda a participação da coordenação da APG/UFLA, gestão Ainda Vive, representada por Camila Oliveira Lourenço, que realizará breve apresentação sobre o papel da Associação e sobre o histórico de atuação do grupo na Universidade. Os estudantes poderão se inteirar das formas de comunicação e o contato com a APG, para que haja consolidação da representatividade dos discentes da pós-graduação.

Outro momento previsto é a conversa sobre o tema “Ciência UFLA em pauta: pós-graduação e popularização do conhecimento científico”, que será abordado pela jornalista da UFLA, coordenadora de Divulgação Científica e editora da revista de jornalismo científico Ciência em Prosa, Ana Eliza Alvim.

Sobre o tema da popularização do conhecimento

A ciência e a tecnologia impactam nas políticas de segurança pública, saúde, educação, ações de sustentabilidade, de inclusão social, de desenvolvimento econômico, entre outras. A pandemia de Covid-19 tornou evidente a relevância das informações científicas para as deliberações em grandes esferas, com decisões voltadas à saúde pública e à proteção coletiva, e em microesferas, para subsidiar posicionamentos, decisões e comportamentos individuais das pessoas. Assim, é necessário que os conhecimentos científicos, das diferentes áreas, sejam compartilhados e que tenham circulação mais ampliada na sociedade, colaborando para a formação da opinião pública, para o estímulo à participação pública nas discussões de impacto coletivo e para as decisões diárias dos cidadãos. Nesse contexto, é essencial a discussão sobre as ações da Universidade ao longo do tempo para a comunicação pública da ciência e sobre a colaboração que os pós-graduandos podem ofertar a esse processo de democratização do conhecimento.