Ir direto para menu de acessibilidade.
Extensão

G-Óleo da UFLA recebeu visita dos Escoteiros de Lavras

Escrito por Melissa Vilas Boas | Publicado: Terça, 24 Setembro 2019 17:58 | Última Atualização: Terça, 24 Setembro 2019 17:58 | Acessos: 1652
Gentileza solicitar descrição da imagem

No último sábado (21/9), foi realizada na Usina de Processamento de Biodiesel da Universidade Federal de Lavras (UFLA) uma visita do  22º Grupo Escoteiro Acauã, de Lavras. Os escoteiros foram recepcionados pelo Núcleo de Estudos em Plantas Oleaginosas, Óleos Vegetais, Gorduras e Biocombustíveis (G-Óleo), dos Departamentos de Engenharia (DEG) e de Agricultura (DAG).  O objetivo da visita foi conhecer um pouco mais sobre o trabalho que o G-Óleo realiza na Universidade, além de trabalhar a educação ambiental e a reciclagem de óleo usado para a produção de biodiesel.

A visita dos escoteiros faz parte do 21º Mutirão Nacional Escoteiro de Ação Comunitária, popularmente conhecido como MutCom, cujo objetivo é realizar uma atividade de mobilização nacional que visa a integração e colaboração dos Escoteiros do Brasil com a sociedade. Os trabalhos do grupo tiveram início no dia 14/8, quando realizaram uma coleta de óleo usado para a fabricação de sabão. Foram arrecados mais de 250 litros de óleo, que serão transformados em sabão na usina da UFLA. Ao final do processo, o material será doado ao Parque Francisco de Assis de Lavras.

De acordo com o estudante de Engenharia Agrícola e coordenador do grupo de escoteiros de Lavras, Caio Martini de Oliveira, a atividade foi bem produtiva. “Eles ficaram maravilhados com a usina e puderam descobrir como é feita a fabricação de combustível, além de acompanhar a transformação do óleo que arrecadaram em sabão. Também tiveram a oportunidade de aprender que o óleo descartado em nossas casas polui o meio ambiente."

Para o escoteiro Luis Henrique Lopes de Medeiros, a visita ao núcleo ajudou até mesmo nas atividades da escola. “Eu gostei muito de fazer as atividades no G-Óleo porque fizemos muitas brincadeiras. Aprendi como é feito o sabão a partir de óleo e sobre as fontes de energia, conteúdo que estou estudando na escola."

 

Texto: Melissa Vilas Boas, relações públicas - bolsista Dcom/Fapemig.

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.