Ir direto para menu de acessibilidade.
Saúde Mental

Setembro Amarelo: Palestra de prevenção ao suicídio ocorreu na noite de terça-feira (15/9)

Escrito por Greicielle Santos | Publicado: Quarta, 16 Setembro 2020 15:38 | Última Atualização: Quarta, 16 Setembro 2020 15:38 | Acessos: 245
Gentileza solicitar descrição da imagem

Ocorreu na noite de terça-feira (15/9) a palestra “Prevenção ao suicídio em tempos de pandemia por Covid-19: Cuidar de si, cuidando de todos”, ministrada pelo professor Ismael Pereira de Siqueira, coordenador da clínica-escola de psicologia do Centro Universitário de Lavras (Unilavras). A ação faz parte das atividades realizadas pelo Núcleo de Saúde Mental da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis e Comunitários da Universidade Federal de Lavras (NSM/Proec/UFLA) em decorrência do Setembro Amarelo, movimento mundial de conscientização sobre o suicídio. A palestra está disponível no canal do YouTube da UFLA.

A Coordenadora de Saúde da UFLA, Kátia Poles, mediou a palestra e ressaltou a importância de falar sobre prevenção ao suicídio, principalmente em tempos de pandemia. “No contexto da pandemia, as pessoas ficam mais ansiosas, mais angustiadas, pois a falta de contato social, que é um fator de proteção aos transtornos mentais, torna-se um agente que predispõe a pessoa a desenvolver um quadro depressivo. Por isso, é mais importante ainda falar de suicídio nesse contexto”.

Os ouvintes tiveram oportunidade de fazer apontamentos e também ter suas dúvidas esclarecidas. O professor Ismael Pereira destacou a importância das Políticas Públicas como ferramenta de prevenção ao suicídio, e também a necessidade de tratar do assunto para além do mês de setembro. Ele relatou que a prevenção é algo que tem ser pensado a partir da coletividade, e que a relação de confiança para falar sobre o assunto também precisa ser levada em consideração, já que a qualidade das relações que são estabelecidas é um dos fatores protetivos.

“Gostei muito de participar da live dessa terça-feira, que teve ampla participação do público. Por ser Setembro Amarelo, é importante destacar a importância da prevenção. Segundo os critérios da Organização Mundial da Saúde (OMS), a prevenção passa diretamente por uma melhoria na qualidade nas relações interpessoais e pela inserção do indivíduo na comunidade. Quanto mais participação ele tiver no grupo, e maior acesso às Instituições, a prevenção passa a ser um fator protetivo em relação ao suicídio. Possibilitar a inclusão social das pessoas e a melhoria na qualidade de vida da população também é a principal medida de prevenção, e isso passa diretamente pelas políticas públicas”, complementa o professor Ismael.

Para mais informações sobre o assunto, acesse o site: setembroamarelo.com

Texto: Greicielle Santos - Licenciada em Letras, bolsista Comunicação/UFLA

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.