Ir direto para menu de acessibilidade.
FORMAÇÃO CONTINUADA

Roda de conversa promovida pela Prograd abordou implantação da mentoria acadêmica

Escrito por Gláucia Mendes | Publicado: Terça, 29 Junho 2021 15:56 | Última Atualização: Terça, 29 Junho 2021 15:56 | Acessos: 270
Gentileza solicitar descrição da imagem

A Pró-Reitoria de Graduação da Universidade Federal de Lavras (Prograd/UFLA) promoveu, por meio da Diretoria de Avaliação e Desenvolvimento do Ensino (Dade), a roda de conversa “Experiências de Mentoria Acadêmica na UFLA”. A ação, realizada no dia 25/6, integra o Programa de Formação Continuada de Professores (Prodocente) e marca o início das atividades de apoio às unidades acadêmicas interessadas em implantar a mentoria acadêmica.

A roda de conversa foi destinada aos docentes, à coordenação e à chefia do departamento de Engenharia Física do Instituto de Ciências Naturais (ICN), interessados em implementar a mentoria acadêmica no curso de Engenharia Física. O pró-reitor de Graduação, professor Ronei Ximenes Martins, e a diretora da Dade, professora Francine de Paulo Martins Lima, discorreram sobre a concepção de mentoria acadêmica, as normas existentes na UFLA para sua implementação e as possibilidades e perspectivas de apoio aos cursos para a inserção da mentoria acadêmica como componente curricular na matriz dos cursos de graduação.

Na avaliação do pró-reitor de Graduação, “há evidências de que teremos efeitos colaterais resultantes do longo período de Ensino Remoto Emergencial. Podem ocorrer prejuízos na aprendizagem em áreas básicas, além do comprometimento de competências e habilidades esperadas em práticas profissionais que estão prejudicadas pelo distanciamento social.  Nesse cenário, a mentoria acadêmica tem ótimo potencial para ajudar a mitigar os efeitos prejudiciais do longo período de afastamento da comunidade acadêmica das atividades letivas presenciais e da convivência no câmpus”.

A diretora da Dade enfatiza a importância do apoio às unidades acadêmicas na implantação da mentoria. “O diálogo com os docentes e coordenadores dos cursos de graduação é um passo importante para iniciativas sistematizadas e curriculares de acolhimento e acompanhamento dos estudantes ao longo do curso e das possibilidades de aprimoramento do percurso formativo, com vistas a mitigar índices de abandono, retenção ou baixo rendimento dos estudantes.”

A ação também contou com a participação das professoras Giovana Augusta Torres, coordenadora do bacharelado em Ciências Biológicas, e Miriam Monteiro de Castro Graciano, coordenadora do curso de Medicina, que fizeram o relato das iniciativas de implementação da mentoria acadêmica nos respectivos cursos. A mediação da roda de conversa foi realizada pela professora Angélica Sousa da Mata, coordenadora de Assessoramento Pedagógico da Dade.

O registro da roda de conversa e os documentos de referência da mentoria acadêmica objeto de discussão encontram-se disponíveis no site da Dade.