Ir direto para menu de acessibilidade.
Letras

Programa de Pós-Graduação em Letras celebra sua primeira defesa

Escrito por Karina Mascarenhas | Publicado: Sexta, 19 Fevereiro 2021 11:19 | Última Atualização: Quinta, 25 Fevereiro 2021 10:50 | Acessos: 746

Criado em 2019, o programa tem hoje 52 estudantes, em duas linhas de pesquisa.

defesa realizada de forma virtual

 Quase dois anos após o início de suas atividades, o Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGLE), da Faculdade de Filosofia, Ciências Humanas, Educação e Letras (Fechel), celebrou, no último dia 11 de fevereiro, a sua primeira defesa de dissertação, com um toque especial. A primeira dissertação defendida, intitulada “Identidade docente no relato de professores de português da Guiné-Bissau”, foi escrita pelo estudante de Guiné-Bissau Avelino Vaz, sob a orientação da professora Tania Regina de Souza Romero, do Departamento de Estudos da Linguagem (DEL/UFLA).

Em virtude da pandemia da Covid-19, a defesa foi realizada de forma virtual. Representando a Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PRPG/UFLA), o professor Luciano José Pereira (DSA/UFLA), coordenador da Diretoria de Relações Internacionais  da UFLA, parabenizou a todos os envolvidos na criação do  programa, e comentou o esforço em conjunto para obter a recomendação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).  “É uma luta muito grande fazer a proposta de um programa, rica em contribuições não só para o conhecimento como para as demandas da sociedade. Gostaria de parabenizá-los por fazer um trabalho tão brilhante”.

 O professor Luciano destacou ainda que a UFLA tem buscado avançar em novas áreas do conhecimento, e que isso tem sido uma vitória para toda a comunidade acadêmica. “Isso mostra a competência das pessoas envolvidas e a qualidade dos nossos serviços prestados, como universidade pública”, disse.

O chefe do DEL, professor Rodrigo Garcia Barbosa, falou da importância da pós-graduação para a conquista de mais espaço nas áreas de conhecimento do curso de Letras. “Que a gente possa, cada vez mais, inserir-se dentro do ambiente de nossa universidade e dentro do contexto acadêmico brasileiro”.

Já o professor Márcio Rogério de Oliveira Cano, coordenador do PPGLE, destacou os desafios do programa devido à sua área de atuação. “Nosso programa já iniciou suas atividades no contexto de uma situação complicada no cenário acadêmico e isso mostra o quanto temos que nos esforçar para manter o programa e as discussões com qualidade. Hoje temos histórias para contar que servem de exemplo para o nosso futuro”, comenta.

Além de Avelino, o PPGLE conta com  dois discentes de Guiné-Bissau em sua primeira turma, demonstrando a abertura da UFLA aos estudantes estrangeiros. “Essa troca de experiência que todos vivenciamos nas aulas foi muito importante para todos nós do programa. Fica essa sensação de que todos nós aproveitamos muito essa vivência”, pontua professor Márcio.

O curso de Letras na UFLA comemora, em 2021, seus dez anos de implantação na UFLA. A professora Tania ressalta a colaboração do PPGLE ao processo de vivência da internacionalização e enfatiza a inauguração das defesas com a dissertação de um estudante estrangeiro. A orientadora ainda destacou as dificuldades, para os estudantes, de estarem longe do seu país de origem e escrever em um idioma que não é o seu oficial.Avelino, professora Tania e Bernardo

Natural de Cussara-Bá, Mansba, Guiné-Bissau, Avelino se graduou em Ciência Humanas Interdisciplinar pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab/Bahia), por meio de intercâmbio. Contente, ele agradece a todos pelo carinho para com os estudantes estrangeiros que, segundo ele, foram muito bem acolhidos na UFLA e em Lavras. Para ele, a defesa é uma conquista especial. “Sou o primeiro da minha família a chegar à uma universidade e agora à pós-graduação, ainda mais sendo pela UFLA, uma das melhores universidades do país. Só tenho a agradecer por tudo”, comenta.

Na defesa também estiveram presentes, de forma virtual, a professora  Eliane Gonçalves representando a Unilab, o professor Vicente Aguimar Parreiras do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet/MG), o professor Marco Antônio Villarta Neder (DEL), além de colegas do curso e familiares.

Sobre a pesquisa

A pesquisa “Identidade docente no relato de professores de português da Guiné-Bissau” buscou compreender como os professores de português, em exercício da profissão no ensino secundário e superior da Guiné-Bissau, concebem a sua identidade docente. A pesquisa foi realizada considerando o cenário complexo e multilíngue do contexto, já que Guiné-Bissau tem mais de vinte línguas e apenas cerca de 25% da população fala português, língua em que todo o processo educacional se realiza. O estudo identificou os significados que os professores atribuem às suas experiências formadoras, com apoio da literatura científica publicada nos últimos dez anos sobre o assunto e a interpretação teórica de dados a partir de questionários feitos a um grupo de cinco professores de português de instituições escolares de Bissau. Os resultados da análise mostraram que os sujeitos pesquisados associam a identidade de professor da língua portuguesa à imagem da figura mais importante para o acesso à Ciência, uma vez que o trabalho desses professores se reverte no êxito do trabalho de professores das demais disciplinas escolares e, por conseguinte, no sucesso da educação escolar. Além da possibilidade de poder contribuir para o enriquecimento da literatura científica sobre o tema, o estudo pode subsidiar a elaboração de projetos e programas de cursos de formação de professores de idiomas, o que poderá refletir positivamente no ensino-aprendizagem de línguas no país e na educação escolar em geral.

O Programa de Pós-Graduação em Letras

O Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGLE) teve início em 2019 com duas linhas de pesquisas: Estudos analítico-descritivos de língua/linguagem e suas tecnologias e Objetos culturais e produção de sentidos. O PPGLE tem atualmente14 professores em seu corpo docente e oferece anualmente 26 vagas de Mestrado para graduados em Letras ou áreas afins.

 

 

Assunto(s): PRPG , PPGLE , DEL , Letras