Ir direto para menu de acessibilidade.
PROGRAMAÇÃO DE ANIVERSÁRIO

Dez estruturas físicas serão inauguradas durante a celebração pelos 113 anos da UFLA

Escrito por Ana Eliza Alvim | Publicado: Sexta, 03 Setembro 2021 08:48 | Última Atualização: Sexta, 03 Setembro 2021 08:50 | Acessos: 584
Gentileza solicitar descrição da imagem

Durante a programação de atividades que celebram os 113 anos da Universidade Federal de Lavras (UFLA) serão inauguradas dez estruturas físicas, parte construída no câmpus de Lavras (MG) e parte no câmpus de São Sebastião do Paraíso (MG). O ato de inauguração será nesta sexta-feira (3/9), às 11h, no Centro de Convivência do câmpus-sede, em Lavras.

Está prevista a participação do ministro da Educação, Milton Ribeiro; do diretor de Base de Alto Rendimento da Secretaria Especial do Esporte – Ministério da Cidadania, Luiz Roberto de Moraes Duarte, representando o ministro da Cidadania, João Roma; do secretário e do secretário adjunto de Educação Superior do Ministério da Educação  (Sesu/MEC), Wagner Vilas Boas e Eduardo Gomes Salgado, respectivamente; da prefeita de Lavras, Jussara Menicucci; de autoridades de São Sebastião do Paraíso, além de outras autoridades militares, políticas e da área da educação do MEC e dos municípios de Lavras e São Sebastião do Paraíso. Da UFLA, participam o reitor, professor João Chrysostomo de Resende Júnior; o vice-reitor, professor Valter Carvalho de Andrade Júnior, além de pró-reitores, assessores, diretores de unidades acadêmicas e profissionais das áreas ligadas às estruturas a serem inauguradas.

As obras do câmpus Lavras que serão inauguradas são o complexo esportivo de alto rendimento "Fernando Roberto de Oliveira", o ginásio de ginástica, o prédio de Ecologia Aplicada, a reforma e ampliação da Biblioteca Universitária e a expansão da Usina Fotovoltaica. Já as estruturas do câmpus de São Sebastião do Paraíso concluídas são o pavilhão de salas de aula, o galpão de apoio logístico, o galpão para laboratórios, o galpão para incubadora de empresas, a quadra esportiva e o campo de futebol.

Para evitar aglomerações e seguir os protocolos de biossegurança da Universidade, considerando o período de pandemia de Covid-19, o evento não é aberto ao público, ficando restrito às autoridades participantes. 

UFLA 113 anos

Criada em 1908 como Escola Agrícola de Lavras (EAL), a Instituição alcançou, desde cedo, renomada tradição nas Ciências Agrárias. Mudanças institucionais históricas, notadamente a federalização em 1963 (que a transformou em Escola Superior de Agricultura de Lavras – ESAL) e a transformação em universidade, em 1994, contribuíram para sua expansão. Nos últimos anos, avançou em diferentes áreas do saber, como nas ciências sociais e humanas, nas engenharias e na área da saúde. 

Localizado no município de Lavras, estado de Minas Gerais, o câmpus da UFLA possui quase 500 hectares, com cerca de 300 mil metros de área construída e grande concentração de áreas verdes. Em atuação no quadro de servidores da Instituição são 767 professores, 565 técnicos administrativos e 553 funcionários terceirizados. Atualmente está em construção um segundo câmpus, no município de São Sebastião do Paraíso (MG), que concentrará cursos ligados à tecnologia e inovação.

Na graduação, a Instituição possui hoje 32 cursos presenciais e 3 de educação a distância. A pós-graduação stricto sensu reúne 34 programas acadêmicos e 9 mestrados profissionais, oferecendo formação especializada de alto nível. No total, são cerca de 14 mil estudantes.

O estímulo à pesquisa é constante na Instituição e contribui para a geração de novos conhecimentos teóricos, produtos e serviços em favor do desenvolvimento econômico e social do País. Atualmente, há mais de 1,5 mil projetos de pesquisa cadastrados na Universidade, em diversas áreas do conhecimento. A infraestrutura institucional de apoio à pesquisa e à inovação inclui mais de 200 laboratórios situados no câmpus-sede, além de dois centros de experimentação em campo – as fazendas Muquém e Palmital - bem como o Centro de Pesquisa e Inovação e o Centro de Eventos, com capacidade para 3 mil pessoas.  A Universidade atua também como um centro de extensão universitária, registrando a promoção de cursos, oficinas e palestras abertas ao público em geral, alcançando mais de 40 mil pessoas por ano.