Ir direto para menu de acessibilidade.
Atletismo

UFLA sedia Campeonato Mineiro de Atletismo Sub-18 e III Festival Aberto de Atletismo

Escrito por Karina Mascarenhas | Publicado: Segunda, 11 Julho 2022 17:46 | Última Atualização: Quarta, 13 Julho 2022 13:22
atletas durante prova
Fotos: Cria Lavras e Comunicação UFLA

  Atletas de 18 cidades participaram, na Universidade Federal de Lavras (UFLA), do Campeonato Mineiro de Atletismo Sub-18. Paralelamente à disputa, foi realizado o III Festival Aberto de Atletismo da Federação Mineiro de Atletismo para atletas das categorias sub-14, 16, 18, 20, 23, adulto e master.

Cerca de 15 equipes participaram de provas de arremessos, corridas, lançamentos e saltos. De acordo com o treinador do Centro Regional de Iniciação ao Atletismo (Cria Lavras), Pablo Ramon Domingos, a competição é organizada pela Federação Mineira com apoio da UFLA, do Cria, Secretaria Municipal de Educação e Secretaria Municipal de Esporte. “As marcas dos atletas federados são homologadas pela Confederação Brasileira e vão contando pontos para eles entrarem no ranking nacional”, explica.

Além da pontuação, o evento promove o intercâmbio entre clubes de atletismo do Estado e tem como objetivo proporcionar aos atletas aprimoramento físico e técnico, servindo de parâmetro para eventos de nível mais elevado. Para quem tem experiência em competições, como a atleta Jenifer Nicole Vieira Norberto, é emocionante ter a pista de atletismo da UFLA cheia novamente, após o período mais crítico da pandemia da Covid-19. “Fico feliz ao competir e ajudar as crianças a se inspirarem nos mais velhos Isso é bom, fazia muito tempo que não tinha competição aqui em Lavras.  importante para as crianças do projeto, e para as de fora também, toda essa interação”, comenta.

O Cria é um projeto de extensão da UFLA, fundado em 2008, que tem o objetivo de despertar em crianças e jovens o interesse pelo esporte e pelo ensino superior. O atleta Pedro de Oliveira, egresso do bacharelado em Educação Física da UFLA e revelado pelo projeto, ressalta que o Cria está em um processo de renovação. “Precisamos trazer mais crianças para cá, fazer com que elas tenham as mesmas oportunidades que a gente teve de seguir a carreira de atleta ou entrar na faculdade; ter esse contato com o esporte, dentro da Universidade, com estudantes, egressos, atletas, professores. Tudo isso é muito prazeroso e gratificante”.

Outro ex-participante do Cria que marcou presença na competição foi Eduardo Ribeiro Moreira. Atleta profissional, atualmente, o jovem representa o Esporte Clube Pinheiros, o Exército e mora em Bragança Paulista. Desde os seus dez anos, Eduardo fazia parte do projeto e deixa um recado para quem está começando. “Façam todos os esportes! Assim você se desenvolve e encontra seu caminho. Se não fosse esse projeto do Cria eu teria outra vida”, conta.

Para quem entrou este ano no Cria, ter a inspiração de atletas profissionais e reconhecidos mundialmente é um grande incentivo. Thiago Andrade, de 12 anos, aluno da Escola Estadual Álvaro Botelho, participou pela primeira vez de uma competição.Ele sonha chegar às Olimpíadas e conta que conheceu o projeto na escola e tomou gosto pelo arremesso de disco. “O popular no Brasil é o futebol, daí o projeto me ajudou a conhecer o atletismo”.

O projeto com as crianças das escolas públicas foi retomado em novembro do ano passado na Secretaria de Esportes, Lazer e Turismo de Lavras (Selt) e, em fevereiro, voltou a ser na UFLA. Ao todo, 80 crianças de 6 a 17 anos participam do Cria cinco vezes na semana, nos turnos da manhã e tarde, o único requisito é estar frequentando regularmente a escola. Para o ingresso no projeto, é necessário ir à UFLA no contraturno escolar e preencher a ficha de cadastro. 

Assunto(s): Atletismo , FMA , Cria , Esporte