Ir direto para menu de acessibilidade.
CONCLUSÃO DE CICLO

Programas Pibid e Residência Pedagógica fecham ciclo e compartilham vídeos das experiências vivenciadas

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Terça, 07 Mai 2024 17:19 | Última Atualização: Segunda, 20 Mai 2024 07:57
Gentileza solicitar descrição da imagem

Integrantes do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) e do Programa Residência Pedagógica da UFLA encerraram em 30/4 o ciclo de 18 meses de ações da última edição. Para consolidar os resultados, os licenciandos, com seus orientadores, supervisores e preceptores, produziram 132 pequenos vídeos com relatos de experiências vividas ao longo dos programas. O objetivo é publicizar a produção dos conhecimentos gerados e contribuir para o repensar das práticas pedagógicas desenvolvidas nas escolas.

Clique para ter acesso aos vídeos

Em 20/4, como parte das atividades de encerramento das atividades, foi realizado o III Encontro de Avaliação e Socialização das atividades dos Programas Pibid e RP UFLA, evento coordenado pela Diretoria de Avaliação e Desenvolvimento do Ensino (Dade/Prograd) e que contou com as presenças do coordenador institucional do Pibid, professor Fábio Marineli, e o coordenador institucional da RP, professor José Antônio de Araujo Andrade. O encontro reuniu cerca de 400 participantes, entre estudantes das licenciaturas, docentes da Universidade que atuam como coordenadores de área e professores da educação básica que atuam como preceptores ou supervisores dos licenciandos, participantes dos programas.

O Pibid, segundo o professor Fábio, é mais que um programa de bolsas, é uma política pública que valoriza e qualifica o processo de formação docente, tanto inicial quanto continuada. “O Pibid é programa que expande os horizontes da universidade, estabelecendo a escola como um campo de formação dos nossos licenciandos, havendo uma aproximação entre o espaço formativo tradicional – o espaço universitário – e aquele de atuação profissional – a escola –, bem como uma busca constante por uma articulação teoria-prática”.

O professor José Antônio destaca a iniciativa de se investir na Residência Pedagógica como um espaço de aprendizagem e de desenvolvimento profissional docente, por meio de um processo de formação compartilhada entre residentes, preceptores e orientadores. Nessa configuração, os professores da educação básica e os residentes puderam trazer para o debate questões vivenciadas nos momentos no âmbito das práticas pedagógicas desenvolvidas e os professores da universidade puderam mobilizar o conhecimento teórico para subsidiar e fomentar o planejamento, problematização e a resignificação das práticas.

Nessa edição dos programas, o número de bolsas na UFLA foi de 342 para estudantes, 54 para supervisores e preceptores (professores das escolas parceiras) e 20 para professores da Instituição. Além disso, os programas contaram com a participação de voluntários.

Durante o evento, a diretora da Dade, professora Francine de Paulo Martins Lima, reafirmou o compromisso da Universidade com as licenciaturas e com o fortalecimento da interlocução universidade e escola como caminho para a formação de bons professores. “É preciso defender o protagonismo das licenciaturas, o reconhecimento do papel dos professores e professoras como formadores de futuros professores para a educação básica, reconhecendo que no chão da escola se produz conhecimentos profissionais. Para tanto, é preciso marcar presença a sociedade, reafirmando o protagonismo da universidade e da escola, como estamos fazendo em eventos, ações e programas como o Pibid e RP”.

Acesse as fotos do evento


Sobre o Pibid e a RP
O Pibid é um programa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) que tem por finalidade fomentar a iniciação à docência, contribuindo para o aperfeiçoamento da formação de docentes em nível superior e para a melhoria da qualidade da educação básica pública brasileira. Ele ocorre na primeira metade dos cursos de licenciatura. O Pibid contribui para mudar as concepções sobre a profissão docente e sobre a escola básica. Para a universidade, a contribuição está no aperfeiçoamento das licenciaturas, na permanência dos estudantes nos cursos e no aumento e valorização em pesquisas relacionadas à educação e ao ensino. Para as escolas, a contribuição está em sua ressignificação como espaço de formação, na diversificação das estratégias metodológicas e no aumento do interesse e participação dos seus estudantes.

Já o Programa de Residência Pedagógica é um programa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), que tem por finalidade fomentar projetos institucionais de residência pedagógica implementados por Instituições de Ensino Superior, contribuindo para o aperfeiçoamento da formação inicial de professores da educação básica nos cursos de licenciatura. Ele ocorre entre na segunda metade dos cursos de licenciatura.

Ambos programas tem o fomento de Capes, ofertando bolsas no valor de 700 reais para os estudantes das licenciaturas; 1,1 mil reais para os docentes da educação básica; 2 mil reais para os docentes da Universidade – coordenadores de área; e 2,1 mil reais para os coordenadores institucionais.

 
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.
Participante do Programa Nacional de Prevenção à Corrupção