Ir direto para menu de acessibilidade.
DICAS DE PORTUGUÊS

Algumas dúvidas frequentes de português

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Segunda, 07 Novembro 2022 13:37 | Última Atualização: Segunda, 07 Novembro 2022 16:11
Gentileza solicitar descrição da imagem

“Em vez de” ou “ao invés de”?

As duas expressões são parecidas e, às vezes, parecem significar a mesma coisa, mas não é bem assim. 

“Ao invés de” só pode ser usado quando há uma oposição clara e direta, como em “Ao invés de sair, ficamos em casa”. Aqui uma decisão é oposta à outra.

“Em vez de” é usado quando há uma substituição, e não uma oposição. Por exemplo: “Em vez de pegar o guarda-chuva, eu peguei um casaco”. Nesse exemplo não existe uma oposição, apenas algo foi substituído. 

De qualquer forma, “em vez de” pode ser usado no lugar de “ao invés de” também, por isso, sempre prefira seu uso para não correr o risco de errar.

 

“Faz” ou “fazem”?

A conjugação do verbo fazer deixa muitas pessoas confusas quando ele se refere ao tempo decorrido. “Faz dois meses” ou “Fazem dois meses”? 

A resposta é simples: se “fazer” for impessoal, ou seja, não tiver sujeito, ele sempre fica no singular. Por isso, “faz dois meses que trabalho aqui” estaria certo.

 

“Esquecer-se” ou “esquecer-se de”?

Outra dúvida comum para quem estuda Português para concurso é sobre o uso de “esquecer-se” ou “esquecer-se de”.

Quando o verbo “esquecer” é pronominal, ou seja, acompanhado do pronome “se”, sempre usamos “de” para complementar. Quando não há o pronome “se”, o complemento não é usado.

Por exemplo, “ele se esqueceu do casaco”, ou “ele esqueceu o casaco”.

 

“Ao encontro de” ou “de encontro a”?

Essas duas expressões são muito parecidas e causam muitas dúvidas em quem estuda o Português básico para concursos, mas significam coisas muito diferentes. 

“Ao encontro de” é usado quando duas coisas estão em harmonia, enquanto “de encontro a” significa “ao contrário de”.

Por isso, “minha opinião vai ao encontro da sua” significa que as duas pessoas estão concordando. 

Agora, “minha opinião vai de encontro a sua” significa que tais pessoas estão discordando sobre o assunto.

 

“Através” ou “por meio”?

Muitas pessoas acreditam que essas duas expressões são substituíveis quando estudam português para concurso. 

Na verdade, de acordo com a gramática, “através” só pode ser utilizado quando houver a ideia de atravessar, como em “eles viajaram através do estado”. 

Se você quiser dizer “por intermédio”, deve usar “por meio”: “eles conversavam por meio de mensagens”.

Usar o advérbio “através” com um sentido diferente de “atravessar” pode soar estranho, além de estar incorreto.

 

“A princípio” ou “em princípio”?

Mais uma vez, essas duas expressões são parecidas e parecem substituíveis, mas significam coisas bem diferentes.

 “A princípio” é um equivalente de “de início”: “A princípio, pensamos que ele estava em casa”.

“Em princípio”, por outro lado, é um equivalente de “em tese”: “Em princípio, devemos sair agora para chegar a tempo”.

 

Fonte: https://www.estudaqui.com/blog/concursos/portugues-para-concurso/ (com adaptações)

Paulo Roberto Ribeiro – revisor de textos CCS

Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
Coronavírus Covid-19: É importante de informar e prevenir. ufla.br/coronavirus
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.