Ir direto para menu de acessibilidade.
AGROECOLOGIA

Projeto de extensão Vozes da África avança para Darfur

Escrito por Gláucia Mendes | Publicado: Segunda, 27 Junho 2022 13:29 | Última Atualização: Quarta, 29 Junho 2022 08:13 | Acessos: 318
Gentileza solicitar descrição da imagem

O projeto de extensão “Vozes da África” avança para  mais um país: o Sudão. A região de Darfur, situada no oeste da nação africana, caracterizada por um baixo nível de desenvolvimento e vitimada por conflitos armados, será a próxima a participar da iniciativa, que concilia a Agroecologia com propostas de apoio à agricultura familiar, objetivando a segurança alimentar.

"Ao chegar a Darfur, no Sudão, o projeto cumpre seus propósitos de promover a paz, por meio da produção de alimentos,  partindo do princípio de que a paz só é possível com a geração constante e permanente de alimentos básicos e fundamentais para as populações residentes. Jamais haverá paz onde houver fome e miséria", afirma o coordenador do projeto, o professor aposentado e extensionista voluntário do Departamento de Engenharia Agrícola da UFLA (DEA/UFLA),Gilmar Tavares.

Em setembro deste ano, seis produtores familiares da região (três agricultores e três pastores de cabra) irão participar de capacitações em Tecnologias Socioambientais Sustentáveis da Agroecologia, que aliam produção de alimentos básicos e fundamentais, geração de emprego e renda e proteção ambiental. Ao retornar para Darfur, eles atuarão como multiplicadores e replicadores do conhecimento.

O projeto “Vozes da África”, criado em 2007, está em atividade na República Democrática do Congo e Moçambique, além de outros países, como Paquistão e Rússia. Também já beneficiou Myanmar, e bem recentemente, o Afeganistão. A proposta está de acordo com o projeto da ONU de evitar o êxodo rural e as consequentes tentativas de imigrações desordenadas de populações carentes para os países desenvolvidos.