Ir direto para menu de acessibilidade.
REPRESENTAÇÃO NOS CONSELHOS

Eleitos representantes dos técnicos administrativos no CUNI

Escrito por Ana Eliza Alvim | Publicado: Terça, 22 Junho 2021 17:50 | Última Atualização: Quarta, 30 Junho 2021 16:46 | Acessos: 762
Gentileza solicitar descrição da imagem

A eleição de representantes dos técnicos administrativos para o Conselho Universitário (CUNI) foi concluída. Foram definidos cinco titulares e cinco suplentes, conforme lista abaixo. O mandato dos eleitos será de dois anos contados da data da eleição, sendo permitida uma recondução.

TITULARES
LUIZA ARANTES JUNQUEIRA - 116 votos
ROSSANO WAGNER DE LIMA BOTELHO – 111 votos
ADEILSON CARVALHO – 29 votos
ANTÔNIO ELIZEU DA ROCHA NETO – 27 votos
ALFREDO CARLOS JÚNIOR – 18 votos

SUPLENTES
NOELLY ALVES LOPES - 15 votos
DIEGO AMÉRICO FERREIRA – 14 votos
PAULO ANTÔNIO DE CARVALHO – 13 votos
CHRYSTIAN TEIXEIRA ROCHA - 9 votos
JOSÉ CHEREM – 9 votos
NULOS - 1 voto

Sistema de Votação Eletrônica da UFLA

O Sistema de Votação da Universidade de Federal de Lavras, utilizado na eleição dos representantes dos técnicos administrativos no CUNI, é o novo serviço oferecido pela Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação (DGTI) à comunidade acadêmica, possibilitando a realização de eleições, questionários e referendos via Internet.

O novo sistema é baseado no software Helios Voting, desenvolvido pelo pesquisador do grupo de criptografia e segurança da informação do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), Ben Adida, e adaptado pela DGTI-UFLA para a realidade da Universidade.

Trata-se de um software livre, dotado de um mecanismo altamente seguro de computação e apuração eletrônicas dos votos, que são criptografados antes de serem enviados pela rede. O eleitor é identificado mediante login e senha de acesso individuais ao ambiente de votação. Além disso, o sistema permite a cada eleitor auditar o próprio voto. O sistema faz uso de recursos criptográficos avançados, de modo que o resultado final seja computado sem que o voto de cada eleitor seja revelado.

Entre suas principais características, destacam-se: 1. Privacidade: apenas o próprio eleitor sabe em quem votou; 2. Rastreabilidade: cada eleitor possui uma chave rastreável de seu voto; e 3. Robustez: sistema de código aberto revisado por inúmeras instituições e especialistas.

Diversas Instituições de Ensino, no Brasil e no exterior, utilizam o sistema Helios em suas eleições internas.