Ir direto para menu de acessibilidade.
SAÚDE MENTAL

UFLA promove mais uma ação sobre saúde mental

Escrito por Alberto Moura | Publicado: Quinta, 06 Dezembro 2018 21:47 | Última Atualização: Quinta, 06 Dezembro 2018 21:47 | Acessos: 212

“What’s up?” Traduzindo para o português, o termo pode significar “E aí? Tudo bem?”, “Como vai?”, “Beleza?”, “Qual é a parada?”, entre outros muitos termos... E é a partir dessa abordagem que o grupo do Departamento de Educação Física da Universidade Federal de Lavras (DEF/UFLA) realiza seus eventos para conversarem sobre saúde mental. Na noite desta quarta-feira (5/12), no Centro de Cultura da instituição, reuniram em uma roda de conversa discentes de graduação e da pós-graduação, docentes, técnico-administrativos e pessoas da comunidade externa para debaterem sobre ansiedade e depressão.

Coordenado pelos professores Gustavo Puggina Rogatto e Priscila Carneiro Valim-Rogatto do DEF, o debate foi mediado pela professora Kátia Poles do Departamento de Saúde (DSA/UFLA) e pelo psicólogo da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis e Comunitários (Praec) João Maurício de Pádua Souza. Com o objetivo de fomentar discussões sobre os transtornos de comportamento, o evento voltou-se para casos de ansiedade e depressão no ambiente acadêmico. Esse é mais um de dezenas de eventos promovidos pela UFLA desde o ano passado na tratativa de saúde mental.

De acordo com a professora Kátia Poles, que palestra em inúmeros eventos sobre o tema, a proposta foi discutir, de uma maneira geral, sobre como a saúde mental é construída na vida acadêmica, além de falar sobre ansiedade e depressão, que são as duas situações mais usuais com as quais os profissionais da instituição lidam na Coordenadoria de Saúde. “Ao longo deste ano, a gente vem fazendo várias ações em diferentes espaços para tratar do tema da saúde mental, como algo que faz parte da saúde de qualquer pessoa. Então este momento é de conversar um pouco, para ser um espaço de troca e discussão sobre saúde mental, principalmente neste fim de período, em que as pessoas ficam sobrecarregadas”.

A estudante de graduação em Matemática, Cíntia de Souza Martins Gomes, participou da roda de conversa, pois diz enfrentar problemas com ansiedade, e uma leve depressão. A estudante ressaltou que acha muito importante a UFLA abrir esse espaço para a comunidade discutir problemas de saúde mental.

Os professores Priscila e Gustavo relataram que o final do período letivo é marcado por muitos momentos de grande ansiedade, de preocupação, de incerteza, de pressões diversas, tanto para estudantes quanto para professores e técnico-administrativos. Isso aumenta a demanda de desenvolvimento de ações preventivas e de auxílio a essa comunidade. Então, a roda de conversa foi um evento em formato mais leve, com mais proximidade, sem o viés de uma palestra formal, no intuito de dar vazão a essas discussões e trazer melhor entendimento sobre o assunto. Os professores do Departamento de Educação Física ainda afirmaram que pretendem fazer mais ações no próximo ano.

Saúde Mental

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), Saúde Mental é um estado de bem-estar no qual o indivíduo é capaz de usar suas próprias habilidades, recuperar-se do estresse rotineiro, ser produtivo e contribuir com a comunidade. Ainda segundo a OMS, um em cinco adultos possuem experiências de sofrimento mental. Quase um em vinte e cinco adultos na América vive com uma doença mental grave.

A professora Kátia Poles orienta que, para ajudar uma pessoa que passa por momentos difíceis, é preciso fazer algumas ações: ter sensibilidade às manifestações de sofrimento; abster-se de julgamentos e preconceitos; oferecer escuta empática e orientar a procurar ajuda especializada.

What’s up

O projeto comunitário e de extensão registrado na Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proec) “What’s up” tem a coordenação dos professores Gustavo Puggina Rogatto e Priscila Carneiro Valim-Rogatto do DEF/UFLA. A iniciativa conta com a participação de estudantes de vários cursos que buscam discutir a ansiedade e a depressão. O objetivo do projeto é estimular discussões sobre os transtornos de comportamento, uma vez que isso tem sido cada vez mais frequente. O grupo que se reúne quinzenalmente, às sextas-feiras, estimula discussões sobre trabalhos que envolvem ansiedade e depressão, promove a integração das pessoas, além de estimular o estilo de vida saudável e organizar eventos periódicos sobre o tema.

Atendimento psicológico e psiquiátrico na UFLA

Os atendimentos são feitos pela equipe de psicólogas e assistentes sociais da Praec e são gratuitos. Para saber detalhes sobre o serviço, sobre públicos atendidos e agendamentos, ligue (35) 3829-1582.

Já o agendamento psiquiátrico é realizado toda segunda-feira a partir das 7h no Centro de Consultas Eletivas (Coordenadoria de Saúde). O atendimento é às segundas, terças, quintas e sextas-feiras das 7h às 11h e quarta-feira das 13h às 17h.

 

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.