Ir direto para menu de acessibilidade.
POSSE

Servidores redistribuídos participam de solenidade de posse

Escrito por Gláucia Mendes | Publicado: Terça, 28 Agosto 2018 15:07 | Última Atualização: Terça, 28 Agosto 2018 15:07 | Acessos: 1238
Gentileza solicitar descrição da imagem

Docentes e técnico-administrativos que ingressaram na Universidade Federal de Lavras (UFLA) por redistribuição participaram, pela primeira vez, da solenidade de posse da instituição, nesta segunda-feira (28/8). O evento reuniu 10 servidores originários de instituições federais de ensino de diferentes regiões do país, além de um novo docente e dois técnico-administrativos.

“Este ato corrige um equívoco histórico. Embora os servidores redistribuídos não sejam novos no serviço público, eles o são nesta universidade e só ingressaram aqui após um processo de avaliação. Como fazemos questão de receber cada novo membro do quadro permanente com um ato solene, a partir de agora eles também farão parte dessas cerimônias”, afirmou o reitor, professor José Roberto Soares Scolforo.

A redistribuição consiste no deslocamento de cargo, efetivo ocupado ou vago, para outro órgão ou entidade do mesmo Poder. Regida pela lei 8.112/90, a movimentação é realizada no interesse da administração, sempre observando a essência das atribuições do cargo e a vinculação entre os graus de responsabilidade e complexidade da atividade do servidor.

A psicóloga Cíntia Aparecida de Assis foi uma das servidoras que chegaram à UFLA por redistribuição. Com uma experiência de mais de 4 anos na Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), Cíntia inicia uma nova etapa em sua carreira. “Na UFTM, estava vinculada à gestão de recursos humanos. Aqui, estou atuando na Assistência Estudantil. Está sendo um trabalho inédito para mim, mas fui recebida por uma equipe muito acolhedora, que está me oferecendo todo o suporte necessário.”

O docente Robson André Armindo comemora 10 anos de magistério superior com o retorno a sua universidade de origem. Graduado em Engenharia Agrícola pela UFLA em 2005, Robson saiu de Lavras para se qualificar. Fez mestrado, doutorado e pós-doutorado. Ingressou na carreira docente em 2008, na Universidade Federal do Vale do São Francisco. Em 2010, foi aprovado em concurso da Universidade Federal do Paraná.

Na cerimônia, o reitor traçou um breve panorama da atual conjuntura da universidade. “Apesar do contexto de crise nacional, a UFLA passa por um processo de expansão quantitativa e qualitativa”, afirmou. Mencionou a reforma e ampliação da biblioteca; o investimento de mais de R$ 20 milhões em livros e equipamentos e a construção do Hospital-Dia. Em termos de recursos humanos, enfatizou que, desde 2012, foram empossados 727 novos servidores, entre técnico-administrativos e docentes, quantitativo que representa mais de 50% do quadro permanente atual.   

Além do reitor, compuseram a mesa da solenidade a pró-reitora de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas em exercício, Cristina dos Santos; o diretor de Gestão de Pessoas, Georges Zouein; o presidente da Comissão Permanente de Pessoal Docente (CPPD), o professor Carlos Eduardo Volpato e a representante do Comitê de Ética, Isabela Gerônimo.

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.