Ir direto para menu de acessibilidade.
ENSINO INFANTIL

Nedi/UFLA divulga palestra sobre o uso consciente das tecnologias da informação na infância

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Segunda, 05 Julho 2021 17:47 | Última Atualização: Segunda, 05 Julho 2021 17:50 | Acessos: 280
Gentileza solicitar descrição da imagem

Foi realizado, no dia 24/6, o quarto encontro virtual do projeto de extensão "Escola de Famílias: saberes escolares e práticas familiares, uma relação possível", transmitido pelo canal do Núcleo de Educação da Infância (Nedi) no Youtube. O tema "O uso consciente das tecnologias da informação (TIC): possibilidades de aprendizagem na infância" foi discutido pela psicóloga e professora Adriana Mastela, e tendo como mediadora a professora Elisângela Brum, do Nedi.

A professora Adriana abordou em sua fala os aspectos positivos e negativos do uso das tecnologias e a discrepância entre os grupos sociais quanto às oportunidades de acesso às chamadas TICs, que podem, inclusive, serutilizadas no ambiente escolar, desde que haja uma intencionalidade pedagógica. Adriana também destacou que as tecnologias auxiliam no desenvolvimento das crianças, pois podem estimular uma aprendizagem mais significativa, lúdica, que desperta a curiosidade e a busca por novos conhecimentos.

Adriana alertou quanto ao excesso e mau uso das tecnologias da informação, que podem estar associados ao desenvolvimento de transtornos como ansiedade, depressão, fobia social, dificuldade de concentração, obesidade, e isolamento social. “É importante estabelecer uma quantidade máxima de horas de navegação. Essa é a principal maneira de evitar excessos e promover uma utilização saudável do meio digital pelas crianças. A indicação diária é de uma hora por dia para crianças entre 2 e 5 anos. Para crianças que têm entre 6 e 12 anos, são indicadas duas horas por dia. Para adolescentes, é recomendado que o tempo seja estipulado de forma personalizada“.  

A gravação do evento pode ser acessada pelo canal do Nedi no Youtube.

Texto: Mathews de Oliveira Silva, bolsista Proat. Revisão: Ana Eliza Alvim