Ir direto para menu de acessibilidade.
UFLA NA COMUNIDADE

Projetos de extensão da UFLA promovem a prática de diferentes modalidades de dança

Escrito por Claudinei Rezende | Publicado: Terça, 21 Novembro 2023 08:48 | Última Atualização: Terça, 09 Janeiro 2024 08:17
Gentileza solicitar descrição da imagem

Dançar faz bem para o corpo e para a mente. Porém, enquanto alguns são verdadeiros pés de valsa, outros encaram a dança como um grande desafio a ser enfrentado. Na UFLA, os projetos de extensão Dança de Salão Inclusiva no Contexto Universitário (conduzido pelo Grupo Dança, Compasso e Movimento, o DCM) e Dança Inclusiva no Contexto Universitário (conduzido pelo Grupo Incorpore) vêm auxiliando as pessoas das comunidades interna e externa da Universidade na prática dos mais diferentes tipos de dança.

A moradora de Lavras e participante do DCM Vanessa Aparecida Martins é uma das beneficiadas pelas ações. “O projeto tem sido um divisor de águas na minha vida. A dança sempre foi uma coisa de que eu gostei muito e, quando eu vim para Lavras, uma amiga me apresentou o projeto e eu comecei a vir. Já tem mais de um ano que eu faço parte. É uma terapia e um momento de descontração e relaxamento. Eu trago a minha filha também para participar e tem sido maravilhoso”, relata.

As aulas de ambos os projetos são realizadas, semanalmente, no Centro de Cultura, localizado no Câmpus Histórico da UFLA. Para participar, de forma gratuita, os interessados podem se inscrever de forma on-line, pelos links disponibilizados nos perfis no Instagram do Grupo DCM e do Grupo Incorpore.

Grupo DCM: Forró

O grupo DCM leva até os seus participantes uma modalidade queridinha: o forró. O coordenador do projeto e professor da Faculdade de Ciências da Saúde (FCS/UFLA) Francisco de Assis Manoel explica que o objetivo principal é ensinar a dança para todos os interessados. “Queremos alcançar o maior número de pessoas possível para que elas possam vivenciar os benefícios da dança que, hoje, eu considero como uma área multidisciplinar que envolve outras ciências, principalmente a da saúde”.

O professor de forró no projeto e mestrando da UFLA, Gabriel Rodrigues Oliveira, explica a metodologia utilizada nas aulas. “Nós utilizamos uma metodologia chamada de ‘70, 20, 10’. Ou seja, 70% de prática, 20% de conteúdo teórico e 10% de atividades extracurriculares, como vídeos e ensinamentos de outras pessoas.”

Além do professor Gabriel, o grupo conta com monitores para auxiliar os alunos. O coordenador Francisco explica, ainda, que a modalidade zouk também está inserida no projeto. Porém, devido à atual falta de professor, ela não está sendo ofertada neste semestre.

Grupo Incorpore: Balé Clássico, Balé Aeróbico, Dança Contemporânea, Dança do Ventre, Danças Urbanas, Jazz Dance e Ritmos

Ofertando diferentes modalidades, o Grupo Incorpore, assim como o DCM, visa a levar a dança às comunidades universitária, lavrense e da região. Para isso, as aulas são ministradas por professoras de dança.

Proporcionado um leque de possibilidades de escolha, a iniciativa é uma oportunidade para quem quer dar o primeiro passo na dança, proporcionando um leque de oportunidades, é o que defende a coordenadora do projeto e professora da Escola de Ciências Agrárias de Lavras (Esal/UFLA),Maria Cristina Angélico Mendonça. “Primeiro, é preciso entender que qualquer pessoa pode dançar. Então, escolha uma modalidade de dança  de que você mais goste, arrisque e tenha coragem. A dança traz vários benefícios para a saúde. Então, aproveitem que vocês vão amar.”

Assista ao vídeo do UFLA na Comunidade para conhecer alguns dos envolvidos nos projetos:

 
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.