Ir direto para menu de acessibilidade.
CORONAVÍRUS

Criada sala virtual sobre Covid-19 para capacitação e orientação a profissionais de saúde e outros públicos

Escrito por Gláucia Mendes | Publicado: Quinta, 02 Abril 2020 16:11 | Última Atualização: Sexta, 03 Abril 2020 13:59 | Acessos: 1098
Gentileza solicitar descrição da imagem

A Universidade Federal de Lavras (UFLA) ativou uma sala virtual com o objetivo de disponibilizar informações atualizadas sobre o novo coronavírus. O espaço é direcionado a estudantes, professores, profissionais da área da saúde, funcionários da Prefeitura Municipal de Lavras (PML), professores de outras universidades e demais interessados. Para acessar o recurso, membros da comunidade acadêmica da UFLA devem entrar no Campus Virtual, fazer login e procurar pelo curso Covid-19. Já integrantes de públicos externos à Universidade devem enviar um e-mail para o endereço Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., solicitando o acesso.

A professora Míriam Monteiro de Castro Graciano, do Departamento de Ciências da Saúde (DSA/UFLA), é quem coordena o projeto de capacitação que deu origem à sala virtual. A iniciativa foi motivada pelo fato de a pandemia ter estimulado a disseminação de uma série de notícias sobre o tema nas redes sociais. “Muitas vezes, as informações se espalham rapidamente, misturando verdades a um grande volume de informações falsas, que têm levado muitas pessoas ao pânico em todo o País”, explica a professora.

covid 19

Outro motivador para a criação da sala é o fato de que o tema Covid-19 é novo para a comunidade científica e para os profissionais de saúde em atendimento, o que exige iniciativas de capacitação e atualizações constantes. Essa necessidade foi discutida pelo Comitê Especial de Emergência da UFLA (CEE Covid-19 UFLA) e pelo Comitê Intersetorial de Prevenção e Enfrentamento ao Covid-19, criado pela Prefeitura Municipal de Lavras, assim como a necessidade de capacitação de estudantes de medicina para auxiliarem em diferentes frentes de divulgação da informação.

Com base em fontes seguras - como o Ministério da Saúde (MS), a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a Secretaria de Estado de Saúde (SES), entre outras - a sala virtual funciona como uma espécie de fact-checking, ou seja, de checagem de fatos. “O grande volume de informação em circulação torna muito difícil a análise e seleção de informação tecnicamente correta. A sala virtual veio para direcionar as pessoas em relação às informações que chegam, muitas vezes de forma indevida. Como a sala é dinâmica, cada um entra e tem a liberdade de consultar o material que estará disponível”.

A sala já possui 384 inscritos e o aprendizado é autodirigido. Além do conteúdo didático, os participantes também têm a oportunidade de interagir em fóruns de discussão, esclarecendo dúvidas, e obtendo indicação de cursos gratuitos já disponíveis na internet.

Mais sobre o espaço virtual

A sala virtual ganhou o nome de Covid-19 e todo o material coletado foi dividido nas seguintes seções temáticas:

  • Links para trabalho social de ajuda humanitária;
  • Onde encontrar informações corretas (aplicativos, sites oficiais, cursos gratuitos e publicações científicas e normas técnicas);
  • Como se comportar para conter a propagação da doença;
  • Orientações para quem está em trabalho remoto e tem criança em casa;
  • Onde e quando procurar ajuda médica;
  • Tratamentos;
  • Como cuidar da própria saúde mental;
  • Diretrizes para serviços de atenção primária (PSF);
  • Orientações para serviços de atenção terciária (hospitalar e UPA).

Outra ação importante da sala virtual é subsidiar, com informações, o atendimento remoto às pessoas com quadro gripal, diminuindo os fluxos de pessoas no Programa de Saúde da Família (PSF) e na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), orientando fluxos e discutindo casos clínicos.

Ações paralelas

Outra ação realizada também pelo Departamento de Ciências da Saúde é o treinamento prático executado pelas professoras Maeve Freitas e Danielle Carvalho Santana, que visitam os Postos de Saúde da Família (PSF) para orientar os profissionais quanto ao protocolo de abordagem da síndrome gripal e a utilização do Equipamento de Proteção Individual (EPI). A Diretoria de Comunicação da UFLA (Dcom) e o Comitê Especial de Emergência para prevenção ao coronavírus (CEE Covid-19 UFLA) produziram três vídeos de orientação aos profissionais da saúde, para utilização nos treinamentos.

Vídeo Lavagem das mãos

Vídeo Paramentação de profissionais de saúde

Desparamentação de profissionais de saúde

Já os professores Hélio Haddad Filho e Marcelo Assunção, juntamente com o médico Peter William Hutchinson e Castro, da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), estão trabalhando em um protocolo clínico para orientar e organizar o fluxo hospitalar e a abordagem clínica dos pacientes que estão em estado mais grave e precisam de internação.

O projeto de extensão Minuto da Saúde, da UFLA, também disponibilizou um canal no WhatsApp para que as pessoas possam tirar dúvidas sobre orientações, condutas adequadas, dados atuais e informações científicas sobre a doença. O Plantão de Esclarecimentos funciona de 8h às 22h, com a atuação de estudantes de medicina, sob auxílio de professores do curso. O número é (35) 99272-0179.

De acordo com a professora Míriam, “o intuito de todas essas atividades é direcionar os profissionais e repassar as informações corretas, com a disponibilização de documentos oficiais para que as pessoas não fiquem perdidas no mar de informação, misturado ao mar de desinformação.”

Texto: Melissa Vilas Boas, relações públicas - bolsista Dcom/Fapemig

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.