Ir direto para menu de acessibilidade.
ENCERRAMENTO DA GESTÃO 2016-2020

Professores Scolforo e Édila deixam mensagens de agradecimento à comunidade acadêmica

Escrito por DCOM | Publicado: Segunda, 04 Mai 2020 09:53 | Última Atualização: Segunda, 04 Mai 2020 18:01 | Acessos: 3134

Encerrou-se a gestão 2016-2020 na Universidade Federal de Lavras (UFLA). Como ato de encerramento das atividades, o reitor, professor José Roberto Soares Scolforo, e a vice-reitora, professora Édila Vilela de Rezende Von Pinho, formalizaram na última semana de abril a finalização de 26 estruturas físicas na Universidade, as últimas construídas ou ampliadas e que ainda não haviam sido inauguradas (veja o catálogo abaixo). Lançaram também a pedra fundamental da piscina semiolímpica aquecida.

As inaugurações estavam previstas para a semana de 27/4, em eventos que seriam feitos em comemoração aos 25 anos de transformação em Universidade, conforme anunciado no último Jornal UFLA. Porém, com a pandemia de Covid-19, essas atividades não puderam ocorrer abertas ao público.

Diante de um trabalho que se estende por duas gestões (2012 a 2020), os professores Scolforo e Édila deixam uma carta e um vídeo de agradecimento à comunidade, e relembram algumas das conquistas alcançadas no período. O relatório referente aos resultados da última gestão está em revisão e será divulgado tão logo esteja finalizado.

 

Gestão 2012-2020: Carta de agradecimento à comunidade da UFLA

Prezados membros da comunidade acadêmica da UFLA,

Nós, José Roberto Soares Scolforo e Édila Vilela de Resende Von Pinho, que atuamos respectivamente como reitor e vice-reitora da Universidade Federal de Lavras, fizemos nossas atividades sempre de forma colaborativa, compartilhada, em uma integração mágica, em sintonia, amizade e confiança, o que permitiu que a UFLA contasse, na prática, com dois reitores. Sentimos que combatemos, sempre, o bom combate, por essa Instituição e pela sociedade.

Sem dúvidas, as muitíssimas conquistas alcançadas - os crescimentos quantitativo e qualitativo da UFLA, a transformação da Instituição que a levou à dimensão de Universidade, com mais pluralidade de cursos e do saber - não seriam possíveis sem amor, comprometimento e dedicação da gestão e dos membros da comunidade universitária.

As causas com as quais nos comprometemos - de consolidar conquistas pretéritas, avançar e manter a UFLA entre as mais qualificadas do País e também buscar a inserção internacional da Instituição - foram alcançadas. No entanto, evoluir sempre é imperativo para que a Instituição avance mais e mais.  A união em torno dessas causas e a força do conjunto que pudemos praticar ficarão registradas na história da Instituição como um dos mais belos exemplos de construção coletiva.

A força do conjunto foi uma realidade e conseguimos, todos, fazer a diferença no País. Por isso, nesse momento, em que se encerra essa gestão e se inicia outra, estamos desejando sucesso e felicidades à nova gestão, e agradecendo, de coração, a cada um de vocês que esteve conosco, nas lutas cotidianas. Vencemos crises intensas em 2015, 2016, 2017, 2018, 2019 e início de 2020. Tempos mais difíceis são esperados com a pandemia que assola o mundo. Porém, fomos (como Instituição, Direção Executiva, membros da comunidade da UFLA) muito abençoados, e pudemos ver o exercício da competência de cada um de nós.

Agradecemos aos que se somaram à Direção Executiva ajudando a elaborar projetos nas mais diversas áreas, acadêmicos ou administrativos, para buscarmos recursos extraorçamentários para o desenvolvimento da Instituição.

Agradecemos aos docentes e técnicos administrativos que se somaram para que aprimorássemos os processos de gestão e terminássemos com todas as contas da UFLA aprovadas pelo Tribunal de Contas da União.

Agradecemos aos docentes que fizeram o seu máximo para formar, com qualidade técnica ímpar, nossos graduandos e pós-graduandos, além de auxiliá-los a desenvolverem-se como cidadãos. Agradecemos aos docentes que atuam fortemente em pesquisa. Pela qualidade das pesquisas, contribuímos de forma decisiva para o desenvolvimento do País. Agradecemos aos que fazem extensão e inovação, buscando disponibilizar à sociedade o que é gerado na Instituição. Vocês fizeram a diferença.

Agradecemos aos técnicos administrativos que, com seu trabalho indispensável, nos ajudaram a evoluir em todos os processos acadêmicos e administrativos. Aos envolvidos em gestão, aos envolvidos em secretarias, aos envolvidos em atendimento, aos envolvidos em cultura e esporte, aos envolvidos em manutenção, a todos, nosso agradecimento. Também aos funcionários terceirizados, passando indistintamente por todos os setores, os quais fizeram a diferença.

Agradecemos aos discentes de graduação e pós-graduação, e aos egressos, que, com esforço, dedicação e sabedoria, buscaram a melhor formação profissional, a mais qualificada. Aos nossos embaixadores no mercado de trabalho, agradecemos pela confiança. Vocês também fizeram a diferença.

Agradecemos a cada membro da Direção Executiva, a cada pró-reitor, diretor, coordenador, assessor, chefe de departamento, coordenadores de graduação e pós-graduação e aos que ocuparam cargos de outras naturezas. Fizeram a diferença e a fizeram o trabalho de maneira ímpar. Agradecemos também a todas as autoridades militares e civis, do Executivo e do Legislativo, que acreditaram no projeto de excelência da UFLA e nos auxiliaram de maneira exemplar.

Juntos, com a força do conjunto, conseguimos muito. Conseguimos aumentar em 60% o número de estudantes na UFLA, considerando graduação e pós-graduação; mais que duplicar a área de infraestrutura física; aumentar em 80% o número de docentes; aumentar em 40% o número de técnicos administrativos. Estamos em uma ascendente na taxa de sucesso de discentes formados na Instituição: de 1908 a 2008, cem anos, foram colocados no mercado 9.795 profissionais. Já de 2009 até início de 2020, colocamos mais de dez mil profissionais e plantamos as bases para que nos próximos 12 anos a UFLA forme outros 20 mil profissionais para o mercado de trabalho. Criamos os cursos das engenharias, medicina, pedagogia e vários cursos de pós-graduação. As avaliações desses cursos criados na graduação foram todas de nota máxima. Na pós-graduação, avançamos significativamente para cursos com padrão de excelência internacional.

Adotamos o conceito de biblioteca virtual e mais de 14 mil títulos de livros podem ser acessados pela nossa comunidade. Fazemos e fizemos uma das melhores assistências estudantis do País. Criamos o Núcleo de Saúde Mental. Criamos uma escola pública infantil. Investimos fortemente na capacitação e qualificação dos docentes e técnicos administrativos, para alcançar o topo em excelência no ensino, na produção científica, na extensão, na área administrativa e na gestão e governança. Enfrentamos questões históricas, agora quase integralmente equacionadas, como as relativas a insalubridade, patrimônio e outros.

Melhoramos os processos de gestão. Fizemos um maior intercâmbio com universidades e instituições do Brasil e do mundo, e com a iniciativa privada, por meio de muitos acordos nacionais e internacionais, com uma extensão intensa e objetiva, buscando também o suporte à internacionalização. Consolidamo-nos como uma das melhores universidades do País. Estamos, há 12 anos, entre as Top 10 do País pelo IGC/MEC, entre Universidades e Institutos Federais. Somos a única universidade pública de pequeno porte a conseguir tal avanço. A UFLA tem hoje uma das melhores estruturas em Tecnologia da Informação e banco de dados - fizemos uma revolução digital.  Aparecemos nos rankings internacionais; no Times High Education (THE) despontamos em 2016 e permanecemos figurando nesse grupo seleto. Quando considerada a área tradicional da Instituição, Ciências Agrárias, estamos entre as 150 melhores do mundo, segundo o QS Ranking.

Pelo World Ranking Green Metrics, que avalia a sustentabilidade das universidades, somos a 26ª entre as mais de mil instituições avaliadas, e a segunda da América Latina. Em sustentabilidade, completamos a estação de tratamento de esgoto e revitalizamos e ampliamos a estação de tratamento de água. Avançamos no laboratório de reprocessamento de produtos químicos, no controle de endemias, na prevenção e combate a incêndios, na revegetação de áreas, com mais de 140 mil mudas de espécies nativas plantadas. Agora está sendo instalada uma usina fotovoltaica, que, após sua segunda fase, irá suprir 33% da demanda de energia da UFLA, além de termos efetivado a troca de 36 mil lâmpadas comuns por lâmpadas de LED, o que gera mais economia, entre muitas outras ações.

Obtivemos a maior nota em gestão e governança entre todas as universidades e institutos federais do País, segundo avaliação do TCU. Também pelo TCU, a UFLA é considerada a instituição federal em Minas Gerais menos susceptível a fraudes e outros ilícitos, pelo aparato de processos e controles desenvolvidos na Instituição. Conseguimos viabilizar um parque Tecnológico e, em um ano, finalizaremos a construção do hospital universitário. Evoluímos de maneira espetacular no número de patentes e já estamos comercializando, no mercado, tecnologias desenvolvidas por meio dessas patentes. Construímos “expertise” para que as pesquisas da UFLA gerem cada vez mais conhecimentos, que se transformam em tecnologias e produtos inovadores, por meio de estímulos intensos, a serem aplicados pelas políticas de inovação e do Parque Tecnológico. Teremos, nos próximos anos, o surgimento de muitas pequenas empresas de base tecnológica, a partir do que é gerado na própria instituição. Conseguimos trabalhar intensamente em ensino, pesquisa, extensão, inovação e gestão, de forma muito qualificada. Juntos, fizemos ações maravilhosas em cultura, no esporte, na extensão universitária.

Muitos outros desafios foram vencidos. Impossível em uma carta como esta, enumerá-los. Porém, nada disso seria possível sem sua contribuição, seu envolvimento, sua dedicação, seu amor a essa Instituição e seu compromisso em trabalhar para que a UFLA se mostre cada vez mais qualificada e contribua com nosso País e o mundo.

Foi difícil. Foi extenuante. Foi tenso, porém foi intenso, com muitíssimos momentos de felicidade. Foram muitas vitórias, muito mais acertos que erros, muito respeito, muitas transformações para melhor, muitas oportunidades para nossa comunidade fazer o seu melhor.

Enfim, foi a vitória maiúscula da força do conjunto. O nosso muito obrigado a todos, e que a UFLA avance sempre.

José Scolforo e Édila Von Pinho, reitores da UFLA.  

#orgulhodeserufla

Acesse o catálogo com as últimas estruturas físicas inauguradas.

 

Assita ao vídeo de agradecimento, gravado pelos professores Scolforo e Édila:

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.