Ir direto para menu de acessibilidade.
DICAS DE PORTUGUÊS

Algumas curiosidades da Língua Portuguesa

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Quinta, 16 Dezembro 2021 16:25 | Última Atualização: Sexta, 17 Dezembro 2021 13:25 | Acessos: 242
Gentileza solicitar descrição da imagem

Foi realizado recentemente em Roma o Sínodo dos Cardeais. O encontro tratou sobre a situação política e o andamento da pandemia. Mas o que quer dizer sínodo? A palavra vem do grego. Na língua de Platão e Aristóteles, synodos quer dizer assembleia de bispos do mundo inteiro. Sob a presidência do papa, eles buscam consensos em questões importantes. 

Confira mais algumas curiosidades relacionadas ao tema:

Bispa? Não!
O feminino de bispo? É episcopisa. 

 

Sem flexão 
Papa, cardeais, bispos são as autoridades da Igreja Católica. Eles são os todo-poderosos do Vaticano? Ou os todos-poderosos? 

Guarde isto: O todo, no caso, funciona como advérbio. Quer dizer totalmente. Mantém-se, por isso, invariável: o todo-poderoso, os todo-poderosos, a todo-poderosa, as todo-poderosas.

 

Por falar em todo ...
Todo, todo o, todos os? O pronome aparece a torto e a direito. Mas o artigo e o plural fazem a diferença. Como acertar sempre? É fácil. Preste atenção nos exemplos:

Todo = qualquer, inteiro: Todo (qualquer) país tem uma capital. Todo (qualquer) homem é mortal. Li o livro todo (inteiro).

Todo o = inteiro: Li todo o livro. Assisti a todo o filme. Conheço todo o mundo. 

Todos os = todas as pessoas ou representantes de determinada categoria, grupo ou espécie: Todos os governadores compareceram à reunião. Todos os que quiseram participaram do sorteio retiraram a senha. Dirigiu-se a todos os presentes.


Dupla ou trio?

Todo mundo ou todo o mundo? Atenção ao artigo. Ele muda o sentido do recado: 

Todo mundo = todos: Todo mundo aplaudiu o cantor. 

Todo o mundo = todos os países, o mundo inteiro: Conheceu todo o mundo.

 

Desperdício

É pleonasmo escrever unânime e todos em frase do tipo: todos foram unânimes. Unânime é relativo a todos.

 

NoBEL ou NObel?
Guarde isto: Nobel pronuncia-se como papel e Mabel. A sílaba tônica é a última. Isolado, Nobel tem plural. Acompanhado de prêmio, mantém-se invariável: Ganhou dois Nobéis. Dedicou o livro a dois Prêmios Nobel.

 

Fonte:http://concursos.correioweb.com.br/app/colunistas/dad-squarizi/2019/10/09/noticiasinterna,40294/assembleia-de-gente-do-andar-de-cima.shtml (com adaptações)

Paulo Roberto Ribeiro – Coordenadoria de Comunicação Social