Ir direto para menu de acessibilidade.
EMERGÊNCIA EM SAÚDE PÚBLICA

Com R$ 5,5 milhões aprovados pelo MEC, UFLA investe em projetos para auxiliar a região no enfrentamento à Covid-19

Escrito por Ana Eliza Alvim | Publicado: Quarta, 22 Abril 2020 14:34 | Última Atualização: Quarta, 22 Abril 2020 15:08 | Acessos: 2962
Gentileza solicitar descrição da imagem

Ações envolverão realização de testes diagnósticos, estruturação de hospital de campanha, produção de equipamentos para atendimentos de saúde e produção/distribuição de álcool 70%.

 

A Direção Executiva da Universidade Federal de Lavras (UFLA), em negociações com o Ministério da Educação, obteve, na última semana, a aprovação de um Termo de Execução Descentralizada (TED) para desenvolvimento de ações de enfrentamento à Covid-19, com o objetivo de auxiliar os órgãos de saúde pública da região de Lavras. A aprovação dos recursos foi informada pela Coordenadora-Geral de Planejamento e Orçamento das Instituições Federais de Ensino Superior (CGPO/Difes/Sesu/MEC). Pelo instrumento, a Universidade receberá R$ 5,5 milhões, que serão utilizados em subprojetos estratégicos propostos pela UFLA.

Um deles é a estruturação de um laboratório no Departamento de Ciências da Saúde (DSA) – o Biopar - para realização de testes rápidos e moleculares para diagnóstico de infecção pelo pelo novo coronavírus. A iniciativa é multidepartamental, envolvendo, além do DSA, docentes dos departamentos de Biologia, Fitopatologia, Medicina Veterinária e Agricultura. Dessa forma, a Universidade poderá atender à demanda de realização de exames do município de Lavras e dos demais que compõem a Superintendência Regional de Varginha, contribuindo para a agilidade nos diagnósticos. Além de atuar nessa situação de emergência em saúde pública, o laboratório atenderá permanentemente às demandas do curso de Medicina e ao hospital universitário.

Outra ação a ser desenvolvida a partir do projeto é a montagem de um hospital de campanha em local estratégico da UFLA, em parceria com o município de Lavras. O poder municipal deverá cuidar da parte operacional de atendimento, ficando a Universidade com a organização estrutural e de equipamentos. A previsão é que o local receba casos leves e moderados, em caso de aumento substancial da demanda no sistema de saúde pública do município. Estão sendo planejados 30 leitos de enfermaria e uma sala para atendimento a casos mais graves.

Projetos já em desenvolvimento por pesquisadores departamentos de Engenharia (ABI), Saúde (DSA), Ciências Exatas (DEX) e Física (DFI)  - de produção de máscaras e de outros equipamentos essenciais aos atendimentos de saúde - também serão contemplados, de forma que possam intensificar o atendimento às demandas da região. Há, inclusive, a previsão de desenvolvimento de um sistema de enclausuramento e transporte para pacientes com Covid-19, capaz de reduzir as possibilidades de contaminação de pessoas presentes durante o deslocamento do paciente.

Também haverá aumento na produção e distribuição de álcool em gel e álcool líquido, ação que vem sendo executada pelos laboratórios de Análise de Qualidade da Cachaça e Química Orgânica/Óleos Essenciais do Departamento de Química da Universidade Federal de Lavras (DQI/UFLA) e de Gestão de Resíduos Químicos (LGRQ).

Para o reitor da UFLA, professor José Roberto Soares Scolforo, esse conjunto de ações é uma forma de a Instituição colaborar, por meio de seu quadro de profissionais, para que o conhecimento científico esteja a serviço direto da região neste momento. “Os recursos a serem disponibilizados por meio do TED permitem ampliar as iniciativas que as equipes da UFLA vêm adotando desde o início da pandemia com o objetivo de dar suporte à sociedade. Com um trabalho intenso e o esforço de tantas pessoas envolvidas, a instituição está unida às equipes de saúde pública para agir contra essa doença”, diz.

Todas as providências para desenvolvimento do projeto estão sendo tomadas. Acompanhe as atualizações sobre o andamento dessas iniciativas pelo Portal UFLA.

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.