Ir direto para menu de acessibilidade.

UFLA realiza pela primeira vez espetáculo teatral acessível em Libras

Escrito por Pollyanna Dias | Publicado: Segunda, 21 Mai 2018 11:12 | Última Atualização: Sexta, 17 Agosto 2018 14:41 | Acessos: 585
Iniciativa do Projeto Asas trouxe a Lavras peça
premiada de Belo Horizonte, com interpretação
em Língua Brasileira de Sinais

A noite fria desse domingo (20/5) foi aquecida pelo humor irreverente da peça “Como sobreviver em festas e recepções com buffet escasso”, produzida e interpretada por Carlos Nunes. O Salão de Convenções da Universidade Federal de Lavras (UFLA) foi palco da exibição que tem 18 anos e, que pela terceira vez foi acessível em Libras “É um grande prazer fazer o espetáculo e saber que ele está sendo traduzido todo tempo para que as pessoas possam aproveitar e rir junto com a gente”, comentou Carlos.

O evento foi promovido pelo projeto de extensão Acessibilidade na Saúde em Atendimento aos Surdos (Asas), que teve início em agosto de 2017, e conta com estudantes dos cursos de Educação Física, Nutrição e Medicina. O objetivo do Asas, de acordo com o tradutor e intérprete de Libras da UFLA, Welbert Sansão, é capacitar os discentes para inserção no mercado de trabalho para que estejam aptos a atender a comunidade surda. São realizados encontros semanais para o ensino da Libras e há também as atividades de extensão na Escola Estadual Cinira de Carvalho, com palestras, workshops e oficinas junto à comunidade externa da UFLA.

Com público de todas as idades, a apresentação foi muito elogiada por quem esteve presente “A peça é muito boa, o ator é muito engraçado e interagiu bem com a plateia deixando a gente bem à vontade. Gostei muito de ter os intérpretes de libras dando a oportunidade de acesso às pessoas com deficiência auditiva. É muito importante criar espaços de participação e interação deles em todas as ações desenvolvidas na comunidade” relatou o estudante de Administração Pública, Jeferson Neri.

Lavras recebeu pela primeira vez uma peça teatral interpretada em Libras. “Nós acreditamos que a saúde nas relações biopsicossociais está ligada diretamente com as relações sociais, e o teatro propicia essa inserção,” enfatizou Welbert.  Além de propiciar cultura, o ingresso foi uma forma de promover ação social, já que os alimentos arrecadados serão doados ao Lar Augusto Silva, que acolhe idosos em Lavras.

 

Texto e fotos: Karina Mascarenhas- jornalista, bolsista Dcom/Fapemig. 

[ngg_images source="galleries" container_ids="967" display_type="photocrati-nextgen_basic_thumbnails" override_thumbnail_settings="1" thumbnail_width="100" thumbnail_height="75" thumbnail_crop="1" images_per_page="24" number_of_columns="4" ajax_pagination="0" show_all_in_lightbox="0" use_imagebrowser_effect="0" show_slideshow_link="0" slideshow_link_text="[Show as slideshow]" order_by="sortorder" order_direction="ASC" returns="included" maximum_entity_count="500"]

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.