Ir direto para menu de acessibilidade.
Bem-Estar

Programa de extensão da UFLA atende moradores da Vila Vicentina em Lavras

Escrito por Mathews Silva | Publicado: Terça, 30 Novembro 2021 11:37 | Última Atualização: Terça, 30 Novembro 2021 12:03 | Acessos: 432
Gentileza solicitar descrição da imagem

O fisioterapeuta e professor do Departamento de Educação Física (DEF-UFLA) Marcos Antônio Gomes Barbosa desenvolve na Sociedade São Vicente de Paulo (SSVP)-Vila Vicentina, o programa "Atenção preventiva e educativa em saúde do idoso na SSVP: interface entre a fisioterapia reabilitativa e atividade física''. O programa realiza tratamento fisioterapêutico e atividades educativas em saúde aos moradores da Vila Vicentina e comunidade de Lavras. O projeto é fruto de uma parceria da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proec/UFLA), do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 4ª Região (CREFITO 4) e do Departamento de Educação Física (DEF/UFLA).

O programa está em atividade desde janeiro de 2019 e atualmente são assistidos oito idosos residentes na Vila Vicentina e quatro funcionários da Vila (sempre que necessitam de tratamento). Há atendimento também na comunidade de Lavras, de acordo com a disponibilidade de vaga (por meio de um pedido médico para tratamento reabilitativo e declaração de baixa condição financeira para arcar com o tratamento). O programa, é uma versão do projeto "Centro de Prevenção e Reabilitação”, que existia desde 2013 no DEF. “Nesse projeto fizemos em média 400 atendimentos por ano (para professores, alunos e comunidade de Lavras)”, recorda Marcos Antônio.

Marcos Antônio ressalta a importância da participação dos profissionais da saúde em prol da sociedade. “É importante para nós fisioterapeutas contribuir com a melhoria na qualidade de vida da população por meio de ações educativas que visam à manutenção e promoção da saúde, vivenciando a experiência de um trabalho na atenção básica à saúde em uma equipe de saúde coletiva. Esse modelo permite ampliar a prática do fisioterapeuta para além da clínica, em direção a um lugar social mais humano e solidário. Também permite repensar o atual lugar social, oferecendo parâmetros para a reorientação dos caminhos da profissão”. Ainda segundo o professor, recentemente houve a inserção no programa de uma assistência na área de nutrição, hortas e apoio à cozinha. Nesse âmbito, o professor conta com a participação de sua filha, a mestranda Bárbara Viana Gomes Barbosa, que atua no programa de forma voluntária.

O coordenador da Vila Vicentina de Lavras, Cleber Bento Pires, destaca a importância dos programas de extensão para a comunidade. “Quando a universidade sai do câmpus acontecem dois ganhos: experiência para os alunos e o benefício da população que está em seu entorno. Para Cleber a atuação de Marco Antônio é um ganho social muito grande para a unidade. “Ele é um excelente profissional, melhorou a qualidade de vida das moradoras na parte física e mental”. Ainda segundo Cleber, em função da pandemia houve uma carência de visitas às moradoras da Vila que Marco Antônio supriu com bom humor e longas conversas.

O presidente do conselho central da Vila Vicentina de Lavras, Luiz Carlos Custódio, enfatiza que a Vila precisa de parceiros e colaboradores, principalmente com estudos mais aprofundados. Marco Antônio faz um convite aos demais departamentos da UFLA: “Será de extrema validade e importância que outros departamentos se juntem a esse programa e coloquem para fora dos muros da universidade, professores e alunos capacitados e com desejo  de contribuir com a ciência e com o social”. Os interessados poderão entrar em contato com o professor Marco Antônio, por meio do endereço de email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..